Como calcular a TIR e usar a Taxa Interna de Retorno para investir

Quer um bom motivo para aprender como calcular a TIR? Esse conhecimento pode te ajudar a avaliar se vale ou não a pena fazer uma determinada aplicação financeira.

investimos para a tir

A TIR, sigla para Taxa Interna de Retorno, é um método usado na engenharia econômica para avaliar a viabilidade de projetos e investimentos. Ela calcula a taxa de desconto que um fluxo de caixa deve ter para que seu Valor Presente Líquido (VPL) seja igual a zero. Assim, a TIR é uma taxa de referência usada para avaliar um investimento que pode ter retorno zero.

E você deve concordar que é muito mais seguro fazer uma aplicação depois de conhecer a rentabilidade que ela oferece, certo? Então, siga a leitura para descobrir como calcular a TIR.

Como Calcular a TIR: passo a passo

A TIR é calculada para um investimento que não gera lucro nem prejuízo, ou seja, para um VPL igual a zero.

Assim, considera-se a soma da entrada do fluxo de caixa menos o investimento inicial.

Veja a fórmula:

Taxa interna de Retorno Formula

Nela:

  • FC = Fluxos de caixa
  • i = período de cada investimento
  • N = período final do investimento.

A fórmula parece bem complicada? E, na verdade, ela é mesmo. Por isso, não é indicado tentar fazer o cálculo manual, rabiscando no papel.

Como a TIR não pode ser calculada de forma analítica, nessa hora a tecnologia pode dar uma mãozinha. Para encontrar seu valor, podemos usar algum programa, como o Excel, ou mesmo uma calculadora financeira.

No Excel, a fórmula “=TIR()” permite encontrar a TIR de maneira precisa e rápida. Você ainda pode tentar descobrir o valor da TIR usando o método de erro e tentativa, como vamos mostrar agora – mas já adiantamos que também não é exatamente fácil.

Como calcular a TIR por tentativa e erro

Vamos trazer um exemplo prático para entendermos melhor como calcular a TIR pelo método de tentativa e erro.

Imagine que a sua empresa vai fazer um investimento de R$ 200 mil inicialmente, e que a previsão aponta para um retorno de R$ 100 mil no primeiro ano e de R$ 110 mil no segundo.

Para fazer os cálculos, o primeiro passo é igualar o VPL a zero e substituir os outros valores nesta outra fórmula:

TIR VPL

Em que:

  • FC = investimento inicial, a entrada de capital.
  • t = cada período
  • T = período total
  • VPL = Valor Presente Líquido
  • TIR = Taxa Interna de Retorno.

Assim temos:

  • VPL = 0 = – 200.000 + 100.000/(1+TIR) + 110.000/(1+TIR)2

Como calcular a TIR na tentativa e erro, então?

Vamos imaginar que a TIR seja um valor qualquer entre 1% e 5%. Portanto, vamos substituir a TIR por esses valores na fórmula.

Para TIR = 1% temos:

  • VPL = 0 = – 200.000 + 100.000/(1+0,01) + 110.000/(1+0,01)2 = 6,84

Para TIR = 5% temos:

  • VPL = 0 = – 200.000 + 100.000/(1+0,05) + 110.000/(1+0,05)2 = – 4,98

Observando esses resultados, é possível concluir que, para que VPL seja igual a zero, a TIR tem que estar em algum ponto entre 1% e 5%.

Dando continuidades às tentativas, chegamos ao valor de 3% para TIR.

E o que isso quer dizer?

Se o retorno exigido for menor do que 3%, então, o investimento é viável. Por outro lado, se for igual ou maior que 3%, então, não há viabilidade nele.

Calculando a TIR pelo Excel

O que você achou do método de tentativa e erro? Um pouco complicado e trabalhoso, não é mesmo? A verdade é que tem como calcular a TIR dessa forma, mas fica muito mais fácil usando o Excel. Vamos a um exemplo prático?

Supondo que a sua empresa fará um investimento inicial de R$ 200 mil, com previsão de retorno de R$ 60 mil no primeiro ano, R$ 65 mil no segundo, R$ 72 mil no terceiro e R$ 80 mil no quarto.

Para a calcular a TIR usando o Excel, você deve colocar todas esses valores em uma tabela. Depois, basta inserir na última linha a função para o cálculo da TIR, que é: =TIR().

Nesse caso, encontramos a TIR igual a 14%.

Muito mais fácil, concorda?

TIR x TMA, a Taxa Mínima de Atratividade

A TIR se mostra útil quando seus valores são comparados com os da TMA, a Taxa Mínima de Atratividade. Ao considerar o percentual de retorno, ela pode ser empregada para avaliar a qualidade dos investimentos, fazendo isso de forma segura, já que leva em conta o valor do dinheiro ao longo do tempo.

E onde a TMA entra nisso?

Ao definir a partir de qual valor um investimento ou projeto dá lucro, a Taxa Mínima de Atratividade potencializa a TIR, digamos assim. É que ela possibilita comparar investimentos variados, conforme o retorno desejado de cada um.

Quando a TIR se mostra maior que o custo de capital (que corresponde à TMA), está aí um indicativo de que o projeto é viável.

Como analisar o resultado da TIR

Agora que você já viu como calcular a TIR, vamos falar sobre como usar o resultado para analisar a viabilidade de um investimento ou projeto.

A TIR, como dissemos, é uma taxa de referência usada para avaliar um investimento que pode ter retorno zero. Ou seja ,ela pode ser usada para calcular a atratividade de um projeto.

Assim temos:

  • Se TIR for maior do que a TMA, então, o projeto é viável
  • Se TIR for menor do que a TMA, então, o projeto não é viável e deve ser cancelado
  • Se TIR for igual a TMA, então, o projeto é neutro, e fica a cargo dos gestores e investidores decidirem se devem ou não dar continuidade a ele.

Apesar de ser uma ferramenta muito tentadora, a TIR não deve nunca ser o único método de se avaliar um projeto. O uso isolado da TIR pode culminar em decisões erradas, sobretudo para avaliar dois projetos com prazos distintos.

Por isso, o ideal é usar a TIR em conjunto com outros métodos, como Payback e o Valor Presente Líquido. Então, a dica final é que veja este artigo como um ponto de partida para o seu aprendizado.

Aproveite para acessar o site da Capital Research e descobrir mais sobre como encontrar as melhores oportunidades de investimento de forma gratuita. Além disso, acompanhe as principais notícias do mercado e de investimentos em nossa newsletter Capital Research.

Recomendados

Investimentos

Aprenda já a calcular juros de empréstimo

Entenda um pouco mais sobre Juros Simples e Juros Compostos e veja como realizar o ...

3 anos atrás

Investimentos

Como comprar ações online

Investir na Bolsa de Valores é uma realidade que pouco a pouco vem conquistando os ...

3 anos atrás

Investimentos

Crescimento e desenvolvimento econômico: Guia completo para você saber tudo sobre o assunto

Você sabe o que é crescimento e desenvolvimento econômico? Neste guia você vai ...

3 anos atrás