CAPM: Conheça o modelo de precificação de ativos para o capital financeiro

Saiba o que é CAPM e como ele é aplicado no mercado de precificação de ativos financeiros!

CAPM é a sigla para Capital Asset Pricing Model, que significa em português “Precificação de Ativos Financeiros”. 

Se trata de uma forma de analisar e investigar as relações existentes entre o risco e o retorno esperado de um investimento. 

Muito utilizado em finanças, o CAPM precifica títulos de risco e pode gerar retornos previstos para os ativos, além de determinar a taxa de retorno considerada apropriada para determinado ativo em comparação com uma carteira de mercado diversificada. 

Principais características do CAPM

  • O CAPM leva em conta projeções sobre distribuições de risco; 
  • comportamentos de investidores; 
  • distribuições de risco e retorno; 
  • além de fundamentos de mercado. 

Em vista disso, o método funciona mediante o custo de capital e risco dos ativos. 

O indicador do CAPM se utiliza de uma fórmula para calcular e avaliar se uma determinada ação é valorizada. Assim, o valor do dinheiro e o risco são comparados ao retorno que era esperado.

Os riscos de utilizar o modelo de precificação de ativos

Quando se fala em riscos envolvidos no CAPM, é necessário levar em consideração duas principais possibilidades:

  • Risco não diversificável: risco em que o gestor não possui controle, ou seja, incertezas, aspectos climáticos, alterações no cenário político, alterações da taxa básica de juros, oscilações da inflação, entre outros.
  • Risco diversificável: quando o gestor consegue reduzir o risco, seja com base em estratégias, conhecimento ou estudo. Sempre por meio de diversificação. 

O modelo CAPM permite traçar um possível retorno de ativo levando sempre em consideração o risco não diversificável. 

Em vista disso, existe sempre uma forma, de acordo com o modelo, de mensurar o risco que não pode ser combatido por meio de estratégias de diversificação. 

Como calcular o CAPM

Para calcular o CAPM é preciso saber, pelo menos, a parte dos riscos do negócio e a parte livre de riscos (ou com menor chance de risco possível). A fórmula funciona da seguinte forma:

E(R) = Rf + β (Rm – Rf), sendo:

E(R) = o retorno esperado, ou seja, resultado que o CAPM busca calcular;

Rf = taxa de juros livre de risco (ou com menor risco possível);

β = O risco associado ao investimento;

Rm = taxa de remuneração do mercado. 

Dessa forma, a taxa livre de risco é considerada uma taxa de rendimento de um negócio que não possui risco. Exemplo disso seria a poupança ou o Tesouro Direto. Assim, o valor se refere ao mínimo que deve ser considerado pelo retorno previsto. 

Avaliando o resultado do CAPM

O CAPM é um método que possibilita avaliar o retorno esperado de um ativo em comparação com uma dada situação de mercado, por mais diversificada que seja. Por meio do coeficiente “beta”, o modelo consegue captar o risco não diversificável. 

Acompanhe todas as informações sobre CAPM e investimentos pela internet!

A Capital Research é uma empresa que oferece aos clientes informações fundamentais sobre CAPM e todo o universo dos investimentos. 

Por meio dos planos da Capital Research, os investidores podem encontrar as melhores oportunidades do mercado no momento. 

Navegue pelo site para obter maiores informações. 

Recomendados

Investimentos

Análise de custos: o que é, para que serve e como fazer

Entenda a importância, quais os métodos mais utilizados e de que forma a análise ...

3 anos atrás

Investimentos

Bens inferiores: o que são, principais conceitos e exemplos práticos

Neste artigo, exploramos como são caracterizados os bens inferiores, os desafios de ...

3 anos atrás

Investimentos

Como comprar ações: confira o passo a passo e 4 formas diferentes para voce começar a investir agora!

Devido à queda da taxa SELIC e a baixa rentabilidade da renda fixa, demanda-se ...

3 anos atrás