O que é alavancagem e como isso pode ajudar seus negócios?

A alavancagem pode parecer complexa e arriscada. Mas, sabendo utilizá-la, ela aumenta as chances de conseguir retornos maiores.

O conceito de alavanca ao qual estamos habituados no dia a dia está muito mais próximo daquele relacionado à física – em que um objeto é usado para multiplicar a força exercida sob outro – do que ao universo financeiro.

As alavancas ampliam a força humana, na medida em que nos permitem mover objetos pesados ou quebrar coisas rígidas a partir de uma pequena aplicação de força. Alguns objetos como tesoura, alicate, pé de cabra e abridor de garrafa são exemplos clássicos de alavancas.

No mercado financeiro, assim como na física, a alavancagem está ligada a esse fenômeno de multiplicação da força. A diferença é que no mercado financeiro os resultados é que são multiplicados. Assim, se na física é possível a partir de um pequeno esforço movimentar grandes pesos, no mercado financeiro mesmo com pouco dinheiro é possível fazer negociações envolvendo um valor muito maior do que se tem no bolso. Mas para conseguir fazer isso também é necessário se utilizar de recursos, instrumentos e oportunidades externas.

O que é alavancagem?

Resumidamente, alavancagem é o ato de operar volumes financeiros maiores do que o seu capital real. É uma estratégia que visa permitir aos investidores operar grandes volumes, mesmo tendo apenas uma pequena fração deles. E ela não diz respeito somente à bolsa de valores.

Um exemplo de tipo de alavancagem que já é uma velha conhecida é o empréstimo. Como explicitado acima, ao pegar um empréstimo por exemplo, você recorre ao dinheiro de outras pessoas ou empresas para expandir, ter mais lucro e impulsionar seus resultados.

Um detalhe importante é que para investir com alavancagem é preciso ter uma margem de garantia. Ou seja, provar que caso haja prejuízos, você tem condições de arcar com eles. Seria o mesmo que colocar uma casa como garantia ao pegar um empréstimo. Essa garantia pode ser em dinheiro ou em ativos, como títulos ou tesouro direto.

Como funciona a alavancagem?

 Cada ativo possui multiplicadores diferentes de alavancagem. Essa medida é tomada em função dos diferentes riscos de cada uma e foi criada como um método de proteção para as operações alavancadas. Desta forma estabelece-se um limite de valor.

Para saber qual o limite que você terá disponível de alavancagem para ativo é só fazer o seguinte cálculo:

Alavancagem = Garantia x Alavancagem do ativo (que pode ser de até 40x).

 Assim, caso você tenha R$7.000 de garantia e o ativo escolhido possui um limite de alavancagem de 8 vezes, então você terá um valor de 56 mil reais para negociação.

Em caso de ganhos ou perdas o que o investidor recebe ou tem que pagar é a diferença decorrente da negociação. Portanto, se o investimento gerar 10% de lucro, o investidor recebe R$ 5600,00 que é 10% de R$ 56.000,00, e se tiver um prejuízo de 10% terá que pagar os mesmos R$ 5600,00.

 

Alavancagem na bolsa de valores e Mercado Futuro

 A estratégia da alavancagem pode ser utilizada em diversos tipos de investimento e pode ser feita na Bovespa com ações ou na BM&F através de contratos e mini-índices. Na bolsa de valores, a alavancagem costuma ser utilizada em três situações: em operações de prazo muito curto, as day trade, no Mercado Futuro com os mini-Índices e ao fazer venda a descoberto na bolsa, as short selling. Agora confira cada uma delas.

 

Alavancagem de curto prazo – Day Trade

 Como o próprio nome já diz, são operações realizadas no dia corrente. Elas têm o objetivo de obter lucro rapidamente, operando entre as pequenas variações de preços que ocorrem dentro de um mesmo dia, ou até mesmo entre alguns minutos e outros. Os investidores que se especializam nesse tipo de negociação são chamados de traders.

 

Mercado futuro

 No mercado futuro você não compra ou vende ações. Aqui são negociados contratos futuros de produtos que podem variar do café, algodão, boi, minério de ferro até índices e dólar. De modo geral, os contratos futuros são basicamente acordos de compra e venda que têm um preço e um período de validade.

 

Short selling

 Esse é o tipo de operação em que você pode ganhar com a queda de uma ação.

Fazer uma venda a descoberto significa que o investidor realiza uma venda primeiro para depois fazer a compra. Vendendo logo ao notar que está caindo e recomprando por um preço mais baixo do que vendeu.

 Para que isso seja possível é necessário primeiro alugar uma ação, para depois vendê-la, recomprá-la e devolvê-la ao dono. Como a ação foi alugada, é neste ponto que está a alavancagem, já que o investidor lucrou com a diferença do valor de venda e recompra mesmo não utilizando nenhum recurso próprio para realizar a operação.

Quais os riscos da alavancagem?

O maior risco da alavancagem está diretamente ligado ao seu maior atrativo. Pois, da mesma forma que a alavancagem pode multiplicar os ganhos, ela pode potencializar as perdas do investidor.

Quando uma operação não atinge o resultado esperado ela vai para o caminho inverso gerando perdas. E elas podem ser tão grandes a ponto de, em casos extremos, o investidor não só perder todo capital investido, como ter que colocar ainda mais dinheiro para cobrir os gastos e honrar com suas obrigações perante a bolsa de valores.

Como investir em alavancagem?

Como vimos, a alavancagem é um método para investidores mais experientes dispostos a corrererem riscos e arcar com as consequências, boas ou ruins. Para entrar nesse mercado é recomendado ter estratégias bem definidas e bons planejamentos, prevendo inclusive as possibilidades de perdas.

Com as informações adequadas, base de dados segura e um bom time de consultores auxiliando nas leituras do mercado, como os da Capital Research, mesmo as operações de risco podem ser um pouco mais controladas e seguras.

Assim, se precavendo e estudando, utilizando com consciência e cuidado, a alavancagem pode ser um instrumento interessante para ampliação dos rendimentos.

Este artigo foi útil? Então assine a newsletter e receba ainda mais dicas como essa.

Recomendados

Investimentos

Bearish: Sobre ursos e touros no mercado financeiro

Saiba tudo em nosso artigo sobre o bearish no mercado de ações, qual é o seu ...

3 anos atrás

Investimentos

Commodities: O que são e como investir?

Não é só de Bovespa que vive o investidor. Vem descobrir como funcionam os ...

3 anos atrás

Investimentos

Crescimento e desenvolvimento econômico: Guia completo para você saber tudo sobre o assunto

Você sabe o que é crescimento e desenvolvimento econômico? Neste guia você vai ...

3 anos atrás