Como operar mini índice: guia básico para começar

Quer ganhar dinheiro fazendo trade no mercado de ações? Descubra como operar mini índice com nosso guia básico.

Descobrir como operar mini índice é um passo importante para quem já conhece o mercado de ações e deseja ganhos mais expressivos no mercado futuro.

O mini índice negocia mini contratos futuros do índice Ibovespa, o principal indicador da bolsa de valores no Brasil.

Por meio dessa negociação, quem já possui experiência com renda variável pode especular sobre a evolução do índice no futuro, ganhando tanto com a queda quanto com o crescimento.

Neste artigo, você vai entender como operar mini índice na prática, com um guia básico para quem está começando a estudar o assunto.

O que significa operar mini índice

O mini índice foi criado em 2011 para que os pequenos investidores pudessem participar do mercado futuro, antes restrito apenas aos mais ricos.

Por meio do mercado futuro, você não negocia o ativo em si, mas contratos de compra e venda no futuro.

É um mecanismo utilizado tanto por day traders como por swing traders, para obter lucros mais expressivos, por meio da alavancagem, ou proteger a carteira, reduzindo as perdas com a oscilação do mercado.

No caso do mini índice, o mini contrato é do índice Ibovespa, mas também é possível contratar mini contratos de dólar e de commodities, como ouro, soja e milho. 

Na prática, o mini índice representa 20% da pontuação do índice cheio. Por isso, a cada oscilação de 1 ponto no Ibovespa, são 20 centavos de lucro ou prejuízo.

Se você tem um bom palpite para a evolução do índice Ibovespa nos próximos meses, comprar mini índice pode ser uma alternativa. Mas, em geral, esses contratos são negociados por quem opera day-trade, devido ao alto volume e liquidez dos negócios.

Como não é necessário ter todo o valor em caixa para comprar os mini contratos, o mini índice permite a alavancagem, quando se negocia valores que o investidor não possui, o que permite um crescimento expressivo do capital – desde que a operação tenha lucro.

Como operar mini índice: por onde começar

A seguir, reunimos algumas dicas básicas para você guiar seus estudos para aprender como operar mini índice.

Estude o mercado de ações

O primeiro passo é estudar e entender a fundo o mercado de ações.

O que é uma ação? Por que o preço varia? O que faz o preço de uma ação crescer ou cair? Como investir na Bolsa de Valores? Qual o papel de uma corretora?

Tudo isso é o básico do básico. Mas você não pode partir para os contratos futuros antes de passar pelo básico. 

Estude, faça cursos, leia blogs, consuma conteúdo na internet, tenha um mentor e, daí sim, avance para o mercado futuro.

Destrinche o índice Ibovespa

Se você quer operar mini índice, precisa entender, na prática, como funciona o índice Ibovespa, porque são mini contratos futuros desse índice Ibovespa que você vai operar.

É necessário compreender a lógica por trás desse indicador, que funciona como uma carteira teórica de ações, composto pelas empresas que representam 80% do volume negociado na bolsa de valores.

Descubra como o Ibovespa oscila e qual o seu grau de correlação com diversos eventos e ativos para começar a estudar o mercado futuro.

Compreenda o mercado futuro

No mercado futuro, você não negocia um ativo em si, mas um contrato que dá o direito de comprar ou vender esse ativo no futuro.

É um mercado bastante utilizado por quem deseja especular, lucrando mais, ou para quem deseja criar proteções para a carteira. 

Conhecer a fundo esse mercado é essencial para operar mini índice.

Descubra os conceitos de alavancagem e margem de garantia

Ao negociar mini índices, os conceitos de alavancagem e margem de garantia precisam estar completamente assimilados.

A alavancagem permite que você negocie valores que não possui, para potencializar os ganhos, enquanto a margem de garantia é um valor cobrado pela B3 como garantia para quem deseja operar mini contratos. 

Conheça os códigos de negociação do mini índice

Também é essencial entender os códigos de negociação do mini índice antes de começar a operar nesse mercado.

Os nomes dos contratos de mini índice são compostos pelo tipo do ativo (WIN, no caso do mini índice), uma letra para o mês correspondente e dois dígitos finais do ano de vencimento. 

A tabela a seguir mostra a letra de cada mês: 

  • Janeiro – F
  • Fevereiro – G
  • Março – H
  • Abril – J
  • Maio – K
  • Junho – M
  • Julho – N
  • Agosto – Q
  • Setembro – U
  • Outubro – V
  • Novembro – X
  • Dezembro – Z.

Portanto, um contrato de mini índice com vencimento em dezembro de 2020, por exemplo, terá como código WINZ20.

Entenda as regras da sua corretora para operar mini índice

Cada corretora possui regras próprias para os contratos de mini índice, sejam eles de day trade ou swing trade. Por isso, é importante conhecer as taxas específicas de cada empresa, além de desvendar o funcionamento do home broker, onde as negociações são realizadas.

4 dicas para operar mini índice

Agora que você já sabe o que fazer para operar mini índice, reunimos quatro dicas básicas para você dar os primeiros passos e descobrir como operar mini índice.

1. Defina suas estratégias de negociação

O primeiro passo é definir as suas estratégias de negociação.

Em geral, o mini índice é operado por investidores day traders, que utilizam a análise técnica para entender as tendências do mercado.

Mas ele também pode ser negociado por swing traders, embora os custos da margem de segurança sejam maiores.

De qualquer forma, você precisa definir a sua estratégia de forma antecipada, e se aprofundar nos estudos com cursos e materiais de apoio antes de começar. 

2. Conheça profundamente o seu home broker

Depois de definir a estratégia, é hora de destrinchar o funcionamento do seu home broker, porque é lá que todas as operações serão realizadas.

Se você não estiver completamente ciente de todas as funcionalidades, vai correr o risco de executar uma operação indesejada.

Por isso, dedique tempo para entender todos os detalhes do home broker da sua corretora.

3. Comece pequeno

Tendo definido a sua estratégia e conhecendo o home broker, você já está pronto para começar a operar.

A dica, aqui, é começar pequeno, com controle dos riscos e da alavancagem. 

Neste momento de aprendizado, é provável que você vá errar e ter prejuízo. Por isso, é recomendável não investir grandes quantias nesse momento. 

4. Esteja sempre aberto para aprender

O aprendizado na bolsa de valores é constante, e no mercado futuro a regra não muda.

Por isso, você precisa estar sempre aberto a aprender cada vez mais.

Você só vai aprender como operar mini índice quando praticar, e o processo pode ser cansativo nos primeiros meses.

Mas você não pode desanimar, porque o aprendizado constante e a experiência são os segredos do sucesso no longo prazo.

E aí, gostou do texto? Para saber tudo sobre o mercado financeiro, continue navegando pelo blog da Capital Research.

Recomendados

Investimentos

Day trade: como funciona na prática (e dá dinheiro?)

Tire suas dúvidas sobre day trade, como funciona esse tipo de investimento na bolsa ...

3 anos atrás

Investimentos

Swing trader: como ter sucesso ao operar na bolsa

O swing trader é aquele que compra e vende ações na bolsa a partir do swing trade, ...

3 anos atrás

Investimentos

Position trade: como funciona essa operação na bolsa de valores

Position trade é uma operação de prazo mais longo. Veja a diferença para o buy ...

2 anos atrás