Como você pode se beneficiar dos proventos?

Saiba como ganhar maior lucro das suas ações através dos benefícios dos proventos.

proventos

Se você possui ações ou tem interesse em iniciar nesse tipo de investimento, saiba que os proventos podem oferecer vantagens e ser um meio a mais de se ganhar dinheiro. De forma resumida, os proventos são benefícios que empresas distribuem aos seus acionistas.
Imagine, por exemplo, que você é funcionário de uma empresa. Além do seu salário regular, você também tem bonificações a mais, como o décimo terceiro salário, remuneração de horas extras trabalhadas, certo? Esses são exemplos de proventos.
Mas, pensando pela perspectiva de um investidor que mantém ações, esses benefícios podem se dar através de dividendos, Juros Sobre Capital Próprio (JSCP), bonificações e direito de subscrição. No artigo abaixo você vai entender melhor sobre o que são eles e quais as melhores opções para você.

Tipos de proventos

Antes de decidir comprar ações de uma empresa de capital aberto, é importante saber que há diferentes tipos de proventos. Se informar sobre quais são as suas características e benefícios é o primeiro passo para que a sua tomada de decisão não seja cercada de imprevistos. Veja mais abaixo:

 

Dividendos

Depois que uma empresa desconta os valores de Imposto de Renda e de contribuição social, o valor restante é distribuído entre os acionistas. Em outras palavras, é a distribuição de parcela do lucro líquido de uma empresa entre investidores que possuem suas ações.

Essa distribuição, em geral, acontece de forma anual, mas pode mudar a frequência, dependendo da corporação. Outra característica dos dividendos é que ele é pago de forma proporcional, ou seja, quanto mais ações o acionista tiver, maior será o dinheiro a receber.

Por lei, é prevista a distribuição de, no mínimo, um dividendo de 25% do valor líquido apurado. Todos os anos, a organização da distribuição desse benefício é de responsabilidade da Assembléia Geral Ordinária da empresa.

 

JSCP (Juros Sobre Capital Próprio)

Nessa categoria, os juros são pagos com base no lucro retido que a empresa teve nos anos anteriores. Funciona de forma parecida com os dividendos, mas com um detalhe de diferença: o acionista é quem deve pagar os 15% de Imposto de Renda.

Apesar de parecer que o investidor pode ficar em desvantagem com o JSCP, há uma compensação: nessa categoria é permitido que as empresas reduzam seus lucros tributáveis, fazendo com que os acionistas recebam melhores benefícios do que na modalidade de dividendos, por exemplo.

 

Bonificações em ações

São bonificações dadas aos acionistas, na maioria das vezes, através de ações, caso a empresa tenha tido incorporações de reservas e lucro naquele determinado período.

É importante levar em conta também a quantidade de ações que se tem, já que quando se tem um aumento da quantidade de ações, seu preço diminui no mercado. Mas, isso pode se tornar uma vantagem para o acionista, que tem mais ações, pois receberá mais dividendos no ano seguinte. O pagamento dessa categoria pode ser feito através de ações ou em espécie, ficando a critério da assembléia da organização.

 

Direito de subscrição

Caso haja crescimento da empresa e ela decida querer aumentar o seu capital social, é oferecido aos acionistas a oportunidade de adquirir mais ações dela para que a proporção das suas ações seja preservada. Nesse momento, o investidor deve ponderar se faz a subscrição ou se vende as ações no mercado. 

Essa decisão é individual e pode variar de caso para caso, dependendo de fatores como: se o investidor acredita no potencial da empresa ou de qual é o valor de compra dessa subscrição, por exemplo.

Dividendos e o dia “ex”: o que é?

Agora, você sabe tudo sobre os tipos de proventos, certo? Errado! Há ainda alguns detalhes importantes que podem fazer uma boa diferença quando você for decidir por quais investimentos ter.

As ações indicadas com o termo “com” se referem àquelas que têm direito de recebimento dos dividendos anunciados pela empresa. O último dia em que você pode adquirir ações dessa categoria é o dia “com”.

No dia seguinte, o acionista que comprar aquelas ações já não tem mais direito à esse tipo de provento. Esse dia é chamado de dia “ex”. Com isso, os dividendos são distribuídos somente entre os acionistas que possuem ações antes da data “ex”, onde elas já são negociadas sem os proventos. Ou seja, se você tiver ações naquela data específica, vai receber 100% dos proventos.

A decisão de vender as suas ações no dia “ex” vai depender do caso de cada investidor, mas é comum que essa categoria sofra uma desvalorização nessa ocasião. Também é interessante levar em consideração a liquidez dessas ações, já que quanto maior for, mais fácil será vendê-las. É importante fazer uma análise detalhada do seu caso para saber qual será o seu próximo movimento.

Como você recebe esse pagamento?

Antes de mais nada, você deve saber quanto vai receber. Para isso, basta multiplicar o número de ações pelo valor por lote de ações. Lembre-se sempre de levar em consideração também o lote de negociações e qual é o tipo de provento que você terá benefício.

Por exemplo, para dividendos, você não consideraria o pagamento de impostos; mas para Juros Sobre Capital Próprio (JSCP), é preciso incluir no cálculo os 15% de Imposto de Renda.

Com isso em mente, os proventos são pagos através da CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia). Ela é uma empresa sem fins lucrativos responsável pela custódia de ações e títulos privados pelo país, oferecendo serviços para todas as operações feitas na Bolsa de Valores. O pagamento dos proventos é feito em créditos através da corretora contratada pelo acionista ou diretamente na sua conta bancária.

Gostou do artigo? Então assine a newsletter da Capital Research e receba, diariamente, atualizações sobre investimentos.

Recomendados

Investimentos

Back office: importância na empresa e em investimentos

Back office é um importante departamento em empresas e também um cargo atualmente ...

2 anos atrás

Investimentos

BacenJud: Como funciona o bloqueio de bens pelo BC?

Operado pelo Banco Central do Brasil, o BacenJud tem como objetivo tornar o andamento ...

2 anos atrás

Investimentos

Bearish: Sobre ursos e touros no mercado financeiro

Saiba tudo em nosso artigo sobre o bearish no mercado de ações, qual é o seu ...

3 anos atrás