Economia Verde: o que é e qual a sua importância?

O conceito de Economia Verde alia crescimento econômico, justiça social e preservação do meio ambiente.

Economia Verde

A economia verde é um conceito que tem como principal objetivo a promoção do crescimento econômico, tendo como base o bem-estar social e a redução dos impactos ao meio ambiente. Ele foi criado em 2008, pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma).

Ao mesmo tempo em que vem ganhando maior importância, com diversos países, empresas e pessoas preocupadas com o meio ambiente, a ideia de economia verde também vem sendo muito criticada por diferentes grupos. Essas críticas são provenientes tanto de organizações ligadas a movimentos sociais quanto de ambientalistas.

Neste artigo, explicaremos o que é economia verde, porque é importante, quais os seus princípios e as oportunidades que ela oferece.

O que é economia verde?

Depois da Conferência de Estocolmo, de 1972, e da ECO92, a preocupação com o impacto ao meio ambiente resultante do desenvolvimento econômico ficou muito mais evidente. Governos e empresas passaram a se empenhar para desenvolver e implementar formas de produção que fossem menos nocivas ao ambiente.

Por isso, em 2008, o Pnuma apresentou ao mundo o conceito de economia verde. Essa apresentação veio em um momento em que muitos especialistas afirmavam que a humanidade estava à beira de presenciar um colapso ambiental e a escassez de diversos recursos naturais.

De acordo com o Pnuma, a economia verde é aquela em que há baixa emissão de carbono, é eficiente com o modo como utiliza os recursos naturais e, ainda, se preocupa com a inclusão social. Além disso, o documento diz, também, que o crescimento da oferta de empregos e da renda dos trabalhadores deve ser impulsionado por investimentos tanto públicos quanto privados.

Atualmente, diversos países pelo mundo já colocaram no seu orçamento o investimento em setores que desenvolvem projetos sócio e ambientalmente responsáveis:

  • Energia renovável;
  • Tecnologia limpa;
  • Eficiência energética (Coréia do Sul);
  • Melhorias no sistema de transporte para grandes metrópoles (México);
  • Energia eólica (China).

Por que a economia verde é importante?

Não apenas o meio ambiente e o planeta podem se beneficiar com a implantação do modelo de economia proposta pela Pnuma: a economia como um todo tem a ganhar.

Isso porque ele permite a geração de nichos e setores na economia e, consequentemente, o desenvolvimento de novas empresas, empregos e a melhoria da renda da população e da economia mundial.

A seguir, confira mais a respeito dos desafios de implantar esse modelo e, também, os setores da economia que mais se beneficiam pela economia verde.

Quais são os principais desafios da economia verde?

Fazer a transição do modelo atual de produção para o proposto pela economia verde não é tão simples, porque o desenvolvimento de formas mais eficazes de produção, que gerem menos impacto ao meio ambiente e sejam capazes de aproveitar melhor as matérias-primas e recursos naturais, geralmente, são mais caros e não estão disponíveis em muitos países.

Veja, a seguir, em quais áreas estão os principais desafios da economia verde:

  • Combustíveis fósseis e fontes não-renováveis: o modelo atual é totalmente baseado na utilização de combustíveis fósseis e em fontes não-renováveis como matéria-prima. Mudar esse sistema leva muito tempo e ainda demanda uma alta quantidade de investimentos;
  • Consumismo: as pessoas estão sempre procurando pelas últimas tendências e últimos modelos. Um bom exemplo disso é a busca constante pelos modelos mais novos de celulares. Esse hábito é visto como desperdício pela economia verde, entretanto, é uma grande fonte de renda e lucro no modelo econômico atual;
  • Resíduos sólidos: praticamente tudo o que consumimos é embalado com algo. Lidar com toda essa quantidade de resíduos não é fácil. Afinal de contas, nem todos os tipos de plástico podem ser reciclados – e as pessoas ainda não possuem o hábito de separar e reciclar os seus resíduos.

Quais são as oportunidades que se apresentam na economia verde?

Com a implantação da economia verde, diversos setores podem ser beneficiados, resultando no crescimento da economia como um todo. Confira mais sobre cada um deles:

  • Agricultura orgânica: o crescimento do mercado nacional e internacional de alimentos e bebidas orgânicas vem crescendo cada vez mais. Somente entre 2011 e 2015, esse crescimento foi de US$ 105 bilhões. Um bom exemplo dessa expansão foi a produção de chá, que cresceu 2000% entre 2005 e 2009;
  • Energia renovável: cada vez mais, os países em desenvolvimento vêm aumentado os seus investimentos em fontes de energia renovável, sendo importantes exportadores de equipamento para atender à demanda dos países desenvolvidos. Entre os anos de 2004 e 2010, os investimentos em oferta desse tipo de energia aumentaram em cinco vezes;
  • Turismo: o setor de turismo vem apresentando resultados positivos ano após ano. Dentro desta área, o subsetor de ecoturismo é uma grande promessa para desenvolver novas atividades. E alguns países saem na frente quando o assunto é beleza natural – o Brasil, por exemplo, possui inúmeros lugares onde esse tipo de atividade pode ser desenvolvido;
  • Pesca e aquicultura: a pesca é um importante setor da economia brasileira, devido, em grande parte, ao vasto litoral e à grande quantidade de rios que o país possui. Com a utilização de padrões de certificação sustentável, o setor tende a crescer ainda mais.
  • Setor florestal: empresas que investirem na venda de madeira certificada, que tenha sido extraída conforme os padrões determinados pela economia verde, com certeza sairão na frente. Somente nos Estados Unidos, a venda de madeira com essas características tem crescido US$ 20 bilhões anualmente.

Apesar de a implantação de um novo sistema econômico ser um grande desafio, essas mudanças devem ser seriamente pensadas e discutidas pelos líderes mundiais. Afinal de contas, essas decisões afetam diretamente as nações, e todos podem se beneficiar com melhores condições socioeconômicas.

Continue se informado sobre os principais setores da economia e quais os melhores investimentos pelo blog do Capital Research. E, para ter acesso aos conteúdos exclusivos, assessoria para investimentos e cursos gratuitos, basta escolher um dos nossos planos.

Recomendados

Investimentos

Ações mais baratas da Bolsa: quais são e quando comprar?

Classificar uma Ação como barata tem a ver com seu potencial de valorização ...

2 anos atrás

Investimentos

Alienação Fiduciária: O que é e como funciona?

Entenda o que é e como funciona a alienação fiduciária de um empréstimo ou ...

2 anos atrás

Investimentos

Aprenda o que é e como calcular os juros simples

Entender o que é juros simples é o primeiro passo para tomar as melhores decisões ...

2 anos atrás