Comprovante de renda: por que é importante e como obter

Em busca de comprovante de renda e não sabe onde obter? Confira nosso guia sobre o tema e tire suas dúvidas.

Em busca de comprovante de renda e não sabe onde obter? Confira nosso guia sobre o tema e tire suas dúvidas.

O comprovante de renda é um documento imprescindível na hora de obter crédito junto a uma instituição financeira.

Mas vários documentos cumprem essa função, como a carteira de trabalho, holerite e declaração de Imposto de Renda. Na prática, isso gera dúvidas sobre qual deles escolher e como cada um pode ser obtido.

Para resolver essas questões, preparamos este guia com as principais informações sobre comprovante de renda: importância, tipos e como obter. 

Interessado? Então siga a leitura.

Importância do comprovante de renda

O comprovante de renda é um documento essencial para qualquer operação de crédito. Nos próximos tópicos, confira três das principais situações em que ele pode ser útil:

 

1. Para aumentar o limite do cartão de crédito ou cheque especial

Se você quiser aumentar o limite do cartão ou do cheque especial, deve apresentar o comprovante de renda à instituição financeira.

O banco, ao solicitar o documento, precisa saber se você vai ter condições de pagar as faturas do cartão de crédito ou o valor utilizado no cheque especial. Ou seja: o limite de crédito concedido deve ser proporcional à renda do cliente.

 

2. Para obter empréstimos pessoais, financiamentos e consórcios

Outra situação em que o comprovante de renda é importante,ao buscar um empréstimo pessoal, financiamento ou consórcio.

Com o objetivo de reduzir a inadimplência, instituições financeiras concedem só até 30% da renda do cliente em crédito nessas operações  — exceto em casos de empréstimos sem comprovante de renda, que têm taxas de juros mais altas.

 

3. Para alugar um imóvel

Também há exigência de comprovante de renda no aluguel de imóveis. O documento serve como uma garantia para o dono do imóvel, de que você vai conseguir pagar o valor mensal do aluguel, minimizando os riscos para ele.

Tipos de comprovante de renda

Existem diferentes documentos que servem como comprovante de renda. Abaixo, confira quais são eles:

 

Carteira de trabalho

A carteira de trabalho é um dos documentos que podem ser apresentados como comprovante de renda, uma vez que nela está registrado o valor do salário.

Mas, se você ganha valores extras, como comissão de vendas e participação nos lucros, a carteira de trabalho não atesta a quantia real da sua renda. Nesse caso, é preciso apresentar esses documentos adicionais.

 

Holerite

Também conhecido como contracheque, o holerite é um documento atrelado à folha de pagamento e fornecido pelo empregador que comprova o pagamento mensal ao trabalhador. 

Nele estão registrados o salário bruto e salário líquido após as deduções referentes ao pagamento de impostos.

Para utilizar o holerite como comprovante de renda, é preciso apresentar os documentos referentes aos três últimos meses.

 

Extrato bancário

O extrato bancário é uma alternativa para profissionais liberais e freelancers que não atuam com carteira assinada.

De maneira geral, as instituições financeiras solicitam extratos bancários dos últimos seis meses para conceder crédito.

Nesse caso, o ideal é que o cliente concentre todos os seus débitos em uma mesma conta corrente. Mas nem todas as instituições financeiras aceitam esse documento como comprovante de renda.

Portanto, é preciso se informar junto ao banco para avaliar a possibilidade de usar extratos.

 

Decore

Outro documento que funciona como comprovante de renda é o Decore: Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos.

A emissão desse documento é feita por um contador através de meios eletrônicos e, para que seja realizada, é necessário reunir outros documentos, como recibo de aluguéis e declaração de Imposto de Renda.

O Decore é uma alternativa para profissionais autônomos e pequenos empresários, que não trabalham com carteira assinada.

 

DIRPF

A Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física também pode ser apresentada como comprovante de renda. Nesse documento, emitido anualmente pelo trabalhador, estão registrados a renda total do profissional e seus bens, no ano anterior à emissão.

Mas, como a declaração de Imposto de Renda informa os valores do ano anterior, que não necessariamente representam a renda atual do trabalhador, é comum que os bancos solicitem documentos adicionais, como carteira de trabalho e extratos bancários.

 

DASN-SIMEI

Para o microempreendedor individual (MEI), que não trabalha com carteira assinada, uma opção é a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional. Trata-se de um documento emitido anualmente para comprovar a receita bruta anual do empreendimento no ano anterior.

Como obter seu comprovante de renda

Conforme você acabou de descobrir, vários documentos funcionam como comprovante de renda. Por isso, a obtenção varia conforme o documento que for utilizar.

Por exemplo, se você for utilizar a declaração de Imposto de Renda, caso não tenha o recibo, precisa solicitar uma segunda via na Receita Federal ou diretamente com seu contador.

Caso você seja empregado no regime CLT, pode apresentar a própria carteira de trabalho, que traz o registro do seu salário, ou os holerites de pagamento.

E, se preferir o extrato bancário, basta acessar a sua conta corrente do banco por meio do internet banking para exportar as movimentações dos últimos meses.

Portanto, aqui a principal dica é analisar previamente os documentos aceitos pela instituição financeira antes de solicitar crédito. Ou pelo dono do imóvel, caso você queira alugar uma casa ou apartamento.

E aí, ficou claro para você a importância do comprovante de renda? Se as dicas deste artigo foram úteis, aproveite para assinar a newsletter da Capital Research para ficar por dentro de outros assuntos essenciais no universo das finanças.

Recomendados

Investimentos

10 livros para o investidor sobre mercado financeiro

Opções de leitura não faltam para quem quer investir. Veja lista com 10 livros ...

2 anos atrás

Investimentos

Análise de custos: o que é, para que serve e como fazer

Entenda a importância, quais os métodos mais utilizados e de que forma a análise ...

3 anos atrás

Investimentos

Business to business: saiba o que é e seus desafios

Você realmente sabe o que é B2B ou Business to business? Vamos explicar para você ...

3 anos atrás