Tábua atuarial: entenda o que é e como funciona

Descubra como funciona a tábua atuarial, exemplos práticos e por que é importante. Acesse o guia completo.

Quer entender o que é tábua atuarial? A compreensão sobre essa ferramenta é essencial na hora de contratar planos de previdência privada, planos de saúde, seguro de vida e até mesmo para calcular a previdência social.

Afinal, a tábua atuarial impacta diretamente no valor do benefício recebido. Resumidamente, ela consiste em uma tabela que prevê a expectativa de vida de um grupo social específico.

Mas como ela funciona na prática? Este guia traz o conceito de tábua atuarial e exemplos na prática. Confira.

O que é tábua atuarial

Tábua atuarial é uma tabela que estima a expectativa de vida de determinado grupo de pessoas para calcular valores de benefícios relativos a serviços como previdência social, planos de previdência privada e seguros de vida.

A ferramenta também é conhecida como tábua de vida, tábua de mortalidade e tábua biométrica. Esse instrumento é feito a partir da análise demográfica de um conjunto de fatores, como sexo, idade, acesso a saneamento básico e profissão, por exemplo.

Na prática, a tábua atuarial impacta diretamente na taxa de juros do benefício do segurado e nos preços cobrados por instituições financeiras pelos serviços (como a previdência privada, que citamos anteriormente).

A tábua atuarial recebe esse nome porque é elaborada a partir da ciência atuarial, que aplica técnicas para analisar riscos e expectativas financeiras e econômicas.

Em um estudo do Ministério da Previdência Social, os autores Roberta Mascarenhas, Antônio de Oliveira e Marcelo Caetano mencionam que a tábua atuarial diz respeito às incertezas ligadas ao momento da morte do beneficiário e ao valor do benefício em si.

Segundo eles, as incertezas do momento da morte decorrem de riscos biométricas: eventos probabilísticos de morte ou sobrevivência dos segurados e seus beneficiários, por exemplo.

Por sua vez, as incertezas em relação aos valores do benefício decorrem de riscos financeiros, como características previdenciais e laborais de cada indivíduo no caso da previdência social.

“A incerteza desses parâmetros faz com que seja necessário o uso de hipóteses, suposições sobre o comportamento futuro das variáveis que interferem no equilíbrio atuarial”, explicam os autores do estudo.

 

Tábua atuarial no Brasil

No Brasil, a principal tábua atuarial vigente é a BR-EMS (Experiência do Mercado Segurador Brasileiro), vigente desde 2010 e atualizada a cada cinco anos (a próxima atualização será em 2020).

São quatro variações da tábua:

  • Sobrevivência masculina (BR-EMSsb-v.2010-m)
  • Sobrevivência feminina (BR-EMSsb-v.2010-f)
  • Mortalidade masculina (BR-EMSmt-v.2010-m)
  • Mortalidade feminina (BR-EMSmt-v.2010-f).

Entenda a tábua atuarial com exemplos

O conceito de tábua atuarial parece abstrato em um primeiro momento. Por isso, elencamos abaixo exemplos de como ela funciona na prática:

 

Tábua atuarial na previdência privada

Imagine que você contratou um plano de previdência privada e optou por ter renda vitalícia: modalidade em que, partir da data de resgate do investimento, você recebe um valor mensal até morrer.

Por meio da tábua atuarial, considerando expectativa de vida e juros futuros, a instituição financeira estipula o valor do benefício que você vai receber.

Quanto mais nova é a tábua, maior é a expectativa de vida (e vice-versa).

O benefício, então, é diluído em um prazo maior (já que a perspectiva é de que o beneficiário viva mais e, portanto, receba mais parcelas).

Por isso, na previdência privada, o ideal é recorrer a planos com tábua atuarial mais antiga, o que permite que você receba um benefício maior.

 

Tábua atuarial no plano de saúde

Você já deve ter percebido que os planos de saúde particulares têm preços que variam conforme a idade e sexo do contratante, certo?

Pois é, aqui também é aplicada a tábua atuarial.

Dessa forma, a operadora do plano analisa a expectativa de vida de determinados grupos, incluindo também probabilidades de adoecer ou se afastar do trabalho por invalidez.

E, baseada nesses critérios, a operadora define os planos, que têm preços diferentes conforme a necessidade que determinado grupo tem pelos serviços oferecidos.

É por isso que, de maneira geral, planos de saúde para idosos são mais caros.

O que é déficit na tábua atuarial

Para saber o que é déficit na tábua atuarial, é preciso compreender o termo em primeiro lugar. 

O conceito de déficit significa carência, escassez ou insuficiência. Sendo assim, em uma explicação sucinta, o déficit na tábua atuarial ocorre quando os recursos para cobrir benefícios devidos são insuficientes.

Em um exemplo cotidiano, é como se você tivesse mais gastos do que renda no seu orçamento pessoal.

Considere a previdência social, que é responsabilidade do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Bem, se o INSS tem menos recursos do que o valor que precisa pagar aos beneficiários, quer dizer que existe um déficit na tábua atuarial. 

E aí, entendeu o conceito de tábua atuarial e como ela se aplica na prática? Compartilhe este artigo se ele foi útil para você e assine a newsletter da Capital Research para ficar por dentro das notícias do universo financeiro.

Recomendados

Investimentos

Certificação PQO: como se qualificar enquanto investidor?

Aprenda mais sobre essa certificação essencial para profissionais que atuam e ...

3 anos atrás

Investimentos

Anbima: entenda o papel dessa associação reguladora do mercado financeiro

Saiba mais sobre o que é a Anbima, entendendo seu papel regulador do mercado e ...

3 anos atrás

Investimentos

6 dicas para ficar rico: você também pode alcançar a riqueza!

Confira uma lista com 6 dicas para ficar rico combinando economia de despesas, renda ...

2 anos atrás