Investir em opções: como funciona esse mercado

Investir em opções é uma alternativa para quem deseja proteger o patrimônio ou potencializar lucros. Entenda como funciona.

Investir em opções de ações é uma alternativa para quem já tem experiência na bolsa de valores e procura maneiras de potencializar seus lucros ou proteger o próprio patrimônio.

Ao investir em opções, você não negocia as ações efetivamente, mas contratos que dão direito a comprar ou vender esses ativos.

Neste artigo, você vai entender como funciona esse mercado na prática e vai entender quais cuidados tomar ao investir em opções. 

O que significa investir em opções

Investir em opções, como o próprio nome sugere, significa negociar contratos que dão a opção de comprar ou vender uma ação no futuro, a um preço pré-definido. 

As opções são chamadas de derivativos, porque seus preços derivam de outro ativo, chamado de ativo-objeto. No caso das opções de ações, os ativos-objetos são as ações.

Existem basicamente duas maneiras principais de investir em opções: para potencializar os lucros da sua carteira ou para protegê-la contra quedas, o que é conhecido como hedge no mercado financeiro. 

Para entender como isso funciona, é preciso conhecer as quatro alternativas de investimento em opções:

  • Comprar uma opção de compra (call)
  • Comprar uma opção de venda (put)
  • Vender uma opção de compra (call)
  • Vender uma opção de venda (put)

Quem compra uma opção de venda ou de compra é chamado de titular. Enquanto quem vende uma opção de compra ou de venda é chamado de lançador

Na negociação, o titular e o lançador não negociam o ativo propriamente, mas um contrato que dá opção de compra ou venda do ativo, a um valor que é conhecido como prêmio.

Enquanto o titular pode escolher entre exercer ou não a opção, o lançador é obrigado, caso o titular exerça o direito que a opção lhe garante.

Mas como isso funciona na prática?

Imagine, por exemplo, que você esteja otimista com as ações da Petrobras para os próximos três meses, e decida comprar uma opção de compra (call) das ações ao preço de R$ 40, enquanto elas são negociadas a R$ 35 hoje. Por esse direito, você paga um prêmio equivalente ao número de ações.

Transcorridos os três meses, as ações da Petrobras explodiram, e agora são negociadas a R$ 50 no mercado. Mas você pagou um prêmio que lhe garante o direito a comprar essas ações por R$ 40. Nesse caso, você terá um lucro de R$ 10 em cada ação, caso deseje efetuar a compra e depois liquidar a posição. Você também pode vender essas opções ao mercado antes e lucrar sem precisar exercer a opção.

Já a opção de venda (put) é mais utilizada por quem deseja proteger a própria carteira, ou quer apostar na queda do preço de um ativo. Nesse caso, você paga um prêmio pelo direito de vender o ativo no futuro ao preço definido agora.

Novamente com o exemplo da Petrobras, suponha que você está pessimista com o preço do petróleo e o futuro da empresa no curto prazo, porque acha que a ação está cara, sendo negociada a R$ 35. 

Nesse caso, você compra opções de vender as ações de Petrobras em três meses por R$ 30. Se as ações caírem abaixo desse valor, como R$ 20, você pode comprá-las no mercado por R$ 20 e exercer a opção de venda por R$ 30. Esse mecanismo pode ser utilizado como proteção, caso você imagine que suas ações podem cair no curto prazo. Ao comprar opções de venda, você garante que parte do prejuízo será amenizado.

Por isso, de uma maneira geral, quem compra opções de compra acredita na valorização das ações, e quem compra opções de venda acredita na desvalorização das ações. 

Cuidados ao investir em opções

Como se vê, investir em opções não está entre as aplicações mais simples do mercado financeiro. É por isso que as operações são recomendadas para quem já possui algum nível de experiência com o mercado de ações, a bolsa de valores e a renda variável.

Se você se sente preparado para isso, reunimos alguns cuidados que você deve tomar ao investir em opções.

Conhecimento é a chave do sucesso

O primeiro cuidado é também a melhor maneira de ter sucesso investindo em opções: você precisa investir no seu conhecimento. Faça cursos, leia livros, participe de fóruns de discussão, encontre um mentor e trabalhe diariamente para melhorar o seu entendimento do mercado. São grandes as chances de você perder dinheiro se tentar uma aventura sem conhecimento.

Opções viram pó após o vencimento

Outro cuidado que você precisa tomar ao investir em ações tem a ver com o fato de que as opções viram pó após o vencimento. Ao comprar uma call, por exemplo, você pagará um prêmio para ter direito a comprar aquela ação a determinado valor no futuro. Agora, se a data chegar e você não exercer o direito de compra porque a ação está sendo negociada a um valor inferior no mercado, a operação acabou. Você perde o prêmio, a opção vira pó e não há como reverter o prejuízo. 

Alavancagem

Alguns investidores se interessam pelo mercado de opções porque, ao comprar opções, você não precisa depositar o valor total do ativo, apenas o prêmio que vai garantir o direito de comprar ou vender o ativo no futuro. Esse mecanismo permite ao investidor a alavancagem, em que ele compra muito mais opções do que tem capacidade de exercer.

A ganância de ganhar muito em pouco tempo pode levar a resultados desastrosos. 

Atenção às taxas

Na relação com as ações, as opções são negociadas a taxas superiores. Além da taxa de corretagem cobrada pelas corretoras, é cobrada uma taxa de registro e uma taxa para o exercício das opções. Além disso, os emolumentos também costumam ser superiores na comparação com o mercado de ações. É importante se informar sobre os custos antes de executar as operações na sua corretora.

Como investir em opções de ações

Agora que você já sabe quais cuidados tomar ao investir em opções, listamos um passo a passo simplificado para você iniciar suas operações nesse mercado.

Conheça o mercado de ações

Antes de investir em opções de ações, você precisa entender o mercado de ações e como as ações são precificadas. Isso acontece porque as opções derivam das ações e o prêmio é calculado de acordo com o humor do mercado para cada ativo. Você nunca será um bom operador de opções se não for um especialista no mercado de ações.

Estude as opções

Agora que você já investe em ações há pelo menos um ano, faz sentido começar a estudar as opções, seja para potencializar ganhos ou proteger a sua carteira. Não poupe esforços para fazer cursos e buscar o máximo conhecimento possível do assunto.

Monte uma estratégia e seja fiel a ela

Seja qual for a sua estratégia no mercado de opções, é preciso montar uma estratégia e ser fiel a ela. Além disso, você precisa aceitar que, em muitos casos, suas opções não trarão lucro. O desespero após uma operação mal-sucedida pode levar a erros ainda maiores, em uma bola de neve que tem potencial de destruir o seu patrimônio.

Comece devagar

Por isso, a recomendação para quem investe em opções é começar devagar, com uma exposição muito pequena, e aumentar as posições conforme amadurece a própria estratégia e se sente mais preparado.

Mesmo entre os maiores investidores, o percentual do patrimônio dedicado às opções é ínfimo, apenas um pequeno percentual da carteira. Isso ocorre porque há chances de as opções simplesmente virarem pó e você perder o valor investido no prêmio, sem chance de recuperação.

E aí, gostou das dicas para investir em opções? Se você deseja conhecer mais sobre o mercado financeiro e precisa de ajuda para montar sua carteira, assine a Capital Research e tenha acesso aos melhores relatórios de renda fixa e renda variável.

Recomendados

Investimentos

Operar opções: 4 cuidados necessários para começar

...

2 anos atrás

Investimentos

Mercado de opções: O que são opções? Quais os riscos e como investir?

Entenda o que é mercado de opções, como funciona, suas principais características ...

2 anos atrás

Investimentos

Opções de ações: por onde começar o seu estudo

As opções de ações são um dos mercados com mais oportunidades na Bolsa de ...

2 anos atrás