Corretora taxa zero: reduza custos ao investir

Entre as taxas para investir, a de corretagem pode não ser cobrada. Veja como escolher uma corretora de taxa zero.

Encontrar uma corretora com taxa zero já não é mais uma missão impossível. Com a maior competitividade nesse mercado, as empresas do segmento disputam clientes com medidas atrativas como essa.

É justamente sobre isso que vamos falar neste artigo. Assim, veja se dá para fazer investimentos em renda fixa e variável sem custos e como encontrar as corretoras com as menores cobranças.

Siga acompanhando!

Corretora taxa zero: o que é?

Para que você compre e venda ativos financeiros, deverá operar através de uma corretora ou gestora de investimentos. A empresa é autorizada a fazer a intermediação entre as instituições financeiras e os investidores.

Para executar o serviço, a corretora pode cobrar diferentes taxas. Entre elas, estão taxas de corretagem, administração, carregamento e custódia.

Essas alíquotas são de cobrança exclusiva da corretora sobre os serviços que ela executa. Portanto, pode ou não cobrar as taxas, de acordo com suas estratégias de negócio. Assim, quando uma corretora faz taxa zero, ela está falando sobre a ausência de cobrança das suas próprias alíquotas.

No entanto, você deve ter atenção ao seguinte ponto: todos os investimentos têm a cobrança de taxas, tarifas ou impostos. Em muitos casos, os valores são descontados diretamente da fonte – e isso independe da corretora.

Dessa forma, mesmo que uma aplicação financeira tenha taxa zero da corretora, deverá ter os descontos obrigatórios de outros custos.

Para que serve uma corretora

As corretoras de valores são empresas que atuam no ramo financeiro e são autorizadas pelos órgãos competentes para intermediar investimentos. Assim, a principal função de uma corretora é prestar o serviço de intermediação entre pessoas físicas e jurídicas com instituições como Bolsa de Valores (B3) e Tesouro Nacional.

Para isso, ela deve oferecer os meios para que os investidores possam realizar suas compras e vendas de papéis.

A corretora de investimentos, além disso, é responsável por fazer a troca dos recursos financeiros entre compradores e vendedores dos ativos.

Por que algumas corretoras têm taxa zero

Como vimos, as corretoras são remuneradas pela sua prestação de serviços através da cobrança de taxas. Mas muitas dessas alíquotas vêm sendo retiradas da cobrança aos investidores como maneira de atrair novos clientes e aumentar o incentivo aos investimentos.

Dessa forma, a taxa de corretagem pode ser zerada como uma estratégia para aumentar sua clientela e incentivá-la a investir mais. No entanto, não custa repetir que a isenção de alguma taxa não zera os custos com os investimentos.

Além da taxa zero, como escolher a corretora

A corretora é a instituição financeira que fica responsável pelo dinheiro que você investe. Portanto, ela deve ser uma empresa séria e comprometida.

Avalie a corretora não só pelo custo das taxas e tarifas cobradas. Mas, também observe fatores como reputação, tempo de mercado, facilidade de contato e resolução de problemas.

Além disso, preze pelas instituições que mantém uma relação transparente com seus clientes e que evita as famosas “letrinhas pequenas” de contrato.

Analise, ainda, a operacionalidade do home broker e da plataforma ofertada pela corretora, de uma forma geral. Ter um ambiente de negociações de ativos simplificado e de uso fácil também é importante para agilizar as operações.

Por fim, veja quais são os serviços oferecidos pela empresa e se eles se encaixam nas suas necessidades como investidor. Confira a oferta de relatórios, ferramentas de análise, simuladores e outras opções.

E se tem tudo o que você precisa, é confiável e também uma corretora com taxa zero, faça a sua escolha.

Outras taxas de corretoras

Como a gente mencionou, a taxa zero anunciada pela corretora pode ser apenas a isenção de uma das cobranças da empresa. É que existem diferentes alíquotas que podem ser aplicadas pela instituição sobre os investimentos. Veja, então, outras taxas cobradas pelas corretoras:

 

Taxa de administração

O valor é referente à administração dos recursos do investidor. No geral, a alíquota fica entre 0,5% a até 5% ao ano. A taxa de administração é cobrada diariamente, apesar de ser expressa em base anual.

 

Taxa de performance

A alíquota incide diretamente sobre os resultados do investimento, sendo calculada com base no valor que exceda a um índice de desempenho previamente determinado. Assim, quanto melhor o rendimento de uma aplicação, maiores os ganhos para a corretora.

 

Taxa de carregamento

A taxa é aplicada sobre novos aportes ou saques do investimento. Geralmente, a alíquota não ultrapassa 5% do valor investido.

 

Taxa de custódia

O valor é utilizado pela empresa para custodiar ações e títulos em nome dos investidores.

 

Taxa de registro

A alíquota é uma cobrança pelo serviço da corretora de executar o registro dos investimentos.

Além destas taxas cobradas diretamente pelas empresas, ainda existem tributos e outros custos obrigatórios das aplicações, como Imposto de Renda, Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e outros.

Portanto, verifique atentamente todos os gastos que você terá com o investimento antes de começar com as aplicações.

Na Capital Research, você descobre todas essas informações em nossos conteúdos exclusivos. Conte com a gente e saiba como investir gastando menos e ganhando mais.

Recomendados

Investimentos

Diferenças entre corretora e gestora: saiba tudo antes de investir

Leia nosso artigo para esclarecer melhor quaisquer dúvidas sobre a diferença entre ...

3 anos atrás

Investimentos

Corretagem: entenda essa taxa nos investimentos

Taxa de corretagem é um custo operacional para a compra e venda de ativos, como as ...

2 anos atrás

Investimentos

O que é e como funciona a taxa de corretagem?

O valor da taxa de corretagem pode variar dependendo da instituição e tipo de ...

2 anos atrás