Tudo o que você precisa saber sobre Taxa de Performance

Saiba como a Taxa de performance é cobrada sobre os fundos de investimento e também quais são os seus prós e contras.

Ao aplicar em um fundo de investimentos é comum os investidores se depararem com alguns custos envolvidos. Além da taxa de administração, um fundo de investimento pode promover a cobrança da taxa de performance, desde que previsto em seu regulamento. 

A taxa de performance é um percentual cobrado pelo gestor do fundo quando os investimentos superam a expectativa de rentabilidade do índice de referência de mercado ao qual está correlacionado, chamado de benchmark. 

Essa taxa é cobrada sobre uma parcela da rentabilidade do fundo que exceda a variação de um índice, e remunera o gestor pelo bom desempenho do fundo de investimento, caso o objetivo de superar o seu benchmark seja alcançado.

Desse modo, a taxa de performance somente é cobrada do investidor quando a rentabilidade do fundo obtiver resultados que superam a média de mercado, impactando diretamente nos rendimentos. 

Como a taxa de performance é cobrada do investidor

A taxa de performance é cobrada quando o desempenho do fundo supera seu índice de referência, que pode ser o Ibovespa ou qualquer outro definido no regulamento do fundo.

Portanto, a cobrança ocorre apenas quando o fundo atinge uma performance superior ao indicador de mercado, sendo cobrado dos investidores um percentual sobre o excedente dos rendimentos para premiar a empresa gestora ou profissional que gerencia o fundo pelos bons resultados. 

A taxa de performance nos fundos de investimento brasileiros é de 20% e a cobrança é realizada semestralmente e de forma automática pelo fundo. Essa taxa geralmente é cobrada em fundos que possuem uma gestão mais ativa, ou seja, em que o gestor atua estrategicamente para fazer o patrimônio obter rendimentos acima do esperado. 

Um aspecto importante sobre a cobrança da taxa de performance é o entendimento do conceito de linha d’água.

Se um fundo obteve rentabilidade inferior ao do índice de referência em um período anterior, a taxa de performance no período seguinte só poderá ser cobrada após essa diferença ser compensada.

Tipos de fundos que podem cobrar taxa de performance

Confira os tipos de fundos que fazem a cobrança da taxa de performance.

 

Fundos de ações 

Fundos de ações com gestão ativa costumam cobrar uma taxa de administração e de performance. Isso porque, a empresa ou profissional responsável pela gestão do fundo atua ativamente para montar e administrar uma carteira de ações negociadas na bolsa com o objetivo de superar a rentabilidade de um benchmark determinado em regulamento. 

 

Fundos multimercados 

Fundos Multimercados são um tipo de fundo de investimento que possui uma política de aplicação em diversas classes de ativos diferentes. Pelo fato deste tipo de fundo de investimento apresentar uma grande diversificação de aplicações financeiras, geralmente é realizada a cobrança da taxa de administração e, em alguns casos, também a taxa de performance.

 

Fundos cambiais

Fundos cambiais são operados por instituições financeiras ou corretoras de valores que atuam como administradores dos ativos do fundo. Os investimentos em fundos cambiais estão sujeitos à cobrança de taxas de performance e administração que podem impactar a rentabilidade da aplicação.

Prós e contras da Taxa de Performance

Avalie os prós e contras da taxa de performance para decidir em qual fundo de investimento pretende investir, já que a taxa de performance é uma cobrança opcional.

 

Prós

  • Potencialização dos rendimentos;
  • Diversificação de investimentos;
  • Gestão profissional dos ativos. 

 

Contras

  • Riscos elevados;
  • Impacto na rentabilidade;
  • Alto custo.

Agora que você já sabe tudo sobre a taxa de performance, saiba como investir e obter rendimentos acima do esperado acessando gratuitamente o Guia do Investimento da Capital Research.

Recomendados

Investimentos

Ativo gerador de renda: o que é, tipos e como investir

Entenda mais sobre investimentos em ativos geradores de renda como imóveis ou ...

3 anos atrás

Investimentos

Business to business: saiba o que é e seus desafios

Você realmente sabe o que é B2B ou Business to business? Vamos explicar para você ...

3 anos atrás

Investimentos

Ciclo econômico: o que é e como ganhar dinheiro com cada um

É essencial compreender o ciclo econômico para gerir seus investimentos e ganhar ...

2 anos atrás