Renda passiva: o que é e quais são suas principais fontes

A renda passiva representa rendimentos obtidos sem esforço, fazendo o dinheiro trabalhar por você. Confira dicas para gerar.

Ter uma fonte de renda passiva é o sonho de muitas pessoas. Não depender unicamente do trabalho para ganhar dinheiro pode parecer uma realidade distante, mas é muito mais próxima do que você imagina.

Com as estratégias certas e boa disciplina, é possível fazer o dinheiro trabalhar por você e obter bons resultados. 

Quer saber como fazer isso? Então, acompanhe este conteúdo para saber o que é renda passiva e de que maneira você pode ganhar com ela.

O que é renda passiva?

A renda passiva é uma forma de obter recursos financeiros “sem trabalhar” por eles de maneira direta. Ou seja, é ter ganhos com o resultado de investimentos, como acontece em ativos imobiliários, aplicações financeiras e outros.

Ao receber um aluguel de uma casa, por exemplo, você está sendo remunerado com uma renda passiva. Isso quer dizer que houve um investimento inicial – neste caso, a compra do imóvel – e a aplicação dos recursos está rendendo dinheiro para o investidor.

Além da renda obtida com aluguel, a principal maneira para ter uma fonte de renda passiva é através do trabalho dos juros compostos. Por eles, há a rentabilização do capital inicialmente aplicado, somado aos juros que vão se acumulando ao longo do investimento.

Esse é famoso trabalho dos “juros sobre juros” que, especialmente no longo prazo, fazem o dinheiro investido render bastante.

 

Diferenças entre renda passiva e renda ativa

Apesar de ser o desejo de muitas pessoas, a renda passiva ainda é menos comum do que a renda ativa. Você, provavelmente, tem alguma fonte de renda ativa. Quer ver?

A modalidade consiste na venda da força de trabalho em troca de salário, comissões ou outros pagamentos. Assim, o trabalhador deve se manter ativo para continuar recebendo a fonte ativa. Se ele parar suas atividades, a fonte se esgota.

Em contrapartida, a renda passiva não depende da força de trabalho do seu recebedor. O próprio investimento se rentabiliza e gera dinheiro para aquele que investiu.

Vantagens da renda passiva

Depois de entender o que é renda passiva, veja as principais razões para buscar a sua:

  • Independe do trabalho contínuo do investidor, da sua formação ou mercado de trabalho
  • Juros sobre juros: o dinheiro trabalhando sozinho
  • Pode ser obtida de qualquer lugar do mundo
  • Possibilidade de se tornar uma renda vitalícia
  • Mais dinheiro no seu bolso para reinvestir ou gastar.

Fontes de renda passiva

Além de ser vantajosa, a renda passiva ainda pode ser obtida por diferentes fontes. Veja, então, algumas das principais maneiras de receber dinheiro sem depender do trabalho:

 

Aluguel de imóveis

Talvez uma das formas mais tradicionais de fonte passiva seja a locação de imóveis. Para ser remunerado, o investidor deve possuir galpão, loja, apartamento ou outra construção e alugá-la. Vale a pena considerar o investimento inicial dessa fonte (a compra do imóvel) e o retorno sobre ele (o aluguel) para ver se a rentabilidade compensa.

 

Infoprodutos

Outra maneira de receber dinheiro de maneira passiva é através da venda de produtos digitais. Os chamados infoprodutos podem ser cursos, livros ou outros materiais.

Geralmente, a renda se dá pela criação destes conteúdos (o investimento) e sua venda (os rendimentos). Mas, também é possível se tornar um afiliado, por exemplo, e promover a comercialização do produto. Nesse caso, a renda passiva é obtida com a comissão sobre as vendas realizadas após a divulgação.

 

Investimentos

Por fim, existem muitas formas de obter uma renda passiva com aplicações financeiras. Ao comprar e vender ativos, o investidor é remunerado com juros ou dividendos, por exemplo.

Existem investimentos em renda fixa e variável, com diferentes taxas de rentabilidade e prazos para resgate. Assim, você pode investir de acordo com seu perfil em ativos mais ou menos arriscados. Além disso, pode começar a investir com a quantia de dinheiro que desejar.

Como investir para gerar renda passiva

Os primeiros pontos que você deve considerar para gerar uma renda passiva são:

  • O quanto pode investir?
  • O quanto deseja receber em retorno?
  • Qual o nível de risco está disposto a correr?
  • Em quanto tempo espera ter o resultado desejado?

Essas respostas serão fundamentais para que você descubra qual o tipo de investimento vai proporcionar o retorno desejado.

Investidores mais conservadores e com poucos recursos iniciais podem aplicar dinheiro em renda fixa, por exemplo. Os títulos públicos podem ser comprados por valores a partir de R$ 30 e com o pagamento de juros acima da inflação.

Já pessoas com perfil moderado e com um pouco mais de capital disponível conseguem se aventurar em modalidades mais rentáveis. Assim, elas podem optar por fundos de investimento e comprar cotas em formatos como FIIs, fundos cambiais ou DI.

Por fim, investidores arrojados têm uma série de aplicações financeiras com boas taxas de rentabilidade e que podem se tornar sua fonte passiva de dinheiro. Ações, câmbio, contratos futuros e outros são opções para a sua carteira de investimentos.

Aqui, na Capital Research, a gente dá orientações específicas sobre cada uma dessas modalidades. Conheça as nossas carteiras recomendadas e tenha acesso a análises exclusivas!

Recomendados

Investimentos

Viver de renda é possível com os melhores investimentos

Quer viver de renda? Conheça opções de investimentos que atendem a esse objetivo e ...

2 anos atrás

Investimentos

Investidor: saiba o que são dividendos e como recebê-los

Se você investe em ações, vale a pena conhecer a modalidade de investimento em ...

2 anos atrás

Investimentos

Empresas que mais pagam dividendos: quais são os tipos e como investir

Saiba como identificar as empresas que mais pagam ...

2 anos atrás