Faixas do Imposto de Renda: saiba em qual você está!

Valor da taxa a ser paga para o Leão depende da faixa salarial de cada trabalhador. Conheça as faixas do imposto de renda.

Faixas do Imposto de Renda

Logo no começo de 2020, mais precisamente no dia 7 de março, terá início o período de entrega da declaração do Imposto de Renda 2020. O contribuinte brasileiro terá até o dia 30 de abril para preencher e encaminhar o documento exigido pela Receita Federal, informando seus rendimentos e meios de progressão financeira ao longo de 2019. Um momento que, costumeiramente, cria muita confusão na cabeça das pessoas.

Calculado com base na soma dos rendimentos e na faixa de renda do cidadão, as regras do IR não são nada simples: elas envolvem tabelas de redução, listas de isenções e diferentes alíquotas (a porcentagem descontada do salário) de acordo com a renda do contribuinte. São as Faixas do Imposto de Renda, já que o sistema brasileiro se baseia em uma tabela progressiva ao estilo “quanto mais se ganha, mais se paga”.

O Leão retém uma parte mensal do salário de cada trabalhador — direto na fonte, no caso de profissionais com carteira assinada, ou via carnê, para os autônomos. A Receita estipula a alíquota a ser descontada do salário de cada um de acordo com a sua respectiva renda: são as Faixas do Imposto de Renda.

O limite da “desobrigação” é para quem ganha no máximo até R$ 1.903,98 por mês, estando isento de tributação a pessoa que recebe abaixo desse valor.

A confusão se dá, entre outros motivos, pois uma série de outros fatores podem fazer com que, após a entrega da declaração, o cidadão ainda tenha um valor adicional a pagar ao Fisco — ou mesmo a ser restituído para o seu bolso.

 Esses fatores incluem: mais de uma fonte de renda, dependentes legais, Previdência Privada, despesas com educação, planos de saúde e pensão alimentícia, entre outros.

Veja quais são e como são divididas as faixas do Imposto de renda
Como mencionamos, o sistema que calcula o quanto deve ser descontado do salário de cada trabalhador se baseia em uma tabela de alíquotas progressivas – há o modelo mensal e o modelo para ajuste anual. Veja abaixo em qual das Faixas do Imposto de Renda você se encaixa:

    Base de cálculo MENSAL, em R$

   Alíquota

 Parcela a deduzir do IR, em R$

Até 1.903,98

Isento

Isento

De 1.903,99 até 2.826,65

7,5%

142,80

De 2.826,66 até 3.751,05

15%

354,80

De 3.751,06 até 4.664,68

22,5%

636,13

Acima de 4.664,68

27,5%

869,36

Fonte: Receita Federal

  Base de cálculo ANUAL, em R$

        Alíquota

Parcela a deduzir do IR, em R$

Até 22.847,76

Isento

Isento

De 22.847,77 até 33.919,80

7,5%

1.713,58

De 33.919,81 até 45.012,60

15%

4.257,57

De 45.012,61 até 55.976,16

22,5%

7.633,51

Acima de 55.976,16

27,5%

10.432,32

É na declaração anual que podem ser abatidos gastos que geram restituição do IR, como o desconto por dependente, gastos escolares e contribuição para a Previdência.

No momento que a declaração é entregue, o próprio programa da Receita Federal informa, com base nas informações fornecidas, o percentual de redução (se houver) nas taxas do Imposto de Renda de cada contribuinte.

 

Dicas para investir o dinheiro da restituição do IR

Existem muitas opções de investimentos onde o dinheiro da restituição do Imposto de Renda pode ser muito bem aplicado. O primeiro passo é, com o auxílio de especialistas no assunto, você identificar qual é o seu perfil de investidor – com diferentes graus de moderação e agressividade – e qual o tipo de aplicação se encaixa melhor em sua carteira de investimento – os de Renda Fixa? Renda Variável? Ambos?

🡪 Saiba tudo sobre os principais tipos de investimento do mercado!

 Conheça os investimentos livres de IR

Investimentos que são isentos de tributação (mas ainda assim precisam ser declarados):


– Caderneta de Poupança.
– LCI – Letra de Crédito Imobiliário.
– LCA – Letra de Crédito Agrícola.    
– CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliários.
– CRA – Certificado de Recebíveis do Agronegócio.
– Debêntures incentivadas de infraestrutura .

 

Sobre a Capital Research  

A Capital Research é uma casa independente que recomenda apenas o que acreditamos ser o melhor para o investidor. Nosso objetivo é ajudar você a escolher os melhores investimentos de forma rápida e direta, sem economês. Para isso, possuímos um time de analistas com anos de experiência que acompanha diariamente o mercado financeiro e traz as melhores análises e recomendações de investimento.

Abra sua conta e tenha acesso a conteúdo exclusivo e gratuito sobre investimentos e o mercado financeiro! Aproveite e assine nossa Newsletter para ter acesso a análises diárias do cenário financeiro nacional e internacional!

Recomendados

Investimentos

Ações preferenciais ou PN: entenda qual a vantagem

Ações preferenciais ou PN são ações com prioridade na distribuição de ...

3 anos atrás

Investimentos

Bens inferiores: o que são, principais conceitos e exemplos práticos

Neste artigo, exploramos como são caracterizados os bens inferiores, os desafios de ...

3 anos atrás

Investimentos

Bearish: Sobre ursos e touros no mercado financeiro

Saiba tudo em nosso artigo sobre o bearish no mercado de ações, qual é o seu ...

3 anos atrás