Turnaround nas empresas: risco, retorno e como analisar nos investimentos

Saiba o que é turnaround, como funciona o processo e se vale a pena investir em empresas nessa situação. Confira nosso guia.

Empresas em processo de turnaround podem ser uma boa oportunidade de investimento.

Mas, afinal, o que significa esse termo e por que ele representa um momento atrativo para o investimento na ação?

Turnaround é o processo de reestruturação e recuperação de empresas que buscam competitividade no mercado. Investir nesse tipo de negócio é arriscado, mas apresenta chances de retornos altos. Logo, é um tipo de aplicação que pode integrar a sua carteira de investimentos. Mas antes é preciso saber como funciona o processo de turnaround, quais medidas ele demanda e qual é a relação entre riscos e retorno.

Ficou interessado?

Então siga a leitura.

Como funciona o processo de turnaround

Turnaround consiste no processo de recuperação e reestruturação de um negócio que não apresenta uma performance satisfatória.

O objetivo é redirecionar a empresa para novos rumos e, com isso, aumentar a competitividade e conquistar o equilíbrio financeiro.

Portanto, empresas que fazem turnaround são aquelas que precisam se reestruturar para ter êxito no mercado.

Geralmente, essa necessidade surge a partir de problemas como:

  • Falhas na gestão e liderança
  • Falta de acompanhamento de indicadores de desempenho
  • Controle orçamentário ineficaz
  • Gestão financeira ineficaz
  • Falta de estratégia de negócio
  • Perda de competitividade no mercado.

Mas, afinal, como funciona o processo de turnaround?

Primeiro, é feito um diagnóstico que revela sua necessidade.

É quando o gestor percebe que é preciso virar o jogo, traçar uma nova estratégia e conduzir mudanças substanciais no negócio para que ele volte a crescer e apresente performance satisfatória.

Essas transformações alcançam níveis profundos da empresa: missão, valores e até mesmo produtos e serviços oferecidos ao consumidor, por exemplo.

Ou seja, não é uma simples mudança nos processos ou na equipe, mas sim um redirecionamento total.

Todos os processos organizacionais, portanto, são analisados, de modo que sejam identificadas as mudanças necessárias.

Antes de continuar a leitura, você, investidor, precisa ter uma ideia em mente: as empresas em turnaround geralmente apresentam riscos maiores em termos de investimento.

Só que, ao mesmo tempo, elas também geram maior potencial de retorno, sobretudo se a reestruturação for conduzida de maneira eficaz.

Medidas tomadas pelas empresas em turnaround

É imprescindível que o investidor conheça as principais estratégias de turnaround para identificar se a empresa está conduzindo o processo de maneira adequada.

Abaixo, confira algumas boas práticas das empresas nessa situação.

 

Redefinição de estratégia

Um ponto crucial que deve ser alterado no turnaround é a estratégia de negócios, uma vez que a empresa precisa traçar novos rumos. Nesse caso, são redefinidos objetivos organizacionais, propósito, missão, valores e a imagem da marca. Também é traçado um plano de ação para guiar a transformação.

 

Busca por inovação

Outra medida comumente tomada é a busca por inovação, seja em relação aos processos internos, seja em relação aos produtos e serviços oferecidas. A própria concepção do que é inovação dentro da empresa pode ser alterada.

 

Análise de KPIs

É fundamental que o processo de turnaround seja acompanhado pela análise de indicadores-chave de desempenho (KPIs).

Só assim a empresa pode identificar a eficácia da nova estratégia e os fatores que ainda precisam ser alterados.

Os KPIs devem ser aplicados em diferentes áreas do negócio: finanças, processos e vendas, por exemplo.

 

Redução de custos operacionais e reestruturação de dívidas

O turnaround também pode demandar a redução de custos operacionais, sobretudo na fase inicial. Isso é necessário considerando que o fluxo de caixa da empresa é insuficiente.

Outra medida é a reestruturação dívidas, que inclui a renegociação de débitos, a identificação de prioridades e o planejamento financeiro.

Mas fique atento: esse tipo de redução de custos, muitas vezes, traz impactos negativos no curto prazo, que devem ser analisados com cuidado nos balanços semestrais.

Risco x retorno no investimento em turnaround

Como mencionamos antes, empresas em turnaround oferecem investimentos de risco, mas com possibilidade de alto retorno financeiro.

Alguns indícios que demonstram a eficácia de processo são diminuição de dívidas, aumento de receita e ganho de competitividade no mercado. Logo, esses fatores devem ser incluídos na sua análise, antes de decidir pelo investimento nesse tipo de empresa.

Para descobrir se vale a pena a aplicação, é preciso estudar o cenário e as características da empresa.

Se você ainda é novo no quesito investimento, uma ajuda extra cai bem para tomar decisões assertivas e seguras. Além de se manter informado sobre o universo de investimentos, o ideal é recorrer à ajuda de especialistas.

A Capital Research é um bom caminho para você fazer isso, pois oferece um carteira de investimentos com boas oportunidades, de acordo com o seu perfil.

E você ainda conta com o apoio de um time de especialistas que ajudam a analisar os melhores investimentos.

Que tal começar a investir agora mesmo?

Assine um plano e tenha acesso às melhores oportunidades do mercado.

Recomendados

Investimentos

ADR: o que é, como funciona e as vantagens de se investir

Entenda o que é American Depositary Receipt (ADR), como funciona, quais as ...

3 anos atrás

Investimentos

Capitalização simples: entenda o conceito e impactos nos investimentos

Saiba mais sobre a capitalização simples, como calcular e qual sua utilidade para o ...

3 anos atrás

Investimentos

Entenda o que é concorrência desleal e conheça alguns exemplos sobre o assunto

Você sabe o que é concorrência desleal? Neste conteúdo, explicamos em detalhes o ...

3 anos atrás