Emolumentos B3: como é cobrada essa taxa na bolsa de valores

Emolumentos são uma taxa cobrada em operações de compra e venda de ações na B3, a bolsa de valores brasileira. Conheça seu cálculo.

Os emolumentos da B3 são taxas específicas cobradas sobre investimentos realizados em ações e no mercado futuro.

Os custos obrigatórios podem afetar a rentabilidade das aplicações. Por isso, se você está pensando em investir em renda variável, precisa saber o que são os emolumentos e como eles trabalham sobre os investimentos.

Assim, acompanhe por este conteúdo e entenda como essa e outras taxas da bolsa de valores operam sobre as aplicações financeiras.

Emolumentos B3: o que são?

No Brasil, o mercado de ações e de contratos futuros é negociado na B3, a bolsa de valores. Para realizar as operações, a B3 cobra diferentes taxas dos investidores. Entre elas, estão os emolumentos. 

A taxa de emolumentos é praticada pela B3 e pela Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC). A alíquota é calculada sobre cada operação de compra e venda de ações e contratos futuros. O valor cobrado varia conforme o tipo de ativo, volume negociado e perfil do investidor.

As taxas podem sofrer alteração a qualquer momento mas, em 2020, as alíquotas praticadas são as seguintes:

 

Tabela de valores dos emolumentos e taxa de registro [2020]

Tipo de Operação

Emolumentos

Taxa de registro

Total

Normal

0,005%

0,019%

0,024%

Day Trade

0,004%

0,015%

0,019%

Cobrança se dá sobre o valor financeiro da operação, de cada investidor (comprador e vendedor).

Quando os emolumentos são cobrados

Os emolumentos da B3 são cobrados sempre que há negociação de ações e contratos futuros. Assim, investidores que compram e vendem os papéis na bolsa têm a taxa descontada quando negociam seus ativos.

No entanto, observe que o valor cobrado pela bolsa de valores se altera de acordo com:

  • Tipo de operação: normal ou Day trade
  • Tipo de investidor: pessoa física ou fundos e clubes de investimento
  • Valor investido.

Portanto, consulte a tabela de emolumentos para o tipo e volume de aplicação financeira que você for fazer.

Como são calculados os emolumentos na B3

Os emolumentos são calculados sobre o volume total negociado de ativos. Dessa forma, para saber o quanto vai pagar para a B3, basta multiplicar o valor dos papéis pela alíquota equivalente.

Para entender melhor sobre os custos com a taxa, considere o seguinte exemplo: uma pessoa comprou 10 mil ações pelo valor total de R$ 140 mil. Neste caso, os emolumentos seriam aplicados à taxa de 0,031657%, em conjunto com a taxa de liquidação. O investidor, então, terá R$ 44,32 recolhidos pela B3 como taxa de emolumentos + liquidação.

Além dos emolumentos: outras taxas da B3

A bolsa de valores cobra outras taxas dos investidores, além dos emolumentos da B3. Os valores podem impactar a rentabilidade dos seus ativos. Portanto, você deve estudar a aplicação de cada uma das taxas e criar estratégias para reduzir os efeitos das alíquotas sobre seus rendimentos.

 

Taxa de permanência

A taxa de permanência é uma alíquota aplicada pela B3 pelo serviço de acompanhamento de posições e emissão de relatórios e arquivos pela Clearing. Dessa forma, ela tem o objetivo de cobrir custos operacionais para a manutenção de posições inativas em contratos futuros.

Para “Rolagem de Futuro de Ações e de Units”, por exemplo, a alíquota é de 0,0002% ao dia sobre o valor da posição em aberto observado ao final de cada pregão.

 

Taxa de liquidação

A taxa de liquidação é cobrada dos contratos levados até o vencimento. No caso de “Futuro de Ações e de Units”, o valor cobrado é de 0,024% sobre o valor da posição observado ao final do pregão no dia do vencimento.

 

Taxa de registro

Por fim, a taxa de registro é a alíquota cobrada pela B3 pelo serviço de registro de operações de compra e venda na Clearing. Os seus valores variam de acordo com as operações realizadas. Veja, a seguir, a tabela destas taxas para diferentes tipos de investidor.

Taxa de negociação, taxa de liquidação e taxa de registro

Aplicável sobre ações, ETF de ações e sobre ETF Internacional.

Tipo de investidor

Negociação

Liquidação

Registro

Total

Pessoas físicas e demais investidores

0,0370%

0,0275%

0,0695%

0,1340%

Fundos e clubes de investimento locais

0,0260%

0,0180%

0,0510%

0,0950%

Exercício de opções sobre valores mobiliários (lançador)

0,003340%

0,0200%

0,023340%

Algumas observações sobre a tabela:

  • A cobrança é sobre o prêmio da opção de cada investidor, seja comprador ou vendedor
  • O exercício de opções considera o strike da opção. Já o titular da opção é cobrado de acordo com as tarifas descritas em “Ações à Vista”.  E a tarifa está sujeita ao “método progressivo para todos os comitentes”.

Você, como investidor, precisa traçar táticas para reduzir os custos e aumentar sua rentabilidade com as aplicações. Na Capital Research, você tem acesso a conteúdos exclusivos para entender mais sobre investimentos e elevar seus ganhos. Conheça as nossas carteiras recomendadas!

Recomendados

Investimentos

Empresas listadas na B3: quais são e como investir?

Está pensando em investir em ações mas não sabe como começar? Veja o que é a ...

3 anos atrás

Investimentos

Conheça os cursos da B3 e outras opções gratuitas na internet

Confira ainda os cursos presenciais que a B3 oferece em parceria com outras ...

2 anos atrás

Investimentos

PQO : como é o processo de certificação na B3

A certificação PQO atesta o conhecimento de quem atua no mercado financeiro e ...

2 anos atrás