Tudo que você precisa saber para fazer investimentos inteligentes

Descubra a melhor maneira de trabalhar seu dinheiro e aplicar com segurança em investimentos inteligentes

Investir é aplicar uma quantia de dinheiro de forma estratégica em uma operação do mercado de investimento. Pode parecer simples nessas palavras, mas se trata de um processo que irá determinar muito na vida de um investidor. 

A tomada de decisões no mundo de investimento é uma tarefa complexa e que exige pulso firme, conhecimento e objetivo concreto sobre o lucro pretendido. Por isso é importante conhecer mais sobre como fazer investimentos inteligentes.

Mas, afinal, como operar da melhor forma possível? 

 Perfil de investidor

Provavelmente, você já ouviu falar sobre o chamado perfil de investidor, certo? Mas você sabe o que isso significa?

O perfil de investidor diz respeito aos seus modos de operação, ou seja, ao seu perfil enquanto pessoa que investe. Embora não seja regra, algumas características podem se acentuar em você e isso diz muito sobre suas escolhas ao agir diante de um investimento.

Pode parecer simples, mas quando você analisa suas características e objetivos, pode encontrar o seu tipo de investidor: conservador, moderado ou agressivo. Essas são, basicamente, as categorias em que você pode se adequar, mas entenda ao que cada uma delas quer dizer:

 

  • Conservador: como o próprio nome já sugere, o perfil de investidor conservador está voltado para quem não costuma se arriscar muito, ou seja, procura por segurança e estabilidade mesmo que isso lhe impeça de conseguir uma rentabilidade superior ao que costuma obter. Tipos de investimentos conservadores: renda fixa, Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA;

 

 

  • Moderado: nesse caso, o perfil de investidor está na categoria mediana, pois se trata de quem busca investimentos que estejam acima da média em relação à rentabilidade. Exemplos de investimentos moderados: fundos multimercados, fundos de ações e fundos imobiliários;

 

 

  • Agressivo: o investidor agressivo é aquele que prefere correr riscos na medida em que busca o negócio mais rentável possível. Ele possui mais conhecimento de mercado, ampla carteira de investimentos e também pode contar com opções de investimentos das modalidades conservadora e moderada. Investimentos mais agressivos são: operações na bolsa de valores com derivativos e ações. 

 

Objetivos financeiros

Descobriu seu perfil de investidor? Agora você precisa encontrar e alinhar seus objetivos financeiros. Você sabe o que isso significa?

Os objetivos financeiros são o resultado final que se espera obter com todo o processo de investimento. Então, para quê investir? Se sua resposta for algo como “para juntar dinheiro”, saiba que você não está errado em pensar assim, mas talvez precise alinhar mais o seu foco, pois é necessário um planejamento coerente.

Alguns tipos de objetivos financeiros podem ser: 

  • Interesse em comprar um imóvel? 
  • Estudar fora? 
  • Conhecer outro país? 
  • Se proteger para a aposentadoria? 
  • Abrir o próprio negócio?
  • Comprar uma casa própria?

Defina quais são seus principais objetivos, pois são eles que lhe darão o impulso necessário, já que lhe manterão mais comprometido com a operação.

Diversificar o investimento

Uma forte dica para quem quer fazer investimentos inteligentes é: diversifique sua carteira de investimento. Mas por quê? 

Se tornar um bom investidor não é rápido, mas quem trabalha com várias aplicações ao mesmo tempo com certeza sai na frente. Isso por que apostar tudo em uma única aplicação não é aconselhável. Porém, quando se define uma boa variação de operações, os riscos podem diminuir, já que contará com mais de um caminho.

Para definir uma carteira de aplicação diversificada, é necessário estar atento aos riscos de rentabilidade dos investimentos. Além disso, considere também seus objetivos financeiros, seu perfil de investidor e o tempo que planeja alcançar o resultado esperado.

Estratégias de investimento

E é claro que você precisa estar por dentro das principais estratégias do mercado de investimento, certo? Há estratégias de curto prazo e longo prazo. 

 

  • Estratégias de curto prazo

 

Essa categoria está voltada para investimentos que, normalmente, tem o tempo de pelo menos um ano, pois quem procura investimentos a curto prazo está disposto a ter simplicidade e agilidade. Esse tipo de investimento está relacionado a uma boa liquidez e rentabilidade. Exemplos de investimento a curto prazo: CDB, LCI e LCA, Tesouro Selic e Fundos DI.

 

  • Estratégias de longo prazo

 

Para quem procura uma estratégia a longo prazo para investir, deseja uma possibilidade alta de maximizar seus lucros dentro de um período, de pelo menos cinco anos. O investidor a longo prazo foge do imediatismo e das incertezas econômicas, mas aplica seu dinheiro em ativos que podem aumentar seu patrimônio a longo prazo, contribuindo com seu futuro. Exemplos desse tipo de investimento: Tesouro Direto, Ações, Previdência privada, Fundos Multimercados.

Além disso, é preciso conhecer formas de analisar suas aplicações. Há muitas opções de analisar seus investimentos e duas delas são: análise técnica e análise fundamentalista.

Análise técnica

Uma forma de analisar aplicações para operar com segurança é por meio da análise técnica. Esse tipo de análise verifica o movimento nos gráficos do mercado, as tendências para quedas e subidas nos preços

Análise fundamentalista

Com a análise fundamentalista é possível verificar a possibilidade de crescimento ou queda de uma ação. Esse tipo de análise avalia o fluxo de caixa, o lucro trimestral/anual, a relação de preço e lucro, e a Demonstração de Resultado do Exercício das empresas. 

Ajuda profissional

Por fim, para quem busca realizar boas aplicações e quer fazer investimentos inteligentes com segurança, vale a procura de ajuda profissional. Afinal, o mercado de investimento bem como o mercado financeiro é muito grande e exige atualização constante sobre seus conceitos e inovações. 

Assessorias de investimentos ou especialistas da área são fundamentais para quem procura atuar por meio de investimentos inteligentes. Para quem está começando a investir, a ajuda profissional é ainda mais recomendada, pois esses profissionais irão ajudar você a descobrir seu perfil de investidor, traçar melhor seus objetivos e descobrir quais as melhores estratégias para suas aplicações.

Quer saber como investir melhor? Confira os planos da Capital Research. Você terá acesso a conteúdos exclusivos e ainda terá o auxílio de uma equipe de especialistas para te orientar nos investimentos.

Recomendados

Investimentos

Block trade: tudo que você precisa saber sobre o assunto

O block trade é uma grande oferta de ações na bolsa. Confira tudo que você ...

2 anos atrás

Investimentos

Commodities: O que são e como investir?

Não é só de Bovespa que vive o investidor. Vem descobrir como funcionam os ...

3 anos atrás

Investimentos

Crescimento e desenvolvimento econômico: Guia completo para você saber tudo sobre o assunto

Você sabe o que é crescimento e desenvolvimento econômico? Neste guia você vai ...

3 anos atrás