Deflação: como o indicador afeta seus investimentos

Entenda de o que é a deflação, qual a diferença para a inflação, e como afeta o mercado e seus investimentos.

Deflação

Inúmeros fatores podem impactar de forma positiva ou negativa os investimentos do mercado financeiro. A deflação é um dos índices que deve ser acompanhado por investidores para assegurar a aplicação dos ativos financeiros em um momento favorável da economia com objetivo de maximizar os ganhos.

Um longo período de deflação pode sinalizar que a economia não vai bem e ocasionar uma recessão. O momento de retração econômica é ondeos consumidores deixam de comprar e empresários de investir devido à insegurança gerada pelas baixas expectativas de crescimento.

Quer saber como a deflação pode afetar seus investimentos? Continue a leitura deste artigo para entender de uma vez por todas o que é a deflação, qual a diferença para a inflação, e como ela afeta o mercado e seus investimentos.

Mas afinal, o que é deflação?

A deflação é caracterizada pela queda generalizada nos preços dos produtos e serviços disponíveis aos consumidores, causada pelo aumento da oferta de produtos e a falta de demanda para a compra.

Diferente do que muitos podem pensar, a queda de preços não é considerado algo positivo para economia. Isso porque um cenário de deflação prolongado pode representar desaceleração na economia, gerando uma recessão econômica no longo prazo. Fator que gera desconfiança por parte dos investidores e redução no consumo.

A deflação acontece quando há redução no consumo de produtos e serviços e, por conta disso,  é necessário diminuir o valor cobrado para que o consumo seja estimulado..

Em setembro de 2019, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) registrou deflação de 0,04%, menor índice em 21 anos para o período avaliado. Alimentação e bebidas foram os itens que tiveram quedas expressivas de preço por conta da redução do consumo.

 

Como a deflação afeta seus investimentos e lucros?

A deflação pode ser prejudicial aos investimentos, por isso a  importância de avaliar este índice na hora de observar o retorno real das aplicações financeiras. Para garantir melhores rentabilidades, mesmo em um cenário de deflação, o mais indicado é diversificar os investimentos.

Ao alocar recursos em diferentes aplicações financeiras, é possível minimizar os riscos caso o desempenho negativo de um determinado ativo não promova perdas definitivas ao investidor.

 

E a inflação, o que é?

Inflação é o oposto de deflação. A inflação é o aumento dos preços de bens, produtos e serviços que, por consequência, implica na perda do poder de compra do consumidor. Isso ocorre porque os salários não tendem a acompanhar o ritmo da inflação, sendo necessário mais dinheiro para adquirir produtos e serviços do dia a dia. Conheça os tipos de inflação e entenda como afeta a sua vida e seus investimentos.

Quer saber mais sobre o mercado financeiro? Acesse os conteúdos exclusivos e gratuitos sobre investimentos no site da Capital Research para investir com segurança e rentabilidade.

Recomendados

Investimentos

Ação Vale: saiba as informações principais e o que pode afetar em seu valor

Conheça mais sobre a VALE3, código das ações da Vale, e entenda quais fatores ...

3 anos atrás

Investimentos

Bullish: o termo que todo mundo quer ouvir no mercado financeiro

Mercado operando em alta e clima de otimismo entre acionistas tem nome: bullish. ...

3 anos atrás

Investimentos

Como investir em ações com pouco dinheiro: passo a passo

Aprenda como investir e comprar ações com pouco dinheiro, confira nosso passo a ...

3 anos atrás