Crescimento e desenvolvimento econômico: Guia completo para você saber tudo sobre o assunto

Entenda qual a diferença entre crescimento e desenvolvimento econômico, quando ocorrem e muito mais!

Crescimento e desenvolvimento econômico são termos bem comuns quando o assunto é economia. No entanto, é importante ressaltar que crescimento é diferente de desenvolvimento.

Enquanto o crescimento econômico significa que durante um ou vários períodos, ocorreu um aumento sustentado de uma unidade econômica, o desenvolvimento econômico vai além, impactando diretamente a qualidade de vida das pessoas e a sociedade em geral.

Neste artigo, vamos abordar mais profundamente quais são as diferenças entre crescimento e desenvolvimento econômico, quando o crescimento e desenvolvimento econômico ocorrem, quais são as principais fontes de crescimento econômico do Brasil e muito mais. Confira!

Quando ocorre o crescimento econômico?

O crescimento econômico acontece quando ocorre um aumento da produção e consumo de bens e serviços. Esse aumento pode ser medido através de índices como o Produto Interno Bruto (PIB) ou Produto Nacional Bruto (PNB).

Para que seja possível alcançar o crescimento econômico, a economia deve apresentar um resultado integrado, consistindo em um aumento desde os setores primários, passando pelos secundários até os terciários.

Qual a diferença entre crescimento e desenvolvimento econômico?

Apesar de muitas vezes serem citados juntos numa mesma frase, crescimento e desenvolvimento econômico tem algumas diferenças bem evidentes.

Crescimento é quando a produção quantitativa cresceu, gerando enriquecimento, mas sem necessariamente afetar a melhoria das condições de vida da sociedade. Como já citado, é possível medir isso através do Produto Interno Bruto (PIB) por exemplo.

Já o desenvolvimento econômico afeta a qualidade de vida da sociedade e é possível medir por meio de indicadores como a educação, saúde, renda, pobreza, entre outros. Atualmente o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é o índice mais explorado para realizar comparações de desenvolvimento de diferentes economias e períodos.

Quais são as principais fontes de crescimento econômico?

Atualmente, as principais fontes de crescimento econômico são capital físico, capital humano e tecnologia. Cada um pode ser definido da seguinte maneira:

  • Capital físico: são os ativos não humanos, feitos por humanos e que são utilizados na produção, como por exemplo as ferramentas, máquinas e estruturas físicas usadas nas empresas e instituições. Entram nessa lista as máquinas, os prédios da companhia, infraestrutura, como transportes, energia, comunicações e tecnologia.
  • Capital humano: são as atividades que resultam em um custo no período corrente e que proporcionam um crescimento na produtividade no futuro. Em outras palavras, as características adquiridas pelo cidadão que melhoram sua perfomance. Quanto maior for o nível médio de habilidade e conhecimento das pessoas, mais fácil será aplicar esse conhecimento em prol do progresso técnico, consequentemente aumentando o padrão de vida do país.
  • Tecnologia: por fim, o desenvolvimento da tecnologia é outra fonte primordial, que é considerada a força motora principal do crescimento econômico. Historicamente o desenvolvimento tecnológico proporciona um aumento da produtividade do trabalho, tornando-se fundamental para o crescimento econômico.

Como se calcula o crescimento econômico de um país?

O crescimento econômico é possível ser calculado por meio do PIB, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos em um país durante certo período. É importante ressaltar que entra na conta do PIB os bens e serviços finais, desta forma, a matéria-prima utilizada na fabricação não entra no cálculo. Para deixar mais claro, o pão que você come diariamente entra na conta, mas a farinha de trigo utilizada para fazer o pão, não.

Diversos fatores influenciam diretamente a variação do PIB. Os principais são:

  • Consumo da população: quanto mais as pessoas gastam, maior será o crescimento da economia e mais o PIB cresce. Por outro lado, quanto menor for o consumo, mais o índice do PIB vai reduzir.
  • Investimentos das empresas: esse é outro fator fundamental para o crescimento econômico. Quanto mais as empresas crescem, ou seja, gastam com máquinas, expandem suas atividades ou contratam novos trabalhadores, mais elas ajudam a movimentar a economia e o PIB.
  • Gastos do governo: as movimentações do governo também influenciam diretamente no crescimento econômico. Neste caso, quando o estado realiza novas obras, contrata novos funcionários e gasta com produtos.
  • Exportações: quanto mais dinheiro entra no país e é utilizado para gastar em investimentos e consumo, mais o PIB cresce.

Existe uma fórmula de cálculo do PIB para chegar a um número exato:

PIB= C+I+G+X-M

Sendo que:

C: consumo privado

I: total de de investimentos realizados no período

G: gastos do governo

X: volume de exportações

M: volume de importações

Como mostrado, crescimento e desenvolvimento econômico são fundamentais para qualquer país, porém, são índices diferentes. Enquanto o crescimento econômico é voltado para produção, consumo e enriquecimento, o desenvolvimento está mais ligado a ideia de qualidade de vida, considerando diversos fatores.

Recomendados

Investimentos

Venture Capital: entenda o que é

Saiba como é formado o investimento Venture Capital, conheça as vantagens, ...

3 anos atrás

Investimentos

Mercado Financeiro: tudo que você precisa saber sobre e como funciona

Entenda melhor sobre a bolsa de investimentos e sua utilidade nos negócios, assim ...

3 anos atrás

Investimentos

Como comprar ações online

Investir na Bolsa de Valores é uma realidade que pouco a pouco vem conquistando os ...

3 anos atrás