Amortizar financiamentos: o que significa e como fazer

Pensando em amortizar um financiamento e não sabe como planejar essa medida? Tire suas dúvidas com o nosso guia sobre o tema.

Amortizar financiamentos e reduzir a dívida vale a pena? Se você comprou algum bem financiado, é possível que em algum momento tenha feito essa pergunta.

Afinal, se houver uma folga no orçamento ou entrar um dinheiro extra, essa é uma possibilidade a ser avaliada.

Ao longo deste artigo, entenda como funcionam as amortizações, quais são os tipos mais comuns e como é feito o desconto nos juros.

O que significa amortizar financiamentos

Amortizar financiamentos significa pagar parcial ou totalmente o saldo devedor. Quando você financia um carro, um eletrodoméstico ou uma casa, assina um contrato que prevê o pagamento da dívida (a amortização), acrescida de juros e outras despesas.

No caso de um financiamento habitacional, por exemplo, a prestação geralmente é composta por:

  • Valor principal: amortização e juros
  • Encargos acessórios: taxa de administração e seguros.

O juro é o custo do dinheiro, a remuneração que você paga para usar um capital que não é seu. As taxas e seguros são encargos que tornam a operação viável para a instituição financeira.

Ao contratar um financiamento, nas parcelas mensais você já começa a amortizar o saldo devedor, conforme acordado com o banco.  As prestações podem ser fixas ou variáveis, de acordo com o tipo de tabela de financiamento adotada, como veremos a seguir.

Tipos de amortização de financiamentos

Entre os principais tipos de amortização de financiamento, estão as tabelas Price e SAC.

Tabela Price

A Tabela Price, também conhecida como Sistema Francês, calcula os juros de maneira que o valor da prestação seja fixo. É comum em financiamento de carros e eletrodomésticos.

A parcela é constante, mas as amortizações (o valor que você abate efetivamente do saldo devedor) crescem com o passar do tempo.

E por que as prestações se mantêm fixas se a amortização aumenta? Por causa dos juros. À medida que o saldo devedor diminui, o juro sobre ele também cai, então um compensa o outro.

Como o componente de juro é menor a cada mês, paga-se mais amortização para que a parcela se mantenha inalterada.

Tabela SAC

Pela Tabela SAC (Sistema de Amortização Constante), o valor da amortização do saldo devedor é o mesmo do início ao fim do financiamento, mas as prestações são decrescentes por causa dos juros.

Como exemplo, imagine que você faça um financiamento de R$ 10 mil para pagar em 10 vezes. O valor da amortização será de R$ 1 mil por mês.

Entretanto, a parcela será variável porque o juro diminui à medida que o saldo devedor vai sendo pago.  

Assim, o componente juro faz a parcela diminuir. É um tipo de tabela muito comum em financiamentos de longo prazo, como de imóveis

Juros e correção monetária na amortização de financiamentos

Ao aprender mais sobre a amortização de financiamentos e todos os números que você vê no seu extrato, é importante diferenciar taxa de juros de correção monetária. Apesar de serem termos comuns, muitas pessoas não sabem exatamente a diferença entre eles.

Juro é o “pagamento” do empréstimo do dinheiro. Em financiamentos, há dois tipos:

  • Juros compensatórios: que remuneram quem está fazendo o empréstimo
  • Juros de mora: cobrados sobre os atrasos nas prestações.

A correção monetária representa a atualização do dinheiro e é cobrada mensalmente, além dos juros. Pode ser a Taxa Referencial (TR), IPCA, INCC, IGPM, dentre outros índices.

Em um financiamento, pode ser prefixada ou pós-fixada. Se a correção for prefixada, é calculada antecipadamente e adicionada à taxa de juros. Se for pós-fixada, incide mês a mês de acordo com a variação do índice adotado.

Como amortizar financiamentos

Além de pagar as parcelas mensais, você pode fazer amortizações esporádicas ou zerar o saldo devedor antes do prazo.

A principal vantagem da quitação é o desconto nos juros. Mas é preciso atenção às condições de cada contrato para avaliar se compensa. Vamos a algumas dicas:

1. Observe o Custo Efetivo Total

É comum as pessoas observarem apenas a taxa de juros ao avaliar se vale ou não a pena antecipar parcelas de um financiamento.

Mas é preciso observar o Custo Efetivo Total (CET), que inclui juros, seguros, taxa de administração, entre outros encargos. Normalmente o desconto para antecipação vale apenas para os juros – e não para todas as taxas.

2. Considere seus investimentos

Observe também se não é mais vantajoso manter investido o dinheiro que você usaria para antecipar amortizações. Pode ser que os rendimentos sejam superiores à economia que você faria adiantando o pagamento do saldo devedor.

Nesse caso, o CET deve ser comparado à rentabilidade líquida dos seus investimentos.

3. Reduzir parcelas ou o tempo do financiamento?

Se ao analisar a situação, você chegou à conclusão de que vale a pena amortizar o saldo devedor, é hora de decidir se reduz no valor das parcelas ou no prazo do financiamento.

A decisão deve levar em conta, principalmente, seu orçamento familiar. Caso as prestações estejam comprometendo seu planejamento pessoal, vale reduzir no valor mensal, para manter o fluxo em dia. 

Mas se você estiver dando conta das parcelas e contar com algum fôlego financeiro, encurtar o prazo do financiamento é uma alternativa mais vantajosa, já que uma janela temporal menor reduzirá a incidência dos efeitos dos juros.

Gostou do artigo? Descobriu como amortizar financiamentos e por que vale a pena se planejar bem nessa hora? Então compartilhe o conteúdo com seus colegas e amigos nas redes sociais.

Recomendados

Investimentos

TLP: conheça a Taxa de Longo Prazo do BNDES

A TLP, ou Taxa de Longo Prazo, serve como base para o cálculo de financiamentos e ...

3 anos atrás

Investimentos

Sistemas de amortização: conheça os principais e veja como calcular

Os sistemas de amortização afetam o valor a pagar em empréstimos e financiamentos. ...

3 anos atrás

Investimentos

Como investir em imóveis através do SFH

O Sistema Financeiro de Habitação (SFH) é uma das opções de financiamento para ...

2 anos atrás