Como funciona a poupança: vale a pena investir na caderneta?

Entender como funciona a poupança é fundamental para decidir se vale a pena aplicar seu dinheiro nela. Confira nosso guia.

Você sabe como funciona a poupança? Apesar de ser uma das modalidades de aplicação financeira mais conhecidas dos brasileiros, ainda existem muitas dúvidas sobre a famosa  caderneta.

Por isso, montamos esse material completo para que você entenda como a poupança opera, o quanto rende e como se dá a remuneração. Com esses dados em mãos, você vai poder avaliar melhor se vale a pena – ou não – investir na caderneta. 

Siga acompanhando!

Como funciona a poupança?

A caderneta de poupança é um tipo de renda fixa que opera através de conta bancária. Nela, o poupador faz suas aplicações financeiras e, a cada aniversário, o valor depositado rende juros – de acordo com as regras da caderneta.

Simples e de fácil acesso, a poupança tem grande apelo popular. Assim, basta se dirigir a qualquer agência bancária com os documentos de identificação, comprovante de endereço e outros dados pessoais para fazer a abertura gratuita da conta.

Todo banco aberto ao grande público deve disponibilizar o serviço sem custo algum para seus clientes. Dessa forma, a conta poupança não pode ser cobrada, nem taxada.

Além disso, a caderneta não tem incidência de tributos – como o Imposto de Renda (IR). Mas, caso o poupador seja obrigado a fazer a declaração anual de IR, deve informar o valor depositado – se o saldo for maior do que R$ 140.

Como funciona o rendimento da poupança

Já vimos que a poupança é um meio bem fácil para fazer aplicações financeiras. Mas seu rendimento pode ser um pouco mais complexo.

Até 2012, a caderneta rendia 6% ao ano (ou 0,05% ao mês) + Taxa Referencial (TR). No entanto, com as mudanças no cálculo da remuneração da poupança, ela passou a render de forma indexada à taxa Selic.

Então, a partir de 2012, o dinheiro aplicado na poupança remunera da seguinte forma:

Com a Selic acima de 8,5% a.a.: 

  • Rendimento da poupança = (Valor Investido x 0,05% a.m.) + Taxa Referencial.

Com a Selic abaixo de 8,5% a.a.:

  • Rendimento da Poupança = (Valor Investido x 70% da Selic) + Taxa Referencial.

 

Quanto rende a poupança por mês

Depois de entender como funciona a poupança e seu rendimento, é hora de fazer as contas. Para isso, você precisa descobrir dois dados: Taxa Selic e Referencial. Os valores são decididos e divulgados mensalmente pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Veja, por exemplo, como a caderneta de poupança rendeu, por mês, a um investidor que aplicou R$ 1.000 em 02/01/2020 (dados de abril de 2020):

Poupança

Valor Investido

Taxa Selic (a.a.)

Taxa Referencial

Rentabilidade (a.m.)

Rendimentos

Valor Final

Janeiro

R$ 1.000,00

4,50%

0 %

0,26%

R$ 2,63

R$ 1.002,63

Fevereiro

R$ 1.002,63

4,50%

0 %

0,26%

R$ 2,63

R$ 1.005,26

Março

R$ 1.005,26

3,75%

0 %

0,22%

R$ 2,20

R$ 1.007,46

Nos três meses, então, o investidor será remunerado com R$ 7,46.

 

Histórico de rendimentos da poupança

Para efeitos comparativos, podemos ver o histórico da rentabilidade absoluta da caderneta de poupança e do CDI – Certificado de Depósito Interbancário. O CDI é outro importante indexador de investimentos

Assim, confira o quanto foi a taxa de rendimentos da poupança e do CDI dos últimos 15 anos:

Ano

Poupança

CDI

2019

4,25%

5,96%

2018

4,62%

6,42%

2017

6,61%

9,93%

2016

8,30%

14,00%

2015

8,15%

13,24%

2014

7,16%

10,81%

2013

6,37%

8,06%

2012

6,47%

8,40%

2011

7,50%

11,59%

2010

6,90%

9,75%

2009

7,05%

9,88%

2008

7,90%

12,38%

2007

7,77%

11,81%

2006

8,40%

15,03%

2005

9,21%

18,99%

2004

8,10%

16,15%

2003

11,21%

23,26%

2002

9,27%

19,10%

2001

8,63%

17,27%

2000

8,32%

17,32%

1999

12,76%

25,13%

1998

15,16%

28,44%

1997

16,85%

24,50%

1996

16,34%

26,88%

1995

40,38%

53,06%

O que é aniversário da poupança?

A caderneta de poupança tem liquidez diária. Em outras palavras, o poupador pode sacar a grana investida a qualquer momento.

Mas, diferentemente do que acontece em outros investimentos, a poupança não remunera de forma diária. Ou seja, os rendimentos da caderneta só são acrescentados ao saldo investido no aniversário da poupança.

A cada 30 dias após o depósito, o valor da aplicação é remunerado e, então, somado ao valor total. Se o investidor retirar o dinheiro antes da data de aniversário da poupança, perde todo o retorno dos 29 dias aplicados.

Poupança vale a pena?

A poupança é uma forma simples e barata para manter o dinheiro no banco. Além disso, tem excelente liquidez. No entanto, os rendimentos gerados pela caderneta estão ficando menos atrativos a cada ano.

Assim, ponderando os valores efetivamente pagos pela poupança e os índices de inflação, dá pra perceber que o retorno de deixar o valor nessa modalidade é quase nulo.

Dessa forma, vale a pena buscar por outras formas de renda fixa, com boa liquidez e rendimentos maiores. LCI, LCA, CDBs e Letras de Câmbio, por exemplo, podem remunerar mais o investidor e com a mesma segurança.

Portanto, depois de entender como funciona a poupança, a dica é pesquisar um pouco mais e comparar as modalidades de aplicação financeira antes de colocar toda a grana na poupança.

A Capital Research é sua parceira nessa jornada de aprendizado e evolução enquanto investidor. Visite o nosso site e se mantenha bem informado.

Recomendados

Investimentos

10 livros para o investidor sobre mercado financeiro

Opções de leitura não faltam para quem quer investir. Veja lista com 10 livros ...

2 anos atrás

Investimentos

7 dicas para você investir sem medo

Quer investir, mas não sabe por onde começar? Confira nossas dicas para perder o ...

2 anos atrás

Investimentos

Melhores aplicações financeiras para quem quer sair da poupança

...

3 anos atrás