O que é Tesouro Nacional e como investir nos seus títulos

Entender o que é Tesouro Nacional é uma condição para investir nos títulos públicos. Tire suas dúvidas sobre o tema.

Entender o que é Tesouro Nacional é essencial para quem está interessado no investimento em títulos públicos, a aplicação mais segura do Brasil.

O Tesouro Nacional é uma secretaria do Governo Federal que administra os recursos públicos. Na prática, ela funciona como o caixa-forte do Brasil.

Em geral, os recursos administrados pelo Tesouro Nacional vêm dos impostos. Mas também há dinheiro proveniente da emissão de títulos públicos.

É por isso que essa instituição tem uma importância vital no mercado financeiro. Neste artigo, você vai entender o que Tesouro Nacional na prática e também vai descobrir como investir no Tesouro Nacional.

O que é o Tesouro Nacional

O Tesouro Nacional é o caixa do Governo Federal. Ele administra os recursos do país, zela pela situação fiscal e emite títulos de dívida pública, para financiar os gastos do Governo.

Ele é gerido pela Secretaria do Tesouro Nacional, órgão criado em 10 de março de 1986, por meio do Decreto nº 92.452.

De acordo com o próprio site da Secretaria do Tesouro Nacional, a missão é “gerir as contas públicas de forma eficiente e transparente, zelando pelo equilíbrio fiscal e pela qualidade do gasto público”.

Na prática, a Secretaria do Tesouro Nacional funciona como um contador do Tesouro Nacional, monitorando constantemente os gastos públicos.

Perceba que não é papel do Tesouro Nacional definir como o dinheiro público será gasto, e sim decidir como gerir os recursos que estão em caixa.

Além disso, também é papel do Tesouro Nacional garantir recursos para os gastos do governo. É aí que entra a emissão de títulos públicos, como veremos a seguir. 

Como funciona o Tesouro Nacional

Monitorando constantemente a situação fiscal do caixa do governo, o Tesouro Nacional define quando é o momento de emitir títulos públicos, com base em diversas premissas definidas anteriormente.

Os títulos públicos são títulos da dívida interna do Brasil, ou seja: o financiamento de gastos correntes e de investimentos.

Para que os investidores possam comprar os títulos públicos, foi criado o Tesouro Direto. Ele é um programa do Tesouro Nacional em parceria com a bolsa de valores brasileira, e existe desde 2002.

Por meio do Tesouro Direto, o investidor tem acesso aos títulos públicos, e pode financiar a dívida brasileira.

Assim. ao adquirir um título público, você está comprando uma pequena parcela da dívida nacional, que depois será paga com juros.

Por estarem vinculados ao Tesouro Nacional, os títulos públicos são considerados as aplicações mais seguras do mercado financeiro para os investidores. O único risco que você corre é a falência do país, situação na qual ele seria incapaz de honrar com os seus compromissos.

Por isso, os títulos públicos, negociados via Tesouro Direto, são uma das opções preferidas de investimento para quem procura segurança na renda fixa

Descubra, a seguir, quais são os títulos do Tesouro Nacional.

Quais são os títulos do Tesouro Nacional

Listamos, a seguir, os principais títulos do Tesouro Nacional, negociados na plataforma do Tesouro Direto.

Tesouro Selic

Os títulos do Tesouro Selic têm a rentabilidade vinculada à taxa Selic, a taxa de juros básicos da economia. Assim, quando a Selic cresce, o rendimento também aumenta. Quando a Selic cai, a rentabilidade diminui.

O Tesouro Selic é considerado um investimento de curto prazo, porque tem liquidez diária. Você pode vender o papel a qualquer momento. Por isso, ele é indicado para quem deseja investir a reserva de emergência, por exemplo.

Tesouro Prefixado

O Tesouro Prefixado tem uma taxa de rentabilidade fixada no momento do investimento. Assim, você sabe exatamente quanto vai receber no futuro.

Esse investimento é considerado de médio e longo prazo, e você sempre deve focar em cumprir o prazo definido. 

Isso porque, se você investir em um taxa pré-fixada e a taxa básica de juros for elevada depois de alguns meses, o rendimento será inferior se você se desfizer da aplicação antes do prazo de vencimento. Mas isso também pode representar uma oportunidade de ganhos maiores, caso a taxa básica de juros diminua ao longo do período.

Tesouro IPCA+ (NTNB Princ)

No Tesouro IPCA+ (NTNB Princ), a rentabilidade é híbrida: soma-se um percentual de juros ao ano com a variação do IPCA do período.

Esse investimento tem como horizonte o longo prazo, e é indicado para quem deseja manter o poder de compra com o passar dos anos. Na prática, esse é o único título público que garante uma rentabilidade real, acima da inflação do período.

Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTNB)

O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTNB) tem funcionamento semelhante ao Tesouro IPCA+ (NTNB Princ). A diferença é que, embora seja um investimento de longo prazo, ele paga cupons semestrais. 

Como investir no Tesouro Nacional

Investir no Tesouro Nacional é bastante simples, e há basicamente três maneiras de fazer isso.

A primeira delas é diretamente pelo site do Tesouro Direto, sem qualquer tipo de intermediários. Há um passo a passo na plataforma que ensina, de forma didática, como o investidor pessoa física pode comprar os títulos.

A segunda maneira é por meio de corretoras de valores, que negociam os títulos do Tesouro Direto nas suas plataformas. Elas dão acesso aos mesmos papéis e frequentemente não cobram taxas por esse serviço, mas vale ler todos os termos antes de investir.

Em terceiro lugar, surgem os fundos de investimento que investem em títulos públicos. Eles são uma maneira ainda mais simplificada de se expor aos títulos da dívida pública, porque há gestores responsáveis por administrar os recursos, comprar e vender os papéis.

Não tem mistério: basta escolher a alternativa que faz mais sentido para você e seguir em frente. Embora a rentabilidade dos títulos públicos não seja atraente quando a taxa Selic bate suas mínima históricas, esse ainda é um dos investimentos recomendados para quem deseja segurança total no investimento.

E aí, gostou do artigo? Assine a newsletter da Capital Research e receba atualizações diárias sobre o mercado financeiro na sua caixa de entrada.

Recomendados

Investimentos

Letras do Tesouro Nacional (LTN) - entenda o que é e saiba como investir

Entenda melhor como funcionam os diversos tipos de LTN disponíveis e qual a ...

3 anos atrás

Investimentos

NTN-F: descubra o que são as Notas do Tesouro Nacional série F sem complicações

Investir no Tesouro Direto é uma boa opção para investidores específicos. O ...

3 anos atrás

Investimentos

LTN: Entenda essa modalidade de investimento no Tesouro Nacional

Também conhecida como Tesouro Prefixado, a LTN tem se destacado quando o assunto é ...

3 anos atrás