BRCR11: saiba tudo para investir certo neste Fundo Imobiliário

Conheça as características do BRCR11 (BTG Pactual Corporate Office Fund). Clique e confira como fazer o investimento.

Os Fundos Imobiliários, ou FIIs, são aplicações oferecidas na Bolsa de Valores que reúnem atrativos para diferentes perfis de investidores. Como os valores das cotas de participação em cada fundo variam, seus administradores adotam estratégias distintas de gestão Os FIIs, são acessíveis a todo tipo de investidor. 

Formados por grupos de investidores que realizam uma aplicação conjunta, os Fundos Imobiliários aproveitam-se dessa união de recursos para, com uma gestão especializada, aplicar em imóveis (ou papéis ligados a imóveis) e potencializar os lucros.

Veja também: 🡪 Confira todos os FIIs listados na B3!

O desempenho geral dos melhores Fundos Imobiliários listados na B3, a Bolsa de Valores brasileira, é acompanhado e refletido pelo Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX). Para ser incluído na avaliação do IFIX, o fundo precisa atender a alguns parâmetros: 

  • estar entre os mais negociados da Bolsa; 
  • participar de 60% dos pregões nas últimas três avaliações; 
  • não ser cotado abaixo de R$ 1 entre eles. 

Quando um investidor adquire uma ou mais cotas de um Fundo Imobiliário, torna-se um cotista – e os melhores fundos do IFIX lhe dão acesso a empreendimentos de alto padrão.

🡪 IFIX: entenda o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários

Considerado um dos maiores FIIs do mercado, com 3,48% de representação no IFIX, patrimônio líquido superior a R$ 2,53 bilhões e mais de 90 mil cotistas, o BTG Pactual Corporate Office Fund é uma dessas atraentes opções. O fundo atua explorando imóveis comerciais de alto padrão em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Brasília, lucrando com o aluguel destes espaços e distribuindo a renda obtida entre os cotistas. 

Um dos Fundos Imobiliários mais negociados na B3, seu código de venda é o BRCR11.

O que é BRCR11 – BTG Pactual Corporate Office Fund?

A sigla BRCR11 refere-se ao código de negociação do FII BTG Pactual Corporate Office Fund na Bolsa de Valores: é esse código (ticker) que o investidor deve buscar na plataforma de acesso à B3 para adquirir cotas do fundo. 

Seu portfólio é voltado principalmente em escritórios localizados em edifícios corporativos de alto padrão no Rio de Janeiro e em São Paulo. O BRCR11 busca obter renda junto aos cotistas usando da estratégia de adquirir esses imóveis já concluídos ou em fase de construção – e posteriormente alugar os espaços para empresas nacionais e internacionais.

Justamente por usar imóveis físicos para gerar renda, o BRCR11 é classificado como um fundo do tipo Tijolo. Sua estratégia principal é buscar uma valorização das próprias cotas e aumentar a renda a ser obtida e distribuída entre os cotistas com o reajuste nos valores dos aluguéis. 

Criado em 2007, seu capital foi aberto a investidores da Bolsa (a Oferta Pública Inicial, ou IPO) em 2010. É administrado e gerido pela empresa BTG Pactual.

Segundo suas regras de rendimento, o BRCR11 precisa distribuir entre os cotistas um mínimo de 95% do lucro obtido – dividendos mensais que são isentos de cobrança no Imposto de Renda. Contando em seu portfólio (em 03/2020) com 12 prédios corporativos de alto padrão, o BRCR11 tem cotas avaliadas atualmente em R$ 110,51. É um FII indicado para investidores de variados perfis, do Conservador ao Arrojado.

Como funciona o BTG Pactual Corporate Office Fund

Ao dispor de uma gestão ativa e um prazo de encerramento indeterminado, alguns fundos possuem uma data-limite para cessar as atividades e liquidar o dinheiro.  BRCR11 oferece aos investidores decisões proativas em busca de rendimento e a possibilidade de ser cotista por um longo período. 

O grande atrativo do portfólio são os 7 edifícios comerciais situados em São Paulo e outros 5 no Rio de Janeiro, todos de altíssimo (AAA), alto (A) ou bom padrão (B).

Conheça as principais características do BRCR11 (em 03/2020):

Administrador/Gestor: BTG Pactual

Tipo do Fundo: Tijolo / Lajes Comerciais

Início (IPO): 2010

Número de Cotas: 22.918.202

Número de Cotistas: 90.197

Patrimônio Líquido: R$ 2,53 bilhões

Patrimônio Físico: 12 edifícios corporativos em São Paulo e no Rio de Janeiro

Taxa de Administração: 0,25% ao ano

Taxa de Gestão: 1,5% ao ano sobre o valor de mercado do fundo

Taxa de Performance: não cobra

Cotação atual (valor de uma cota): R$ 110,51

Último rendimento: R$ 0,56 

Como investir no BRCR11

O procedimento para se adquirir cotas do BRCR11 é semelhante ao de qualquer investimento na Bolsa de Valores: o investidor precisa ter uma conta aberta em uma instituição financeira autorizada a operar na B3. Com a conta aberta e de posse da plataforma digital que dá acesso aos ambientes de negociação da Bolsa, o Home Broker, basta ao investidor buscar o código de negociação BRCR11, selecionar o número de cotas desejado, emitir a ordem de compra e transferir o dinheiro.

Antes de se decidir por esse ou qualquer outro Fundo Imobiliário, faça uma análise profunda de seus dados – taxas, rendimento histórico e atual, portfólio, etc. O maior risco dos fundos do tipo Tijolo é uma possível baixa vacância, que é a desocupação dos imóveis e a diminuição do dinheiro obtido com aluguel. 

No início de 2020, o BRCR11 registrou uma vacância de 14,1% dos espaços disponíveis. 

Vale a pena investir no BRCR11?

Qualquer investimento oferece uma série de atrativos e desvantagens, e com o BRCR11 não é diferente. Apesar de não estar oferecendo um alto rendimento mensal no momento (R$ 0,56 no último mês), o BRCR11 possui um valor patrimonial sólido – tanto que é considerado o maior FII da sua categoria. 

A alta liquidez do fundo e a boa confiança que o mercado deposita nele são alguns dos maiores atrativos para o investidor.

🡪 Descubra seu perfil de investidor!

Por reunir as caraterísticas acima e com o mercado imobiliário dando sinais de reaquecimento no Brasil, o BRCR11 é um investimento indicado para investidores de todos os perfis – mas principalmente, para quem está disposto a receber lucros no longo prazo. Vale ressaltar que essa aplicação não é garantida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Encontre as melhores recomendações de investimentos no site da Capital Research!

Recomendados

Investimentos

HGLG11: Guia sobre o Fundo Imobiliário CSHG Logística

HGLG11 é um fundo de investimento imobiliário (FII). Conheça suas regras e o ...

2 anos atrás

Investimentos

IFIX: Entenda o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários

Semelhante ao Ibovespa, indicador aponta o desempenho médio do mercado de fundos de ...

2 anos atrás

Investimentos

XPML11: o que é, características e como investir

Entenda o que é XPML11, como funciona esse fundo imobiliário e quais são suas ...

2 anos atrás