KNRI11: saiba tudo para investir certo neste Fundo Imobiliário

Fundo gerido por um dos braços do Banco Itaú, ele é composto por 19 imóveis no RJ, SP e em MG

Entre tantas opções de Ativos que a bolsa brasileira, a B3, tem a oferecer, os Fundos Imobiliários se destacam como uma das melhores formas de diversificar a carteira de investimentos. Também chamados de FIIs, eles reúnem características que atraem, tanto o investidor mais arrojado quanto àquele de perfil mais conservador. 

São acessíveis, possuem gestão profissional e oferecem boa rentabilidade.

Por reunirem os recursos de diversos investidores, os Fundos Imobiliários permitem que as pessoas entrem em aplicações que, sozinhas, teriam mais dificuldade em acessar. Como a relação de Fundos Imobiliários disponíveis na B3 é extensa (confira os FIIs listados clicando aqui), uma boa dica para quem está escolhendo sua aplicação é acompanhar o IFIX.

O IFIX é o índice que mede a performance dos melhores Fundos Imobiliários da Bolsa de Valores brasileira, selecionados de acordo com o valor total de mercado e a liquidez que oferece aos cotistas. Entre os destaques atuais do IFIX, com mais de 170 mil cotistas, e um patrimônio líquido superior a R$ 3,5 bilhões e rentabilidade de 30% em 2019, está o Fundo Kinea Renda Imobiliária – o KNRI11.

O que é KNRI11 – Kinea Renda Imobiliária?

O Kinea Renda Imobiliária é um dos Fundos Imobiliários mais negociados na B3 – seu código de venda é o KNRI11. Gerido pela Kinea, ele é o braço de investimentos do Banco Itaú, onde atua na exploração de aluguéis de imóveis comerciais de qualidade, gerando assim, uma renda mensal que distribui a seus acionistas, com o dinheiro oriundo desses aluguéis. A valorização do KNRI11 nos últimos 12 meses foi de 7,10%.

Criado em 2010, o KNRI11 atualmente é composto por 19 propriedades situadas em três estados: São Paulo (onde está a maioria dos imóveis), Minas Gerais e Rio de Janeiro. São 10 edifícios corporativos e 9 galpões de distribuição logística que rendem 85 contratos de locação com mais de 50 inquilinos. 

É um FII que apresenta rentabilidade positiva desde a oferta inicial, gerando renda mensal – isenta de Imposto de Renda – para investidores de variados perfis.

Como funciona o Kinea Renda Imobiliária

Com propriedade sobre empreendimentos imobiliários localizados em regiões importantes no país, o KNRI11 distribui renda mensal com o dinheiro do aluguel desde imóveis.

Seus gestores mapeiam no mercado as oportunidades de imóveis para aquisição, seguindo uma série requisitos como localização, tipo e potencial de retorno. Integram à carteira do fundo os espaços escolhidos. Ocasionalmente, a gestão também pode optar por desfazer-se de alguns imóveis.

Confira as principais características do Fundo Imobiliário KNRI11 (em março de 2020):

Gestor: Kinea Investimentos, empresa do Banco Itaú

Tipo do Fundo: Tijolo/Híbrido

Início: 2010

Número de cotas: 23.600.802

Número de cotistas: 170.075

Patrimônio Líquido: R$ 3,56 bilhões

Patrimônio Físico: 10 edifícios comerciais e 9 centros logísticos no RJ, SP, MG

Taxa de Administração: 1,25% ao ano

Taxa de Performance: não cobra

Cotação atual (valor de uma cota): R$ 163,00

Último rendimento: R$ 0,74

Como investir no KNRI11

Adquirir cotas do KNRI11 requer o mesmo procedimento de qualquer investimento a ser feito na B3: abrir conta em uma instituição financeira autorizada a operar na bolsa.

Uma vez que já tenha selecionado o banco ou corretora de valores, o investidor precisa transferir para a conta aberta,os recursos que deseja destinar à aplicação no KNRI11.

Todo esse processo é feito pelo Home Broker, a plataforma de acesso à B3 que a instituição financeira escolhida fornece. Dentro do Home Broker, basta digitar o código do Fundo, selecionar o número de cotas e enviar a ordem de compra. 

O KNRI11 é considerado um Fundo de gestão competente e com histórico positivo, porém, não imune a riscos. A inadimplência dos inquilinos e o risco de crédito, comuns a qualquer Fundo Imobiliário do tipo, são os maiores. 

Vale a pena investir no KNRI11?

Tanto para os investidores de perfil Conservador ou Moderado quanto para os mais Arrojados, o KNRI11 representa uma boa diversificação na carteira de investimentos. Os pagamentos mensais atuais aos investidores (R$ 0,74 por cota) estão seguindo de perto o IFIX e há a expectativa de que ultrapassem o índice. Ainda assim, o Fundo está abaixo do seu valor máximo de mercado – atingido em 2012.

Outro fator de destaque é a baixa vacância dos imóveis, atualmente em pouco mais de 5%. Isso significa que apenas 5% do espaço total dos imóveis (750.800 m²) não está sendo alugado atualmente, revelando um alto índice de ocupação. Um sinal de que a gestão preocupa-se em administrar com eficiência o Fundo e o investidor pode acompanhar sua evolução sem grandes preocupações.

Encontre as melhores recomendações de investimentos no site da Capital Research!

Recomendados

Investimentos

BCFF11: tudo sobre o fundo imobiliário do banco BTG Pactual

BCFF11 é um fundo de investimento imobiliário do banco BTG Pactual. Conheça ...

2 anos atrás

Investimentos

XPLG11: Tudo para você avaliar o FII XP LOG

Já conhece o fundo de investimento imobiliário XPLG11? Preparamos um guia com tudo ...

2 anos atrás

Investimentos

IRDM11: o que é, dividendos e como investir

O IRDM11 é um fundo imobiliário do tipo papel. Descubra quais são suas ...

2 anos atrás