Investidor institucional: Entenda o que é e qual o impacto na Bolsa

Saiba tudo sobre o investidor institucional. Descubra como atua e porque é importante aprender sobre ele para fazer a melhor aplicação.

No mercado financeiro existem diferentes tipos de investidores que são classificados de acordo com sua capacidade financeira e conhecimento técnico. O investidor individual e o investidor institucional.

Entender as principais diferenças entre esses dois tipos de investidores é fundamental para escolher os melhores investimentos.

Continue a leitura deste artigo para entender como o investidor institucional atua e porque é importante aprender sobre ele para escolher a melhor aplicação.

O que é um investidor institucional

O investidor institucional é uma instituição que representa os interesses de um grupo de investidores. Portanto,  todas as aplicações que esses fundos fazem têm um regulamento bem definido, descrito na política do fundo.

Além disso, o investidor institucional deve estar devidamente regularizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para poder atuar. 

A atuação do investidor institucional no mercado de fundos de investimento deve ser estratégica.

Isso porque, investidores institucionais movimentam grande volume de dinheiro em investimentos com maior risco e consequentemente maior rentabilidade de maneira recorrente.

Para adquirindo cotas dos chamados fundos de investimentos.

Tipos de investidor institucional

Confira os principais tipos de investidor institucional: 

  • Fundos de Pensão 
  • Seguradoras 
  • Bancos 
  • Fundos de Investimento 
  • Family Offices

O impacto do investidor institucional na Bolsa de Valores

Conforme dados da B3, a participação do investidor institucional no mercado secundário está positiva em R$ 36,14 bilhões no ano até novembro de 2019.

Pelo fato do investidor institucional ter uma característica de realizar investimentos de maior risco para obter rendimentos acima do esperado, sua influência ajuda o mercado a progredir.

Assim, tanto ele quanto os outros investidores saem ganhando e a rentabilidade das ações aumentam consideravelmente.

Investidor institucional X Investidor individual: Principais diferenças

Entenda as principais diferenças entre o investidor institucional e investidor individual: 

 

Ativos financeiros

A principal diferença entre o investidor institucional e investidor individual é que o investidor individual investe apenas seus ativos financeiros. Já o investidor institucional montam um portfólio de ativos em nome de outras pessoas ou organizações. 

 

Volume de recursos investidos

Outra diferença entre o investidor institucional e investidor individual está no volume de recursos investidos.Enquanto as instituições geralmente possuem milhões ou bilhões para investir, a maioria dos investidores individuais investe um volume menor de recursos.

 

Gestão profissional

Ao optar pela contratação de um investidor institucional, o acionista está assegurado de que há um profissional ou um time de especialistas dedicados a montar e atualizar a estratégia do fundo para obter os melhores resultados.

Diferente de um investidor individual que não possui tanto conhecimento técnico sobre o mercado financeiro e não conta com uma equipe especializada como as grandes organizações.

Quer conhecer as melhores opções de investimentos? Esclareça suas dúvidas sobre como investir acessando gratuitamente o Guia do Investimento da Capital Research

Recomendados

Investimentos

Entenda o que é passivo circulante e como afeta as finanças de uma empresa

Saber identificar como anda a saúde financeira de uma instituição pode fazer a ...

3 anos atrás

Investimentos

O que é e como funciona a taxa de corretagem?

O valor da taxa de corretagem pode variar dependendo da instituição e tipo de ...

2 anos atrás

Investimentos

O que é Banco de Investimento?

Saiba quais as operações de um banco de investimento, o que o diferencia das demais ...

3 anos atrás