Aluguel de ações: O que é e quais as vantagens da operação

Vale a pena optar pelo aluguel de ações? Como funciona a operação e para qual tipo de investidor é mais recomendado? Clique no link e saiba tudo sobre o assunto.

O mercado de ações possui uma diversidade de negociações, e não somente a compra e venda, que são as mais conhecidas. 

Uma delas é o aluguel de ações, uma transação segura e eficaz, intermediada pela própria Bolsa de Valores. 

Abaixo, explicaremos um pouco mais sobre esse tipo de negociação.

O que é aluguel de ações

O aluguel de ações é uma opção para trazer renda extra. É como alugar uma casa ou um quarto, por exemplo. O proprietário se torna o doador do bem, cedendo a sua rentabilidade a outra pessoa. 

É possível alugar ações de outra pessoa e receber a sua rentabilidade naquele período, ou alugar as suas ações a outra pessoa, cedendo a rentabilidade pelo tempo determinado.

Como funciona o aluguel de ações

Investidores de longo prazo, que compram ações com o intuito de esperar que elas valorizem, podem alugar essas ações para traders experientes. 

Esses traders visualizam possibilidades no curto prazo e arriscam para tentar algum rendimento. 

Você, no entanto, como proprietário das ações, é também proprietário de seus direitos, como os dividendos. 

O aluguel de ações é uma transação completamente sem risco, já que a Bolsa de Valores é a sua contraparte, sendo a sua negociação com ela e não com outros investidores. 

Um exemplo:

O investidor aluga suas ações por um determinado valor. Essas ações valem agora R$ 10,00, por exemplo. Ele as vende então por R$ 10,00, esperando que elas baixem para recomprá-las. Sua previsão se realiza e ele as recompra por R$ 7,00, lucrando R$ 3,00. Por último, ele devolve as ações.

Lembrando que qualquer investidor pode e deve alugar suas ações para outras pessoas, já que não corre nenhum risco com esse procedimento. Já para alugar as ações de outras pessoas, é preciso ter bastante conhecimento e ser um investidor mais arrojado, já que ele pode perder dinheiro.

Quanto custa o aluguel de ações

O doador das ações não precisa arcar com nenhum custo, já que a comissão será descontada da taxa cobrada. O tomador das ações, no entanto, deve pagar as taxas e mais o aluguel. Cada home broker cobra uma taxa pela viabilização dos negócios, que geralmente vai até 5% do valor do aluguel. 

Além disso, o imposto de renda é recolhido na fonte, e por quanto mais tempo aluga-se as ações, menos paga-se de imposto de renda sobre os rendimentos, de acordo com a tabela progressiva de renda fixa, demonstrada abaixo:

Até 180 dias: 22,5%

De 181 a 360 dias: 20%

De 361 a 720 dias: 17,5%

Acima de 721 dias: 15%

Vale a pena optar pelo aluguel de ações?

Como já abordamos acima, as vantagens para o doador das ações são:

– Rentabilidade enquanto aguarda o aumento do valor das ações em longo prazo

– Baixo risco, já que é garantida pela Bolsa de Valores

– Sem custos

Já para quem aluga ações de outro investidor, a principal vantagem é apostar na queda para lucrar. É importante porém ter bastante conhecimento do mercado para atuar dessa forma.

Dúvidas sobre investimento? Consulte a Capital Research e receba nossas recomendações!

Recomendados

Investimentos

Como comprar ações: 6 dicas para quem quer ingressar nesse mercado

...

3 anos atrás

Investimentos

Balança comercial: o que é e qual a importância para os investimentos

A balança comercial mede as importações e exportações e ainda serve como ...

2 anos atrás

Investimentos

Entenda a diferença entre Dólar Comercial, Turismo e Paralelo

Saiba, de uma vez por todas, a diferença entre as cotações do Dólar Comercial, ...

2 anos atrás