Empresas listadas na B3: quais são e como investir?

Está pensando em investir em ações mas não sabe como começar? Veja o que é a B3, como ela funciona, e o que você precisa saber antes de começar a investir. Confira também as empresas listadas na B3.

É muito comum, ao lidar com negócios e investimentos, ouvir falar no mercado de ações. No entanto a ideia de investir na bolsa parece um conceito ainda nebuloso para muitas pessoas.

Por isso preparamos esse artigo explicando o que é e como funciona a bolsa, quais as empresas listadas na B3 e como você pode começar a investir.

O que é a B3?

B3 é o novo nome para a Bovespa, a bolsa de valores de São Paulo, atualmente a única em operação no país. Ela foi criada em 1890, sendo vinculada a Secretaria de Finanças do Estado até a década de 60. Nesse período ela se tornou uma associação civil sem fins lucrativos com autonomia administrativa, financeira e patrimonial.  

A partir dos anos 2000, com a integração das bolsas brasileiras, a Bovespa passou a integrar todas as negociações referentes a ações, e mais recentemente, títulos públicos. Hoje existem mais de 300 companhias nacionais listadas na B3 e ela também negocia, de forma indireta, papéis de outras 100 companhias estrangeiras.  

>>> Leia também: Como comprar ações: confira o passo a passo e 4 formas diferentes para voce começar a investir agora!

Categorias das empresas listadas na B3

Existe uma série de categorias que dividem as empresas que são negociadas na bolsa. E, entre elas também estão presentes empresas que ainda não completaram o seu processo de abertura de capital cujos papeis são negociados no mercado de balcão.

 Agora confira as categorias das empresas listadas na B3!

 

Governança Corporativa

Para que uma empresa possa operar na bolsa de valores, ela deve seguir uma série de regras de gestão que visam a boa governança corporativa. Além disso é exigida a divulgação de balanços públicos periódicos aos acionistas. De acordo com as regras de governança para classificação de empresas, ela é alocada em uma das categorias abaixo:

  • Novo Mercado: empresas que se comprometem voluntariamente a adotar práticas de governança corporativa além daquelas exigidas.
  • Nível 2: o nível 2 é muito parecido com o Novo Mercado. A principal diferença é que a empresa tem o direito de ofertar ações preferenciais (PN), mas que tenham poder de voto em situações críticas.
  • Nível 1: o nível 1 apresenta exigências bem menores. As empresas desse nível devem apresentar algumas poucas informações adicionais àquelas exigidas por lei e garantir um mínimo de 25% de ações em circulação no mercado.
  • Ibovespa + : atende pequenas e médias empresas que pretendem entrar no mercado de ações de forma gradual.

 

Índices

A divisão mais comum entre as empresas listadas na B3, no entanto, é a separação por índices. Existem empresas que são agrupadas segundo a sua atuação, como é o caso das indústrias (INDX) e das empresas de energia, saneamento e gás (UTIL).

Tire suas dúvidas

Confira agora respostas para as dúvidas mais frequentes sobre as empresas listadas na B3.

 

O que é uma empresa de capital aberto?

Uma sociedade anônima é uma empresa cujo capital social é formado por partes ideais, chamadas de ações. Essas ações são livremente negociadas no mercado sem necessidade de escritura de propriedade. O detentor das ações se torna proprietário apenas de uma parte ideal da empresa.   

 

Toda empresa de capital aberto é uma empresa listada?

Não necessariamente. Há empresas em que as ações são negociadas apenas entre o seu corpo diretivo, sem haver negociações na bolsa.

 

Como consultar as ações da empresas listadas?

Você pode consultar ações e cotações através do site da B3.

 

Empresas listadas podem também ter porcentagens públicas?

Sim! É o caso de empresas como Petrobras (federal), Banco do Brasil (federal), Eletrobras (federal), Sabesp (estadual), Cemig (estadual), Sanepar (estadual), entre outras.

 

Como investir em empresas listadas na B3?

Para investir na Bolsa, primeiro você deverá procurar uma corretora de valores ou banco de sua confiança e abrir uma conta. Depois você irá transferir o dinheiro a ser investido para essa conta. Assim você poderá escolher as ações a serem adquiridas e efetuar a compra através de uma plataforma chamada de Home Broker.

É muito importante, antes de começar a investir em ações, que você tenha em mente quais suas metas e objetivos, assim como o seu perfil de investidor. Assim, você define as melhores estratégias para atingir aquilo que você almeja.

 

Para isso, a Capital Research preparou uma série de artigos que podem te ajudar a tomar as melhores decisões no que diz respeito aos seus investimentos. Continue ligado aqui nos nossos artigos e saiba tudo que você precisa para se tornar um investidor de sucesso.

Recomendados

Investimentos

Ativo gerador de renda: o que é, tipos e como investir

Entenda mais sobre investimentos em ativos geradores de renda como imóveis ou ...

3 anos atrás

Investimentos

Cálculo da TIR: como usar a Taxa Interna de Retorno

O cálculo da TIR é mais uma ferramenta que você pode utilizar para escolher os ...

3 anos atrás

Investimentos

Demonstração do resultado abrangente: o que é e para que serve

A DRA é extremamente importante para qualquer empresa e precisa ser elaborada com ...

3 anos atrás