Por que as empresas têm uma área de RI? Entenda!

Conheça também a atuação do profissional de relacionamento com os investidores.

O departamento de relacionamento com os investidores, também conhecido como RI, foi criado inicialmente para atender às normas dos órgãos reguladores.

Entretanto, muitas empresas de capital aberto encaram esse setor como sendo uma área estratégica na instituição, capaz de trazer bons investidores para o negócio.

Isso porque, o RI mantém uma estreita relação, não apenas com os investidores, mas também com o mercado financeiro em geral. De forma simples, as empresas que conseguem atender melhor os seus investidores, podem ter a preferência na hora de escolher uma ação.

Ficou curioso? Este artigo irá explicar o que é a área de RI, quais os pilares da sua atuação, como o profissional de RI deve atuar e ainda, quais empresas devem ter esse departamento.

O que é a área de RI?

A área de RI (Relações com Investidores), foi uma obrigatoriedade implementada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para todas as empresas de capital aberto. Ela tem a função de facilitar a comunicação entre os investidores, a empresa e o mercado financeiro.

Fica sob responsabilidade da RI, organizar as reuniões públicas com os acionistas e divulgar os resultados financeiros da empresa. Para conseguir desempenhar a sua função, é imprescindível que a RI esteja bem integrada com outras áreas da empresa, como os departamentos financeiro, jurídico e executivo. 

Além de levar informações para o mercado financeiro, cabe à RI garantir que a empresa cumpra todos os requisitos regulamentares e a ilegalidade de discutir certos aspectos da organização. 

Entretanto, nem todas as empresas possuem bons departamentos de relação com os investidores. Neste caso, o investidor ou o analista sempre podem tomar a iniciativa e entrar em contato com a empresa em busca de mais informações. 

Eles podem também contactar os órgãos reguladores, caso perceber que o RI de alguma empresa não esteja desempenhando a sua função apropriadamente.

Quais são os pilares da atuação do RI?

Ter uma área de RI é obrigatório para todas as empresas que negociam as suas ações na bolsa de valores. Entretanto, nem todas as empresas vão além da obrigatoriedade de se ter um RI. Elas conseguem reconhecer este setor como sendo uma área estratégica e capaz de trazer muitos investimentos. 

Para o seu bom funcionamento, é importante que o diretor do RI trabalhe em torno dos quatro pilares do RI. A seguir falaremos de cada um deles.

 

Compliance

Sem dúvida alguma, o primeiro pilar que deve ser observado pela área de RI de uma empresa é em relação às obrigações legais. No caso das empresas que estão no Brasil, cabe à CVM a regulamentação e fiscalização do cumprimento das obrigatoriedades.

Caberá também à área de relacionamento com os investidores para garantir que os princípios de governança corporativa sejam todos implementados. Não importando se eles são apenas práticas recomendadas ou determinações específicas.

 

Comunicação

A comunicação é uma das principais funções de que o departamento de relação com o investidor possui. Caberá a ele divulgar informações essenciais, como os resultados obtidos pela empresa em determinados períodos.

Entretanto, não há necessidade de se ater somente ao básico, e informações adicionais também podem ser divulgadas. 

É importante lembrar ainda que quanto mais informação o investidor tem sobre a empresa, maior também será a confiança em investir nela. 

 

Inteligência de Mercado

Outro papel que deve ser desempenhado pela RI da empresa é a coleta informações dos acionistas, em termos de visão que eles têm da empresa, e mais especificamente da RI. Os profissionais que trabalham nesta área também devem ser capazes de:

  • Conseguir coletar informações sobre a concorrência;
  • Fazer pesquisas com os acionistas para entender melhor o perfil deles;
  • Identificar as possíveis falhas do RI.

Uma vez com essas informações em mãos, fica mais fácil tomar melhores decisões gerenciais que poderão impactar a empresa e como ela é vista pelo mercado financeiro.

 

Feedback

Além de levar informações para fora da empresa, a RI também deve ser capaz de dar o feedback para as áreas internas da empresa. Quando essa comunicação é boa, melhores decisões estratégias poderão ser tomadas e a empresa se beneficia como um todo.

Como é a atuação de um profissional de RI? 

O profissional que atua na área de RI irá representar a empresa diante dos investidores e do mercado financeiro, sendo uma espécie de porta-voz da empresa. Ele será o responsável por aproximar as duas partes dessa relação, sempre mantendo uma boa comunicação. 

Como os profissionais que atuam na RI terão acesso a diversas informações sigilosas e privilegiadas, certamente este é um cargo de confiança nas organizações. Além disso, o profissional também deve ter excelente capacidade de comunicação e ter, no mínimo, o domínio do inglês.

Atualmente existem cursos no mercado financeiro de preparação para estes profissionais, como é o caso da Certificação do Profissional de Relações de Investimento, promovido pelo Instituto Brasileiro de Relações com os Investidores (IBRI).

Quais empresas precisam ter uma área de RI?

Todas as empresas de capital aberto obrigatoriamente precisam ter uma área de RI. Aliás, essa é uma exigência da CVM para que a empresa possa comercializar as suas ações na bolsa de valores. 

A área deve começar durante o processo de IPO (Initial Public Offering), ou seja, durante a fase inicial de oferta pública de ações. Afinal de contas, já neste período é possível atrair bons investidores para o seu negócio. Portanto, deve ser encarada como uma área estratégica dentro de qualquer empresa.

Para concluir, empresas que valorizam a atuação da área de relacionamento com os investidores têm maiores chances de atrair bons investimentos. Além disso, podem ter a preferência na hora da escolha por ativos. 

Obtenha mais dicas do mercado financeiro e de como investir melhor o seu dinheiro, acompanhe o blog do Capital Research. Além disso, adquirindo um dos nossos planos você terá acesso a conteúdos exclusivos, assessoria para investimentos e cursos gratuitos.

Recomendados

Investimentos

Capital social: o que é e como definir na empresa

O capital social é o valor formalizado para a abertura da empresa. Veja como ...

3 anos atrás

Investimentos

Back office: importância na empresa e em investimentos

Back office é um importante departamento em empresas e também um cargo atualmente ...

2 anos atrás

Investimentos

Auditoria externa: o que é para que serve

A auditoria externa faz uma análise independente das demonstrações financeiras ...

2 anos atrás