Gráfico underwater: o que é, como funciona e para que serve?

Entenda o que é o gráfico underwater, suas funcionalidades e a importância dele para um investidor

Quando se fala sobre investimentos é que geralmente é necessário analisar os fundos antes de tomar qualquer iniciativa. Isso é muito importante para evitar prejuízos e ganhar com o melhor desempenho das ações. Nesse sentido, o gráfico underwater pode ser a ferramenta ideal para o investidor que busca operar com segurança.

Como as muitas ferramentas do mercado de investimento, o gráfico underwater é um instrumento muito utilizado e importante para quem investe. Conhecer suas funcionalidades e aprender a identificar seus dados e resultados é imprescindível no mercado de investimento, tanto para o investidor experiente, quanto para quem quer começar a investir.

O gráfico underwater foi utilizado e popularizado por Jack Schwager, autor de finanças, e hoje é considerado uma potente ferramenta que permite uma análise única de um investimento, pois tem o foco em um ponto específico, ajudando a evitar riscos. 

Mas, afinal, o que é o gráfico underwater? Como funciona e por que é importante no mundo dos investimentos?

O que é o gráfico underwater?

Através de uma análise específica, esse gráfico permite compreender a rentabilidade de um negócio e proporciona maior segurança na hora de investir, pois seus dados permitem que o investidor identifique se vale a pena apostar em uma aplicação.

Isso porque o gráfico permite uma análise específica da operação, apresentando a possibilidade de avaliação por meio da sua performance. Ao usufruir de sua funcionalidade fica claro o tempo e o percentual de perdas, em comparação com os ganhos em um gráfico de investimento.

Em linhas gerais, o gráfico underwater considera apenas as perdas de um período específico e evidencia a rentabilidade, picos de queda, constâncias e variações. Isso permite que o investidor possa identificar as perdas e quanto tempo levou para que o desempenho melhorasse em relação a isso, ou seja, quanto tempo demorou para a recuperação daquele negócio.

O gráfico underwater é mais utilizado para quem busca analisar os riscos de ações, mas sua interpretação é muito útil e pode ser utilizado para a escolha de melhores fundos para investir.

Como funciona o gráfico underwater?

O gráfico underwater se baseia nos percentuais das perdas de acordo com o número total do gráfico comum, ou seja, ele desconsidera os ganhos do investimento e tem seu foco nas perdas, possibilitando analisar os riscos daquela ação.  

Haverá, portanto, um ponto alto no gráfico positivo de investimento, então será definido no gráfico de vendas o ponto mais alto como zero para o gráfico underwater. Dessa forma somente as perdas até aquele período zero é que serão demonstradas, sinalizando o afastamento ou a aproximação de zero. 

Resumindo, ele funciona mantendo o gráfico em valor igual a zero sempre que o resultado do dia for um novo ponto alto, isto é, a rentabilidade acumulada mais alta da história do fundo até aquele momento.

Em outras palavras, o gráfico underwater mostrará sempre os picos de perdas e o tempo necessário para a recuperação da queda e o ponto mais baixo será a pior perda que já ocorreu nesse investimento.

Por meio do gráfico, é possível verificar o quanto uma empresa perde, qual a porcentagem de vendas perdidas em comparação às vendas positivas e qual o período que a empresa demora para se recuperar do prejuízo. 

Qual a importância do gráfico underwater para o investidor?

Esse tipo de gráfico é utilizado principalmente por investidores, mas também por economistas, acionistas e especialistas do mercado financeiro. Há fundos de investimento utilizados por bancos que também usam o gráfico para comparativos e prestação de consultoria. 

Através do gráfico underwater é possível que o investidor crie previsões de riscos e compreenda o tempo que aquele investimento irá ter maior desempenho novamente.

O gráfico abrange um jeito único de analisar uma tomada de decisão na hora de investir e mantém seu foco justamente nos processos que possam gerar maiores prejuízos para o investidor. Dessa forma é possível analisar o nível de risco e de rentabilidade de um investimento, evidenciando maior segurança na hora de investir.

Para analisar o gráfico, basta verificar os períodos de picos daquele negócio, ou seja, considerar os momentos que vão de zero ao demonstrativo de perdas, que são as quedas. 

Mas não somente, é preciso verificar também em quanto tempo aquele negócio demora para se rentabilizar novamente, para ter seu desempenho constante. 

Todos os momentos de picos até o valor zero são os demonstrativos de perdas de um investimento, isto é, são os momentos de prejuízos. Assim o investidor poderá analisar se vale a pena o risco e se o prazo para o crescimento daquele negócio é equivalente aos seus objetivos. 

Através do underwater é possível observar os piores momentos da história para aquele fundo, então é necessário utilizar essa informação ao seu favor, analisando bem essas perdas: quantas foram maiores? Qual a frequência dessas quedas? Qual o período de duração entre elas e quanto tempo duraram cada? Valeria a pena apostar nesse investimento levando em consideração os momentos de baixa?

E, embora o underwater sozinho não seja suficiente para possibilitar uma análise mais completa sobre um investimento, irá ajudar o investidor a entender a volatilidade de um fundo e, portanto, é muito utilizado nesse mercado. Afinal, é uma ferramenta muito útil para identificar esses dados e descobrir, de modo mais específico de análise, o melhor jeito de investir. 

Recomendados

Investimentos

Capitalização simples: entenda o conceito e impactos nos investimentos

Saiba mais sobre a capitalização simples, como calcular e qual sua utilidade para o ...

3 anos atrás

Investimentos

Empresa de economia mista: o que é, vantagens, desvantagens e exemplos práticos

Entenda como funciona a divisão societária de uma empresa de economia ...

3 anos atrás

Investimentos

Investimento: saiba como investir seu dinheiro de acordo com o seu perfil

Conheça os principais perfis de investidor, os tipos deinvestimento e saiba como ...

3 anos atrás