TJLP: Entenda o que é a Taxa de Juros de Longo Prazo

Você já ouviu falar da TJLP — Taxa de Juros de Longo Prazo? Leia o texto e entenda o que é e como funciona.

TJLP

TJLP é a Taxa de Juros de Longo Prazo usada pelo governo para aplicar em operações feitas pelo BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento). Isso quer dizer se uma empresa pegasse dinheiro emprestado, ela pagaria a TJLP sobre o valor do empréstimo.

Conheça a TJLP — Taxa de Juros de Longo Prazo. Como ela era usada em empréstimos e por que a TJLP foi substituída. Confira!

O que é a TJLP — Taxa de Juros de Longo Prazo

A Taxa de Juros de Longo Prazo era uma maneira de o governo aplicar uma taxa para as operações realizadas através do BNDES. As empresas que fizessem uso dos créditos oferecidos pelo banco pagariam essa taxa sobre esse valor, além de todos os outros encargos que pudessem ser gerados nesta ação.

A TJLP era calculada sobre a estimativa da inflação dos próximos 12 meses o primeiro pagamento do empréstimo. Para isso, eram usadas as metas anuais divulgadas pelo Conselho Monetário Nacional. Ao valor da inflação o BNDES também somava o prêmio de risco de empréstimo que era determinado a partir do tipo de financiamento tomado, o valor do empréstimo e também a capacidade da empresa que pegou este valor em pagá-lo.

Ela tinha validade trimestral e seu cálculo ficava a cargo do Banco Central, que atualizava seu valor antes do primeiro dia útil do trimestre na qual a taxa seria vigente.

Vantagens e desvantagens da TJLP

Conheça as vantagens da TJLP:

  • Juros mais baixos para a empresa tomadora do empréstimo.
  • Juros subsidiados pelo governo.
  • Empréstimos e financiamentos realizados até 31 de dezembro de 2017 realizam o pagamento de suas ações ainda baseadas no valor da taxa.

Já as desvantagens da TJLP:

  • Peso para os cofres públicos.
  • Não estava alinhada aos valores praticados pelo mercado, muitas vezes era bastante inferior.
  • Servia mais aos interesses do governo e não do BNDES, já que seu cálculo era baseado nos valores inflacionados fornecidos pelo governo.

A mudança da TJLP para a TLP em 2017

Criada em 1995, a TJLP durou até 31 de dezembro de 2017, quando deu lugar a TLP, Taxa de Longo Prazo. Assim, a partir de 1 de janeiro de 2018, todas as ações feitas por meio do BNDES terão a TLP como taxa. A TJLP ficará vigente apenas para os antigos empréstimos até o final do seu pagamento.

Essa mudança aconteceu para que se tornasse mais justa a cobrança de juros do banco, arrumando o seu custo de captação e sua própria sustentabilidade. Pois, com essa substituição, passou-se a usar a taxa NTN-B, a mesma dos títulos públicos. Assim, o governo não terá que lidar mais com juros subsidiados como acontecia antes.

Qual a diferença entre TJLP e TLP?

A diferença entre as taxas está na maneira de como foi desenvolvido o cálculo para ambas. Enquanto a TJLP era calculada a cada três meses pelo Conselho Monetário Nacional através do cálculo da meta da inflação acrescentando o prêmio de risco, a TLP tem seu valor apresentado mensalmente pelo Banco Central e seu valor é definido pelo NTN-B acrescido do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Quer entender mais sobre o funcionamento da TJLP e sua sucessora, a TLP?

Assine a newsletter criada pela Capital Research, empresa que busca orientar investidores sobre finanças e negócios em geral de maneira descomplicada. Você também pode entender o que é crowding out e como isso afeta a economia do país ao ler os artigos da Capital Research.

Recomendados

Investimentos

A corretora Rico é confiável? Tudo o que você precisa saber antes de investir

Leia o texto e veja se a corretora Rico é confiável e se é uma boa opção para os ...

3 anos atrás

Investimentos

Auditoria externa: o que é para que serve

A auditoria externa faz uma análise independente das demonstrações financeiras ...

2 anos atrás

Investimentos

Bens inferiores: o que são, principais conceitos e exemplos práticos

Neste artigo, exploramos como são caracterizados os bens inferiores, os desafios de ...

3 anos atrás