Planejamento pessoal: saiba como fazer um e alcance seus objetivos

Confira o passo a passo de como construir um bom planejamento pessoal.

Essencial para qualquer cidadão, o planejamento pessoal é uma forma de definir e organizar metas e objetivos, direcionando os esforços em prol de sua realização. Serve para traçar estratégias, recursos e prazos para que cada propósito seja concretizado.

Prevenindo-se para o futuro, é possível ter mais controle sobre eventuais problemas que possam vir a acontecer sem ou com aviso prévio. Deixar que as coisas aconteçam sem planejamento, aumentam as chances de tomadas de decisões ruins e consequentemente o surgimento de problemas.

Se você ainda não tem um planejamento pessoal, fique tranquilo. Neste artigo, vamos mostrar um passo a passo de como fazer um planejamento pessoal, incluindo é claro, os seus investimentos. Confira!

Para quais objetivos fazer um planejamento pessoal?

Você pode fazer um planejamento pessoal para diversas finalidades: guardar dinheiro, viajar, comprar a casa própria, um carro novo, ter mais qualidade de vida, entre outras diversos objetivos.

Ter um planejamento permite que você tenha artifícios para contornar os empecilhos que forem surgindo ao longo do caminho. Problemas todo mundo tem, a diferença é que alguns antecipam-se a eles pensando previamente nas soluções. O planejamento pessoal deixa o caminho pronto para que as soluções sejam encontradas de forma mais fácil, prática e sem afetar os planos do futuro.

Como fazer um bom planejamento pessoal?

Para te ajudar a organizar sua vida, vamos elaborar um passo a passo para que você consiga fazer seu planejamento pessoal.

  • Defina suas metas de forma realista: as metas vão ajudar você a enxergar quais são suas prioridades para o futuro e o esforço que precisa fazer para atingi-las. Defina seus alvos de forma realista, traçando estratégias, destinando recursos e estabelecendo prazos para realizá-las. Planeje uma realidade que seja possível de ser alcançada com os recursos que dispõe e dentro do período pretendido. Sonhe, mas com os pés no chão.
  • Organize-se: depois de estipular suas metas, pense o que você precisa fazer para atingi-las e organize-se para ter controle sobre suas ações. Uma ótima sugestão é utilizar planilhas ou aplicativos de gestão e metas, que ajudarão você a ter mais clareza sobre o que já foi feito e o que ainda será necessário fazer para chegar onde pretende.
  • Melhore o que está ruim: um passo importante é identificar o que precisa mudar para alcançar seus objetivos. Não adianta estabelecer como meta guardar R$ 10 mil neste ano e continuar gastando todo o seu salário. Essa virada de chave deve acontecer em relação a todos os seus autossabotadores, por isso, trabalhe com inteligência, resiliência e afinco para eliminar suas influências negativas.
  • Monitore seus indicadores: acompanhe os indicadores e veja se os prazos e objetivos atuais estão evoluindo. E essas definições podem ser revistas a todo momento, de acordo com a necessidade identificada.
  • Tenha foco e motive-se: seu sucesso depende inteiramente do seu comprometimento e por isso é necessário estar 100% concentrado em realizar o seu plano pessoal. Da mesma maneira que é preciso ter foco, é fundamental motivar-se diariamente e manter-se conectado aos motivos que te fizeram definir suas metas. Com certeza se colocou estes alvos como prioridades é porque eles verdadeiramente são muito importantes para você.

Passo

O que fazer?

1 – Defina suas metas de forma realista

Defina seus alvos de forma realista, traçando estratégias, destinando recursos e estabelecendo prazos para realizá-las.

2 – Organize-se

Pense o que você precisa fazer para atingir suas metas e organize-se para ter controle sobre suas ações.

3 – Melhore o que está ruim

Identificar o que precisa mudar para alcançar seus objetivos. Essa virada de chave deve acontecer em relação a todos os seus autossabotadores.

4 – Monitore seu desempenho

Seu sucesso depende inteiramente do seu comprometimento e por isso é necessário estar 100% concentrado em realizar o seu plano pessoal. Evite distrações e mantenha-se firme e forte no seu objetivo.

 

5 – Tenha foco e Motive-se

É fundamental motivar-se diariamente e manter-se conectado aos motivos que te fizeram definir suas metas. Com certeza se colocou estes alvos como prioridades é porque eles verdadeiramente são muito importantes para você.

 

Como usar o planejamento pessoal nos seus investimentos?

  • Estabeleça seus objetivos: defina metas para seus investimentos. O que você quer? Comprar a casa própria? Abrir sua empresa? Se aposentar mais cedo? Tudo isso te dará um direcionamento maior e mostrará de que forma você deve organizar seus investimentos.
  • Organize sua situação financeira atual: esteja ciente de quanto você tem disponível para investir e organize seu orçamento pessoal para atingir seus objetivos. Uma vida financeira tranquila não depende apenas de quanto você ganha de salário ou de rendimentos em suas aplicações, mas sim de bons hábitos financeiros cultivados ao longo do tempo. O seu perfil determinará a quantidade de risco que você está disposto a assumir.
  • Verifique os indicadores: monitore seus investimentos ao longo do tempo e verifique se estão funcionando conforme com seus objetivos. Se não, mude a estratégias e analise o que está dando errado, corrigindo os possíveis erros em seus investimentos. Entenda que, se as circunstâncias forem favoráveis, você pode aumentar seus investimentos para conseguir maiores resultados e atingir mais rapidamente seus objetivos.
  • Tenha foco: em quanto tempo você quer alcançar seus objetivos financeiros? Se você estiver interessado em construir riqueza devagar, verifique como estão os investimentos que geram um retorno mais lento ao longo do tempo e não arrisque seu dinheiro para ter mais retorno imediatamente. Se você está interessado em obter um grande retorno no seu investimento rapidamente, trabalhe para isso da forma correta.

Gostou do conteúdo? Se inscreva na newsletter da Capital Research para receber, todos os dias, novidades sobre o mercado financeiro.

Recomendados

Investimentos

Anbima: entenda o papel dessa associação reguladora do mercado financeiro

Saiba mais sobre o que é a Anbima, entendendo seu papel regulador do mercado e ...

3 anos atrás

Investimentos

ADR: o que é, como funciona e as vantagens de se investir

Entenda o que é American Depositary Receipt (ADR), como funciona, quais as ...

3 anos atrás

Investimentos

Entenda o que é uma carteira de investimentos e como montar a sua

Construa seu perfil de investidor para descobrir qual estrátegia se encaixa melhor e ...

3 anos atrás