Como encontrar corretagem zero e reduzir custos ao investir

Será verdade que corretagem zero existe? Preparamos um guia com tudo para você fazer investimentos pelo menor custo.

Será que é possível investir com corretagem zero? Pois é, algumas corretoras prometem zerar as taxas e tarifas e, assim, deixar os investimentos mais atrativos e rentáveis.

Por aqui, você vai descobrir como encontrar instituições que não cobram corretagem. Além disso, entenderá os gastos ao aplicar seu dinheiro e como reduzir o impacto destas despesas na rentabilidade do investimento

Acompanhe!

Corretagem zero existe?

Antes de responder se corretagem existe e como funciona, vale saber que as aplicações financeiras têm dois tipos de custos, basicamente.

São eles:

  • Taxas e tarifas diretamente ligadas ao investimento: como impostos e emolumentos
  • Taxas e tarifas de intermediação: administração, carregamento e corretagem.

Quando as instituições financeiras informam corretagem zero, então, elas estão dizendo que eliminaram a taxa de intermediação.

Como o mercado de investimentos têm ficado cada vez mais competitivo, é comum que algumas corretoras busquem alternativas para atrair novos investidores.

Assim, a corretagem zero existe, sim. Mas, é preciso ficar atento para descobrir quais instituições realmente zeraram suas taxas. Dessa forma, ao pesquisar por uma corretora, siga estas dicas:

  • Verifique para quais produtos a isenção é aplicada
  • Confira prazos e períodos para a corretagem zero
  • Analise condições oferecidas pela corretora.

E lembre-se: as taxas diretamente atreladas ao investimento não serão zeradas. Então, mesmo que a corretora ofereça a corretagem zero, observe como as outras alíquotas se comportam sobre a aplicação financeira.

O que é corretagem e para que ela serve?

As taxas de corretagem são pagamentos feitos pelo investidor à corretora pelos serviços prestados por ela. Ou seja, são valores usados para remunerar a instituição financeira pela intermediação no processo de investir.

Assim, sempre que uma pessoa fizer a compra ou a venda de ações na Bolsa de Valores, por exemplo, deverá considerar que terá descontos relativos às taxas da B3 e da corretora.

A corretagem pode ser calculada e descontada dos investimentos de algumas maneiras. Veja as principais:

  • Corretagem fixa: o investidor paga um valor único, independentemente do valor investido
  • Corretagem variável: o aplicador desembolsa um valor proporcional ao saldo aplicado
  • Corretagem por produto: nessa modalidade, o que diferencia as taxas são os tipos de investimento, como contratos futuros e ações.

Por que você precisa de uma corretora

Se você quer ser um acionista, deve ter em mente que somente as corretoras podem intermediar as operações na Bolsa de Valores. 

Dessa maneira, só é possível comprar e vender ações por intermédio das instituições financeiras. Elas irão disponibilizar o chamado home broker, por onde você vai operar no mercado.

Através dessas mesas de operações, será possível negociar ações e outros produtos. Portanto, contratar os serviços de uma corretora é importante para que você tenha acesso direto ao mercado financeiro.

Além disso, as instituições intermediadoras costumam oferecer outras vantagens, como orientação para investir e análise de cenários. Então, se você quer investir em ações e deseja ser orientado sobre como operar, deve procurar os serviços de uma corretora.

Além da taxa de corretagem, como escolher a corretora

A corretagem zero pode ser o ponto de partida para escolher a melhor corretora. Mas, com tantas opções no mercado, como encontrar aquela que vai atender às suas necessidades de investidor?

É importante observar as taxas de corretagem e outros valores cobrados pela operação. Como a gente viu, existem instituições que cobram taxa zero para aplicações financeiras.

Assim, o quanto menos você tiver que desembolsar para investir, melhor será para o seu retorno sobre o investimento.

Mas não basta apenas observar valores de taxas. É fundamental que você tenha confiança no trabalho desempenhado pela operadora. Afinal, ela estará em contato direto com suas aplicações. Portanto, pesquise bastante sobre as corretoras, verifique comentários de clientes e estude todas as informações disponibilizadas.

Por fim, veja como a instituição se relaciona com você. Busque as empresas que tenham facilidade de acesso e permitam um contato mais direto e próximo. Isso será ainda mais importante em momentos de apreensão, problemas ou grandes riscos.

Outras taxas aplicadas aos investimentos

Você estudou as corretoras do mercado e encontrou aquela com o melhor custo-benefício para seus investimentos? Agora, fique de olho em outros custos que você pode ter ao investir:

  • Taxa de administração: valor cobrado pela gestão da conta
  • Taxa de carregamento: montante descontado a cada depósito, podendo ser na entrada e/ou no resgate do investimento
  • Taxa de performance: alíquota calculada sobre os rendimentos gerados pela aplicação
  • Taxa de custódia: valor usado para custodiar ações e títulos em nome dos investidores
  • Taxa de registro: desconto referente ao serviço de registro de operações
  • Emolumentos: taxas cobradas pela própria Bolsa de Valores, em referência às negociações
  • Impostos:
    • ISS/Pis/Cofins: recolhimento dos tributos referente à prestação do serviço de corretagem podendo chegar a quase 10% do valor aplicado
    • Imposto de Renda: pode incidir sobre o valor total investido e/ou sobre os rendimentos. As alíquotas vão variar conforme a tabela regressiva do IR.

É importante destacar que esses são custos possíveis, mas não obrigatórios e presentes em todos os investimentos financeiros. Então, fique de olho nas taxas para não ter surpresas desagradáveis ao resgatar a sua aplicação.

Com a Capital Research, você tem a clareza necessária para fazer investimentos saudáveis e com bom retorno. Descubra como podemos ajudar você, acessando nosso site.

Recomendados

Investimentos

Diferenças entre corretora e gestora: saiba tudo antes de investir

Leia nosso artigo para esclarecer melhor quaisquer dúvidas sobre a diferença entre ...

3 anos atrás

Investimentos

Corretagem: entenda essa taxa nos investimentos

Taxa de corretagem é um custo operacional para a compra e venda de ativos, como as ...

2 anos atrás

Investimentos

Como escolher a melhor corretora para investir? Entenda aqui

Escolher a corretora de valores é tão importante quanto escolher o investimento. ...

2 anos atrás