Média móvel: como usar na análise técnica de investimentos

Média móvel é um indicador gráfico utilizado na análise técnica de investimentos financeiros. Veja como funciona e como se beneficiar dela

A média móvel é o indicador utilizado por traders que desejam ter uma margem segura em seus investimentos. 

Afinal de contas, o mercado de ações, moedas e commodities é volátil. Nesse cenário, é preciso ter algum critério no sentido de otimizar os resultados.

Não se pode ignorar, claro, o risco mais elevado de operar nesse mercado, no qual a distância entre céu e inferno pode ser muito curta, caso uma decisão ruim seja tomada.

Por outro lado, isso não quer dizer que predomina o caos e a incerteza, muito pelo contrário. 

O que há, na verdade, é uma variedade de estratégias de negociação que, se usadas criteriosamente e de acordo com objetivos bem definidos, levam ao lucro máximo.

Uma delas é a média móvel, um cálculo simples, mas que pode conduzir a sua estratégia de trade a alcançar sucessivos “take profits”, ou seja, o lucro.

Continue lendo, saiba o que é e como aplicar em suas futuras negociações.

O que é média móvel?

Se você acompanha os artigos do blog da Capital Research, sabe que os valores de um instrumento oscilam no padrão de candlestick.

Resumidamente, essa é a representação gráfica do preço de um instrumento, seja ele uma commodity, um par de moedas ou uma ação.

Em um único dia, ou day trade, esse gráfico se movimenta bastante e, ao final, é possível saber o ponto de preço mínimo (suporte) e máximo (resistência).

Vamos supor que o preço de um instrumento, em um day trade, chegou a 1,5467 às 8h e, às 21h, alcançou 1,9016, seu valor máximo para o período.

Nesse caso, 1,72 é a média para o preço desse instrumento – isso se considerarmos apenas os valores de resistência e de suporte.

Esse exemplo ajuda a compreender o mecanismo por trás dessa ferramenta, que se relaciona com os métodos de cálculo estatísticos.

Quando usar a média móvel?

O que se busca ao aplicar o cálculo da média móvel é a tendência na variação que o preço de um instrumento apresenta.

Como acabamos de ver, esse preço oscila, podendo ou não se manter em uma zona na qual o trader terá uma certa segurança na hora de comprar posições.

Ao detectar essa zona, ganha-se mais segurança nos investimentos, já que fica estabelecido um parâmetro mais claro para estabelecer o ponto de fechamento mais lucrativo.

É por isso que a média móvel é um parâmetro de negociação indicado para traders que operam em espaços de tempo mais curtos. 

Nesse caso, o objetivo é abrir e fechar uma posição no mesmo dia, evitando perdas em função de juros (swap).

Logo, se a sua estratégia de negociação contempla períodos além de um dia, talvez esse indicador não seja tão útil, já que certamente você trabalhará fora das zonas de resistência e suporte.

Portanto, a média móvel apresenta a vantagem de ser um indicador seguro para quem busca retorno rápido ou opera com instrumentos sujeitos a swap negativo.

Como a média móvel ajuda o trader?

A utilidade da média móvel está justamente em diminuir a incerteza na hora de escolher um investimento.

O mercado de ações pode oscilar fora da zona média que esse cálculo mostra.

Sendo assim, a média móvel dá ao trader uma visão de preços mais conservadora.

Voltemos ao exemplo do instrumento citado nos segundo parágrafo. 

Digamos que, em day trade, uma notícia de grande impacto no mercado provocou uma queda brusca, levando-o à posição de suporte de 1,2389. 

Dessa forma, o preço estaria fora média móvel que, nesse caso, foi calculada apenas com base nos preços máximo e mínimo para o day trade em questão.

Ao saber disso, o trader já sabe que estará operando fora da zona de segurança, podendo, assim, adiar uma compra que ele não sabe quando o levará ao lucro.

Cálculo da média móvel

Como vimos, o preço de um instrumento apresenta oscilações que, graficamente, são representadas na forma de candlesticks que, por sua vez, podem ser contabilizados.

Vamos supor que o período de negociação escolhido apresenta um total de 30 candlesticks (n). 

Esse período pode ser de 10, 15, 30 minutos ou uma hora, por exemplo.

Cada um deles vai apresentar um preço de fechamento, que é o valor do ativo ao fim do período sinalizado pelo candlestick.

Então, basta o trader dispor cada um desses preços (V) e inseri-los na fórmula para calcular a média móvel simples:

  • MMs = (V1, V2…Vn) / na

É possível, ainda, utilizar a fórmula para calcular a média móvel exponencial, tida como vantajosa por considerar apenas os preços mais recentes de um instrumento (MME).

Sua fórmula é:

  • MMEn = (V1 – MME anterior) x (2 / (n + 1) + MME anterior.

Como analisar a média móvel?

O cálculo da média móvel é bastante simples e pode fornecer um indicador seguro para investimentos de forma muito rápida.

Portanto, se você opera em períodos mais curtos ou não espera lucrar com swap, use-a como referência para orientar seus investimentos.

Quanto mais informação você tiver, menos exposto a riscos estará.

Esse é, afinal, o objetivo da Capital Research: ser sua fonte de conhecimento para operar com mais segurança e obter máxima rentabilidade em seus investimentos.

Cadastre-se no nosso site e receba gratuitamente notícias e conteúdo para ajudar em suas negociações.

Obrigado pela leitura!

Recomendados

Investimentos

Entenda o que é e como calcular o grau de alavancagem operacional

Realizar uma alavancagem operacional é uma das formas que as empresas encontram de ...

3 anos atrás

Investimentos

Investimento a curto prazo: o que você precisa saber para começar?

O investimento a curto prazo fornece rendimento lucrativo e sem risco ao ...

3 anos atrás

Investimentos

Ordem de Compra: veja o que é e como é importante para o futuro de sua empresa

Veja nossa matéria completa sobre Ordem de Compra e saiba quais informações ...

3 anos atrás