Saiba o que é a curva de indiferença e os seus principais impactos

A curva de indiferença é uma das principais teorias do consumidor. Confira tudo sobre ela neste conteúdo exclusivo!

Existem muitos métodos para analisar ações específicas da economia e um deles é a chamada curva de indiferença, que utiliza gráficos para orientar consumidores nas decisões de compras dos seus bens.

Neste artigo, abordamos tudo sobre o assunto. Descubra o que é curva de indiferença, quais suas características e como é possível interpretá-la. Confira!

O que é curva de indiferença?

A curva de indiferença é um método gráfico que demonstra como um consumidor pode fazer a escolha entre diferentes bens conforme a utilidade que ele os atribui. As principais características da curva de indiferença são:

  • Inclinação negativa: a curva de indiferença sempre possui inclinação negativa, pois sempre que o consumidor compra mais de um dos produtos, indica que ele adquire menos de outro produto, sempre tendo o mesmo nível de satisfação.
  • Convexidade: a escolha de um bem em relação a quantidade de mercadorias, fornece um nível de utilidade maior.

De uma forma mais simples, uma curva de indiferença mostra as diversas possibilidades de combinações de bens de uma maneira que o consumidor torna-se indiferente a escolher por qualquer um deles.

Explicando mais detalhadamente…

Na curva de indiferença, não existe preferência entre uma combinação ou outra dentro de uma única curva, afinal, todas as possibilidades acabam resultando em um mesmo nível de satisfação, ou seja, a utilidade permanece constante.

A medida que o consumidor obtém uma quantia maior de um bem, consequentemente vai diminuir de forma proporcional a quantidade do outro. Esse conceito também aplica-se à busca de um produto no mercado pelo consumidor, ou seja, quanto mais acha-se um produto no mercado, menor será a utilidade para o consumidor.

Por exemplo,  confira as curvas de indiferença abaixo. Imagine que o ponto A está representando três unidades de vestuário e duas unidades de alimentação. Por outro lado, o ponto B representa apenas uma única unidade de vestuário e quatro unidades de alimentação. Baseado neste cenário, é possível afirmar que tanto o ponto A, ou seja, 3,2 quanto o ponto B, representado pelo 1,4, proporcionam o mesmo nível de satisfação ao consumidor, pois ambos estão sobre a mesma curva de indiferença.

Desta forma, conclui-se que o nível de satisfação representado pelas curvas de indiferença ampliam conforme a curva afasta-se, portanto, a curva 3 está representando um nível superior de satisfação em relação qa curva 2, que por sua vez, está um nível mais elevado de satisfação que a curva 1.

Como interpretar uma curva de indiferença?

Para entender melhor, uma curva de indiferença é desenhada em um espaço no qual cada eixo corresponde a quantidade consumida de diferentes bens. Desta forma, cada ponto da curva indica distintas combinações de quantidades que foram consumidas desses bens, enquanto o consumidor retira exatamente a mesma utilidade ou nível de satisfação.

A representação das curvas de indiferença pode ser feita de diversas maneiras, seguindo os gostos ou preferências de cada consumidor que um bem proporcione. Várias curvas interligadas forma um mapa de indiferença. Em outras palavras, as preferências de cada consumidor estão diretamente ligadas ao modo de como as curvas de indiferença estão desenhadas. Colocando esses dados em um mesmo gráfico e partindo do princípio da teoria do consumidor de que o objetivo é maximizar a utilidade do bem, as curvas de indiferença funcionam como uma linha de restrição orçamental.

Quando os bens variam no gráfico

Por outro lado, se o preço de um dos bens variar, é possível analisar o impacto que essa variação terá na quantidade desejada do bem. Então o consumidor pode construir a respectiva curva, decidindo o que vai fazer. Para simplificar o gráfico e deixar a análise menos complexa, normalmente são utilizados apenas dois bens para ilustrar o que é e o que representa a curva de indiferença.

Num gráfico teórico, a curva de indiferença aparece no espaço dos dois bens como curvas de inclinação negativa, isto é, à medida que quantidade consumida de um dos bens for reduzida com o tempo, será necessário aumentar a quantidade consumida do outro para que o consumidor consiga manter seu nível de utilidade. É importante ressaltar que as curvas não podem se cruzar, pois isso violaria a premissa de que quanto mais produtos comprados, maior satisfação do consumidor.

Como mencionado, a curva de indiferença é um método gráfico utilizado para determinar as combinações de bens em que o consumidor é indiferente entre qualquer uma delas. Ou seja, o consumidor não tem preferência entre uma combinação ou outra, já que cada uma proporciona o mesmo nível de satisfação. Além disso, uma combinação de curvas, forma um mapa de indiferença.

A medida que o consumidor obtém uma quantia maior de um bem, consequentemente vai diminuir de forma proporcional a quantidade do outro. Para entender melhor, uma curva de indiferença geralmente é desenhada em um espaço no qual cada eixo corresponde a quantidade consumida de diferentes bens. É desta forma por exemplo, que forma-se a Lei da Procura.

Recomendados

Investimentos

Análise de custos: o que é, para que serve e como fazer

Entenda a importância, quais os métodos mais utilizados e de que forma a análise ...

3 anos atrás

Investimentos

Aprenda como calcular prestações, de forma rápida e prática

Calcular suas prestações é essencial, não importa qual seu ramo de negócios. ...

3 anos atrás

Investimentos

Como investir em ações com pouco dinheiro: passo a passo

Aprenda como investir e comprar ações com pouco dinheiro, confira nosso passo a ...

3 anos atrás