O que é o balanço patrimonial de uma empresa

Entenda o que é balanço patrimonial e veja porque saber analisar esse documento é importante na hora de investir.

balanço patrimonial

Para garantir o sucesso nos investimentos, investidores devem investigar o histórico da companhia que pretende aplicar. Ao promover a análise fundamentalista, é possível avaliar a situação financeira de uma empresa por meio da análise do balanço patrimonial.

Assim, o investidor tem acesso à informações relevantes para tomada de decisões de compra e venda de ativos no mercado financeiro. Afinal, o balanço patrimonial é considerado um dos demonstrativos financeiros mais importantes para os investidores.

O que é balanço patrimonial

O balanço patrimonial é o demonstrativo que apresenta a situação financeira de uma empresa. Neste documento estão descritos os ativos e passivos da companhia, dados que revelam a saúde financeira do negócio. A legislação vigente exige que toda empresa, obrigatoriamente, a elaborar e publicar o seu balanço patrimonial no fim de cada exercício no Diário Oficial da União (DOU).

Para isso, é preciso seguir normas específicas da Lei das Sociedades Anônimas para divulgação do balanço patrimonial que exige que a publicação seja feita no Órgão Oficial da União, do Estado ou do Distrito Federal, conforme a localidade da sede da empresa.

O prazo máximo para publicação do balanço patrimonial é de 4 meses a partir da data do encerramento do exercício para a realização da Assembleia Geral. Além disso, as empresas devem publicar o Aviso aos Acionistas, com balanços e outros demonstrativos, um mês antes da data marcada para ocorrer a Assembleia.

Ativos x Passivos

O ativo corresponde aos bens e direitos e as demais aplicações de recursos que compõem o patrimônio de uma empresa. Já o Passivo compreende as origens de recursos representados pelas obrigações para com terceiros, resultantes de eventos ocorridos que exigirão ativos para a sua liquidação.

Saiba quais tipos de ativos e passivos e principais diferença entre cada um deles:

Ativos circulantes: são bem e recursos que uma empresa tem disponíveis e que podem ser

convertidos em dinheiro em curto prazo, como dinheiro em caixa, estoque, aplicações

financeiras, depósitos em conta corrente, contas a receber, entre outros.

Ativo não circulante: é composto por de bens e direitos com realização acima de um ano, ou de natureza fixa e duradoura. São contas desse grupo os ativos que rendem recursos a longo prazo, como investimentos, participações ativos intangíveis, além do próprio patrimônio fixo da empresa como imóveis, veículos e entre outros ativos.

Passivos circulantes: são obrigações que a empresa deve cumprir em um prazo de até um

Ano como, por exemplo, pagamento de fornecedores, empréstimos de curto prazo e impostos.

Passivos não circulantes: são compostos por dívidas e obrigações com prazo de vencimento maior que um ano. Costumam fazer parte dessa conta os empréstimos de longo prazo e garantias de aportes. Usando o balanço patrimonial para investir

Como dito, o balanço patrimonial é considerado um dos demonstrativos financeiros mais importantes para os investidores. Isso pois, analisar informações sobre os ativos e passivos de uma empresa, assim como seu patrimônio líquido, é crucial para tomada de decisão e para assegurar que o investimento terá maiores chances de sucesso.

Listamos a seguir algumas dicas de como usar a análise do balanço patrimonial de uma empresa para decidir se vale investir nela ou não.

 

Avalie os ativos e passivos da empresa

Ao avaliar as principais fontes de recursos e despesas, é possível identificar se a empresa consegue assumir as necessidades operacionais e financeiras a curto, médio e longo prazos. Informações valiosas para investidores que buscam segurança na hora de decidir em qual negócio investir.

Analise o patrimônio líquido da companhia para estimar o patrimônio líquido de uma companhia é preciso analisar a diferença entre ativos e passivos. O resultado dessa equação representa o capital próprio da empresa. Ter acesso a esse tipo de informações permite ao investidor estimar o valor da empresa, bem como observar a evolução histórica do patrimônio.

 

Consulte o Capital Social

O Capital Social representa a capacidade que uma empresa tem de reunir recursos para o seu pleno funcionamento e assegurar credores e investidores. Ao consultar o Capital Social de uma empresa, é possível avaliar o valor necessário para planejar todas as despesas e manter a saúde financeira do negócio.

Quer ficar por dentro das principais novidades do mercado de investimentos? Continue acompanhando os conteúdos gratuitos exclusivos no blog da Capital Research e encontre as melhores oportunidades de negócios.

Recomendados

Investimentos

Ação Vale: saiba as informações principais e o que pode afetar em seu valor

Conheça mais sobre a VALE3, código das ações da Vale, e entenda quais fatores ...

3 anos atrás

Investimentos

Concorrência monopolista: o que é, principais características e exemplos práticos

Entenda a concorrência monopolista e como ela está presente no seu dia a ...

3 anos atrás

Investimentos

Custos de transação: o que são e como afetam as finanças

Descubra como os custos de transação impactam as finanças da empresa e como ...

2 anos atrás