LFT: quer saber tudo e se vale a pena investir?

Simples e seguro. Investir no Tesouro Nacional por meio de um título de renda fixa está ao alcance de todos e é totalmente digital.

São três as modalidades oferecidas: pós-fixada (LFT /Tesouro Selic), prefixada (Tesouro Prefixado) e indexada ao IPCA (Tesouro IPCA). Estes títulos são resgatados assim que solicitado e são considerados os mais seguros do país, pois o pagamento é 100% garantido pelo Tesouro Nacional.           

 

O que é LFT (Letra Financeira do Tesouro)?

O título da Letra Financeira do Tesouro, também conhecida pela sua sigla LFT, hoje é chamado de Tesouro Selic. Esta aplicação é pós-fixada, considerada uma aplicação de curto prazo e a sua rentabilidade é vinculada à Taxa Selic, que é a taxa básica de juros pela qual o Banco Central (BC) controla a inflação. A Taxa Selic é definida pelo Comitê de Política Monetária do BC (Copom) que realiza reuniões a cada 45 dias.

Acompanhar as mudanças no cenário econômico nacional é obrigatório para entender as variações na taxa básica de juros. E mesmo em um cenário com queda da taxa de juros, o investimento em LFT/Tesouro Selic ainda pode ser atrativo conforme os seus objetivos.

 

Como funciona a LFT?

O LFT/Tesouro Selic como é atrelado à Taxa básica de juros tem a sua rentabilidade calculada conforme a variação da taxa. Quanto maior estiver a Selic maior será a remuneração, por outro lado quanto menor estiver a Selic menor será o valor recebido.

No entanto, é preciso se atentar que a Taxa Selic utilizada para o cálculo do investimento não é a Taxa Selic Meta (a taxa definida pelo Copom), mas sim a Taxa Selic Over, com apuração diária. É possível acompanhar pelo site do Banco Central a Selic diária (over) pela qual o LFT/Tesouro Selic é computado com um pequeno desconto do ‘fator diário’ sobre a Selic Meta.

Como nesta aplicação os juros não são prefixados, a flutuação do mercado financeiro não influencia tanto nos rendimentos. Dessa maneira o investimento é ideal para quem pretende fazer reservas de emergência, pelo fato de o título poder ser resgatado antecipadamente e sem perdas. É garantido pelo Tesouro Direto que mesmo em caso de resgate antecipado o dinheiro recebido será maior do que foi inicialmente aplicado. Entretanto, o investimento é mais recomendado para quem pode deixar o dinheiro até a data de vencimento, sendo que não paga juros semestrais.

Já os valores dos impostos envolvidos nesta aplicação podem variar conforme o período em que o resgate seja feito. O único imposto fixo é Taxa de Custódia cobrada pela BM&F Bovespa de 0,30% anual sobre o valor das aplicações.

Quanto ao imposto variável é importante lembrar que sobre investimento em renda fixa incide cobrança de Imposto de Renda. Porém, a tabela aplicada respeita uma alíquota regressiva variável ao período da aplicação.

O Imposto de Renda retido da aplicação será de:

  • 22,5% com até 180 dias da aplicação;
               
  • 20% entre 181 e 360 dias da aplicação;
               
  • 17,5% entre 361 e 720 dias da aplicação;
               
  • 15% quando a aplicação supera 720 dias.

Para aplicações resgatadas antes de 30 dias, é cobrado IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) e também é necessário se atentar se a instituição financeira escolhida para realizar a aplicação cobra ou não algum valor de taxa de administração.

 

Vantagens e desvantagens.

As vantagens e desvantagens do investimento se relacionam com a sua característica mais moderada de aplicação, não apresentando grandes desvantagens.

Entre as vantagens de investir em LFT/Tesouro Selic estão:

– Momento de alta da Taxa Selic a remuneração sobe;

– Investimento acessível: baixo valor para começar a investir;

– Maneira fácil de aplicação para novos investidores;

– Aplicação feita 100% online;

– Investimento seguro garantido pelo Tesouro Nacional;

– Considerada a aplicação de menor risco do mercado;

– Liquidez diária (resgate de valor quando solicitado).

 

Entres as desvantagens de investir em LFT/Tesouro Selic estão:

– Momento de baixa da Taxa Selic a remuneração cai;

– Taxa de custódia (0,30% anual);

– Incidência de Imposto de Renda, ainda que regressivo;

– IOF(Imposto Sobre Operações Financeiras) para resgates inferiores a 30 dias;

– Possível cobrança de taxa de administração (avaliar junto à corretora se existe a cobrança).

 

Como faço para investir na LFT?

Para investir na Letra Financeira do Tesouro/Tesouro Selic é necessário ter uma conta bancária (corrente ou poupança), se cadastrar nos bancos e corretoras habilitados que podem ser encontrados pelo site do Tesouro Direto, transferir o valor que se queira aplicar da conta bancária para a conta aberta na instituição financeira escolhida e, por fim, aplicar o valor pela plataforma oferecida pela instituição de cadastro ou pelo aplicativo oficial do Tesouro Direto.

O valor para iniciar o investimento em LFT/Tesouro Selic é de pouco mais de R$100,00 (cem reais). Tudo feito online de forma prática e segura. Este é um bom caminho tanto para quem quer começar a investir em títulos públicos quanto para quem quer poupar com garantias, sem abdicar de poder resgatar o dinheiro a qualquer momento sem perder rentabilidade. Lembrando: é fundamental estar atento às variações da Taxa Selic, pois o seu rendimento irá variar conforme a variação da taxa.

No site oficial do Tesouro Direto é disponibilizada uma ferramenta na qual o investidor pode simular as aplicações que deseja fazer em títulos públicos e decidir qual deles é mais indicado para o seu perfil. Entre as opções de simulação está a da Letra Financeira do Tesouro/Tesouro Selic.

Com essas informações sobre o Tesouro Selic, antes chamada de LFT, agora você pode começar a investir em títulos públicos e avaliar se este investimento é o ideal para os seus projetos.

 

Gostou do conteúdo? Então se inscreva na newsletter da Capital Research e receba, diariamente, informações relevantes para os seus investimentos.

Recomendados

Investimentos

Análise de custos: o que é, para que serve e como fazer

Entenda a importância, quais os métodos mais utilizados e de que forma a análise ...

3 anos atrás

Investimentos

Bacen: entenda o que é e como essa instituição afeta seus investimentos

O Bacen é uma instituição do sistema financeiro responsável por controlar a ...

3 anos atrás

Investimentos

Aprenda já a calcular juros de empréstimo

Entenda um pouco mais sobre Juros Simples e Juros Compostos e veja como realizar o ...

3 anos atrás