Investidor qualificado: os caminhos para o sucesso ao aplicar seu dinheiro

Ser um investidor qualificado tem relação com os valores aplicados em investimentos. Saiba do que precisa para ser um.

Você já ouviu falar em investidor qualificado e quer se tornar um? Saiba, logo de cara, que será preciso obedecer a algumas regrinhas estabelecidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

É justamente o que vamos mostrar neste artigo. Então, confira se você está apto a ser enquadrado na categoria. Veja, ainda, maneiras para se tornar um investidor qualificado, aumentando suas chances de sucesso com aplicações financeiras.

Ao final do texto, você ainda encontra uma lista atualizada com as certificações necessárias. Acompanhe!

O que é um investidor qualificado?

Para entender o que é, de fato, um investidor qualificado, precisamos analisar o contexto. Ou seja, as normas que regulam o mercado financeiro. Nesse sentido, a Comissão de Valores Mobiliários determina os tipos de investidores que podem existir. Entre eles, estão:

  • Companhias seguradoras e sociedades de capitalização
  • Entidades abertas e fechadas de previdência complementar
  • Fundos de investimento
  • Clubes de investimento
  • Agentes autônomos de investimento, administradores de carteira, analistas e consultores de valores mobiliários autorizados pela CVM.

O “investidor qualificado” é uma das formatações permitidas pela Comissão de Valores Mobiliários. De acordo com a Instrução CVM 554/2014, o investidor qualificado deve:

  • Ser investidor profissional
  • Ser pessoa física ou jurídica que possua investimentos financeiros em valor superior a R$ 1 milhão e que, adicionalmente, ateste por escrito a sua condição de investidor qualificado
  • Ter sido aprovado em exames de qualificação técnica ou possuir certificações aprovadas pela CVM
  • Ser autônomo de investimento, administrador de carteira, analista e consultor de valores mobiliários, em relação a seus recursos próprios ou
  • Formar clubes de investimento, desde que tenha a carteira gerida por um ou mais cotistas, que sejam investidores qualificados.

Em resumo, então, o investidor qualificado precisa ser primeiro enquadrado como profissional, ter um montante já investido e atestado, possuir certificações, gerir seus próprios investimentos ou montar clubes de investimento.

Diferença entre investidor qualificado e profissional

Um investidor profissional pode ser qualificado, mas nem todo qualificado é profissional. Isso acontece porque a definição de “profissional” engloba outras categorias de investidores, como agentes autônomos e não-residentes. Assim, essa é a modalidade que tem acesso a qualquer investimento financeiro disponível no Brasil.

Em contrapartida, o investidor qualificado deve se atentar às regras da CVM para a sua atuação. E, nem sempre, elas o habilitam para se tornarem um investidor profissional.

Por que se tornar um investidor qualificado

Você pode investir no mercado financeiro a partir de valores bem baixos. Pode, ainda, começar a aplicar dinheiro mesmo que não tenha tantos conhecimentos técnicos na área.

Porém, quanto mais você estudar e aprender sobre investimentos, maiores as chances de acerto. Além disso, altos volumes de aplicações realizadas com as estratégias certas podem trazer muito mais retorno.

Portanto, ao se tornar um investidor qualificado, você consegue investir de maneira mais acertada e, assim, pode se arriscar em investimentos grandiosos e com maior possibilidade de bons rendimentos.

Alguns tipos de aplicações financeiras, por exemplo, são vedadas ao investidor comum – como fundos internacionais. No entanto, investidores qualificados podem apostar alto mesmo nesses formatos.

Como se tornar um investidor qualificado

Basicamente, existem duas possibilidades para se tornar um qualificado. São elas:

  • Ser um investidor com mais de R$ 1 milhão aplicado
  • Ser investidor aprovado em exame de qualificação técnica.

Assim, para entrar para o seleto grupo dos qualificados, o aplicador pode atestar que tem mais do que R$1.000.000 investido. Para isso, será necessário preencher um “termo de investidor qualificado” ou “declaração da condição de investidor qualificado” onde confirma que possui mais do que um milhão de reais aplicados em investimentos financeiros.

O documento pode ser solicitado à corretora ou ser baixado diretamente do site da CVM e preenchido.

Mesmo que o investidor já declare o valor investido, ele também deve passar pela formação técnica em investimentos. Para isso, deverá ser aprovado e certificado em um dos cursos que relacionamos a seguir:

 

Certificações do investidor qualificado

  • CEA: Certificação de Especialistas em Investimentos ANBIMA
  • CGA: Certificação de Gestores ANBIMA
  • CFP: Certified Financial Planner
  • CNPI: Certificação Nacional do Profissional de Investimento da Apimec
  • CFA: Chartered Financial Analyst
  • Final Level: Association of Certified International Investment Analysts.

No geral, as certificações exigem qualificação técnica relacionada a questões amplas e específicas sobre finanças e investimentos. Assim, são atestados conhecimentos como classificação de fundos de investimento, derivativos, noções de economias e outros temas.

Além disso, os exames costumam ser bem rigorosos. Portanto, o investidor que deseja se tornar um qualificado precisa estudar bastante, agendar sua prova e ser aprovado em uma das certificações exigidas pela CVM.

Dessa forma, um investidor qualificado comprova que tem recursos financeiros e capacitação técnica para fazer investimentos. Através da declaração do valor investido e das certificações que adquiriu, ele consegue realizar aplicações com maior segurança e de maneira arrojada.

Por aqui, na Capital Research, temos vários conteúdos importantes para você, que já investe ou deseja investir. Acompanhe nosso blog e leia outros artigos como este sobre o universo de investimentos

Invista mais e melhor com a Capital Research!

Recomendados

Investimentos

Certificação PQO: como se qualificar enquanto investidor?

Aprenda mais sobre essa certificação essencial para profissionais que atuam e ...

3 anos atrás

Investimentos

10 livros para o investidor sobre mercado financeiro

Opções de leitura não faltam para quem quer investir. Veja lista com 10 livros ...

2 anos atrás

Investimentos

Conheça os principais tipos de investimento do mercado financeiro

Aprenda sobre os tipos de investimento disponíveis, seus respectivos níveis de ...

3 anos atrás