Finanças pessoais: saiba como organizar as finanças

Adotar práticas simples permite que você tenha uma vida financeira saudável e estável, possibilitando além da economia a geração de renda extra ao investir o dinheiro poupado para garantir a independência financeira.

Fazer a gestão das finanças pessoais de forma eficaz é essencial para manter suas contas em dia e evitar endividamento. No Brasil, mais de 60 milhões de brasileiros iniciaram o ano endividados. Dado que reforça a importância de manter o cuidado com as finanças pessoais como um hábito a ser adotado na sua rotina

Se você está nesta estatística ou quer evitar fazer parte dela, confira algumas dicas de como organizar suas finanças pessoais neste post. 

Vantagens de controlar suas finanças pessoais

Adotar práticas simples permite que você tenha uma vida financeira saudável e estável, possibilitando além da economia a geração de renda extra ao investir o dinheiro poupado para garantir a independência financeira. 

Com as finanças pessoais em dia, você tem maior a tranquilidade e segurança. Caso algum imprevisto aconteça, você estará resguardado.

Como organizar suas finanças pessoais

Basta adotar boas práticas e ações necessárias para colocar as finanças pessoais em dia. Confira a seguir dicas de como organizar suas finanças pessoais:

 

  • Controle seus ganhos e gastos

 

Anote todos os seus ganhos e gastos diários e mensais, seja em um caderno, uma planilha no computador ou até usando um aplicativo no celular. Assim, toda saída e entrada de dinheiro passa a ser contabilizada, possibilitando que você avalie quais despesas são recorrentes e quais delas são excessivas.

Contabilizar todos os gastos permite que você saiba onde é mais fácil diminuir, cortar, substituir e adequar de acordo com sua realidade. Isso porque, você consegue fazer um comparativo com a sua receita e avaliar se está gastando mais do que poderia, por exemplo. 

Um dica para manter o controle do seus ganhos e gastos é utilizar um aplicativo exclusivo para esse fim. O Guia Bolso, é um exemplo de aplicativo que se conecta aos dados das contas bancárias e cartões do usuário para organizar todas as informações financeiras em uma única plataforma, classificando as despesas em categorias, como alimentação, educação, entretenimento, etc.

Com mais de 5 milhões de usuários, o app conta com tecnologia de  inteligência artificial para entender os hábitos financeiro de cada usuário com objetivo de fornecer dicas personalizadas. 

 

  • Faça um planejamento financeiro e cumpra

 

Liste todas as suas obrigações financeiras, incluindo contas fixas, dívidas e investimentos. Além disso, defina objetivos e metas de curto, médio e longo prazos. Saber onde você deseja chegar, qual sonho quer realizar e o que deve fazer para isso é de fundamental importância para elaborar um planejamento financeiro.

No entanto, é importante cumprir esse planejamento para que as metas e objetivos sejam alcançados nos prazos estipulados por você. Caso contrário, o planejamento financeiro ficará apenas no papel e não será devidamente concluído.

 

  • Reveja seus gastos 

 

Avaliar seus gastos mensais permite que você estabeleça prioridades, cortando custos que não são essenciais e impactam negativamente nas suas finanças. Essa prática possibilita que o dinheiro antes gasto de maneira superficial seja economizado ou direcionado para realização de investimentos. 

A partir do momento em que você passa a controlar suas finanças pessoais, torna-se muito mais simples a tarefa de gastar menos do que se ganha e, por consequência, investir essa diferença para ampliar seu patrimônio financeiro.

 

  • Poupe parte de sua renda todo mês

 

Especialista recomendam poupar em torno de 10% e 30% da sua renda mensal, seja para uma reserva de emergências ou para realização daquele sonho especial. Assim, caso algum imprevisto aconteça, você terá como arcar com todos os seus compromissos sem se desesperar.

Principais erros na gestão de finanças pessoais

Para ajudar no controle de suas finanças, listamos alguns erros que devem ser evitados na gestão financeira para ser bem sucedido. 

 

  • Uso indiscriminado do cartão de crédito

 

A facilidade do cartão de crédito faz com que muita gente utilize esse meio de pagamento de forma indiscriminada. Para não prejudicar a vida financeira pessoal e familiar, muito cuidado com o uso do cartão de crédito e nem pense em atrasar a fatura, pois os juros costumam ser bastante altos.  

 

  • Guardar dinheiro ao invés de investir 

 

Por receio e falta de conhecimento, muitas pessoas acabam colocando o dinheiro que economizou na poupança, o que não é a melhor alternativa. Existem investimentos tão seguros quanto e que oferecem rentabilidade muito maior.

  • Comprometer a renda antes de receber e planejar os gastos  

Esse costuma ser um dos erros dos mais comuns. Antes mesmo do salário entrar, boa parte das pessoas já compromete a renda com gastos não essenciais. Fator que impacta negativamente nas finanças pessoais.

Acesse o blog da Capital Research para conferir conteúdos exclusivos e aprofundar seu conhecimento sobre investimentos e finanças. 

Recomendados

Investimentos

O que é cálculo pro rata e como ele influencia suas finanças

Entenda como funciona esse cálculo e porque ele está presente nos mais diversos ...

3 anos atrás

Investimentos

Finanças comportamentais: 5 segredos para investir melhor

As finanças comportamentais revelam erros comuns dos investidores iniciantes. ...

3 anos atrás

Investimentos

Conheça 5 melhores podcasts sobre economia e finanças

Os streamings de áudio são uma ótima opção para se manter bem informado sobre o ...

2 anos atrás