Payback simples: o que é e como calcular

O payback simples permite avaliar o prazo de retorno de investimentos de forma simplificada. Veja como calcular esse indicador.

O payback simples é um dos indicadores financeiros mais conhecidos para analisar o prazo de retorno de investimentos. Muito utilizado por gestores e empreendedores, ele orienta sobre a atratividade e viabilidade econômica dos mais diversos projetos e aplicações. 

Além de sua versão simplificada, há também uma fórmula para o payback descontado, que oferece resultados mais precisos por considerar o valor do dinheiro no tempo — e não apenas os valores nominais. Neste artigo, vamos entender como calcular o payback simples, suas vantagens e limitações

Continue lendo e acrescente esse indicador às suas análises.

O que é payback simples

Payback simples é um indicador financeiro que revela o tempo necessário para recuperar o custo de um investimento. Ou seja: equivale ao prazo de retorno do investimento, ou quanto tempo ele leva para “se pagar”, na linguagem popular. 

O cálculo do payback é usado por gestores de empresas, empreendedores e também investidores que desejam avaliar a viabilidade e potencial de retorno de aplicações. Para todas as áreas, é um indicador essencial para entender se vale a pena investir em um ativo ou projeto — e quanto tempo levará para recuperar o valor inicial investido.

 

Payback simples x payback descontado

Enquanto o payback simples não considera o valor do dinheiro no tempo, o payback descontado é um indicador mais complexo, que usa os valores descontados para o presente por meio de uma taxa de juros. Normalmente, o payback descontado é calculado a partir da Taxa Mínima de Atratividade (TMA), que pode ser a taxa de juros básica do mercado ou outro indicador que represente a rentabilidade mínima esperada. 

Logo, você pode utilizar o payback simples para fazer o cálculo com os valores nominais ou dar um passo além e usar o payback descontado com os valores atualizados. Com o segundo indicador, o tempo de retorno será um pouco maior do que na conta simplificada.

Como calcular payback simples

O cálculo do payback simples é feito a partir da seguinte fórmula:

Payback = investimento inicial / ganhos no período

Ao obter o resultado, fica fácil avaliar o grau de atratividade do investimento. Lembrando que quanto maior for o tempo de recuperação do valor inicial, maior será o risco. 

Embora a fórmula seja muito fácil de aplicar, ela tem suas limitações e deve ser combinada a outros indicadores para a análise de investimentos e projetos. Além de calcular o payback simples, é importante complementar sua avaliação com os indicadores abaixo:

  • ROI (Retorno sobre Investimento): retorno sobre o investimento inicial em porcentagem
  • VPL (Valor Presente Líquido): valor acumulado do fluxo de caixa, usado para o cálculo do payback descontado
  • TIR (Taxa Interna de Retorno): taxa de juros para a qual o VPL equivale a zero.

Exemplos de payback simples 

Para entender como funciona o payback simples na prática, vamos acompanhar alguns exemplos de aplicação do cálculo.

Veja três situações em que o indicador pode ser usado.

 

Investimento em automação de processos

Uma empresa de serviços está considerando investir em um sistema digital para automação de processos. No caso, o projeto para implementação da solução custaria R$ 50 mil, e a empresa espera economizar R$ 20 mil ao ano com a redução de custos de retrabalho, tarefas manuais e erros humanos. 

Aplicando a fórmula do payback simples, temos R$ 50 mil divididos por R$ 20 mil, resultando em 2 anos e meio de prazo para o retorno do investimento. No caso, seria um investimento interessante em uma fase de expansão do negócio, desde que o prazo se encaixe nas projeções de caixa da empresa. 

 

Investimento em equipamentos

Uma fábrica de eletrodomésticos pretende investir em um equipamento que pode reduzir o custo de produção em 20%, mas a diretoria exige retorno em um ano. O custo da máquina avaliada pela equipe é R$ 1,5 milhão e a empresa gasta atualmente R$ 500 mil ao mês na produção.

Logo, a economia mensal com o novo equipamento seria de R$ 100 mil no fluxo de caixa, resultando em um payback simples de 15 meses. Nesse caso, a equipe terá que buscar um equipamento mais barato ou que ofereça uma economia maior, pois o payback excede em dois meses o prazo exigido pela gestão. 

Entendeu como funciona o payback simples e sua utilidade na análise de investimentos? Mas lembre-se: um único indicador não fornece todas as informações sobre risco e atratividade de um investimento, e deve ser combinado com outros indicadores e critérios de avaliação. 

Para se aprofundar nos diferentes métodos de análise, acompanhe os conteúdos exclusivos da Capital Research e assine a newsletter para receber as melhores recomendações de ações, fundos imobiliários e títulos de renda fixa. 

Recomendados

Investimentos

Payback descontado: o que é, cálculo e aplicações

O payback descontado estima o retorno de um investimento descontando o fluxo de ...

3 anos atrás

Investimentos

5 melhores podcasts para ouvir e aprender mais sobre negócios

Na Era dos Podcasts não faltam opções para quem está buscando dicas sobre ...

2 anos atrás

Investimentos

Anbima: entenda o papel dessa associação reguladora do mercado financeiro

Saiba mais sobre o que é a Anbima, entendendo seu papel regulador do mercado e ...

3 anos atrás