Swing trade: como dar seus primeiros passos na bolsa

Descubra como funciona o swing trade e como lucrar na bolsa de valores com essa estratégia. Confira nosso guia completo.

Quer entender melhor o que é swing trade? Este termo que é utilizado com frequência no mundo dos investimentos, trata-se de uma estratégia para negociar ações na bolsa de valores.

A diferença para o day trade é a janela temporal para as operações, que é mais alongada.

Ou seja, o swing trade envolve a compra de ativos em um dia e a venda apenas dias, semanas ou meses depois.

Ainda parece um conceito difícil?

Então, siga com a leitura para compreender melhor o que é swing trade e como colocá-lo em prática.

O que é swing trade

Swing trade é uma forma de negociar ações e outros ativos da bolsa de valores em prazos mais longos do que o day trade (que envolve compra e venda no mesmo dia). 

Há várias formas de fazer swing trade, seja por análises mais fundamentadas (de olho em balanços e resultados das empresas) ou com estratégias mais gráficas (com foco em gráficos e estatísticas).

Em ambos os casos, o investidor aproveita assimetrias, de risco X retorno, para ganhar dinheiro com a valorização ou desvalorização dos ativos.

Vamos a um exemplo?

Você pode fazer swing trade comprando ações da Petrobrás (PETR4 ou PETR3), considerando um potencial alto de valorização devido a anúncios de redução de dívida e aumento de eficiência da empresa.

Se três meses depois, as ações estiverem 20% mais caras, você pode vender os papéis, embolsar os lucros e partir para uma nova operação.

Simples, não é?

Parece fácil, mas esse tipo de investimento exige muito planejamento e um bom conhecimento da natureza da renda variável.

No meio do caminho, as ações podem cair 15% em um dia, obrigando o investidor a decidir se vale segurar o investimento ou limitar as perdas e vender logo.

Então, mesmo considerando empresas grandes e uma bolsa de valores em tendência de alta, surpresas como essa acontecem, e você precisa estar preparado.

Swing trade x day trade

Swing trade e day trade são termos que costumam andar juntos nos dicionários de finanças e investimentos.

Por isso, vale a pena compreender em detalhes suas diferenças:

 

Swing trade

Conforme você acabou de ver, o swing trade é uma estratégia para negociar ativos em alguns dias, semanas, meses ou até anos.

Envolve, necessariamente, a compra em um determinado dia e a venda em outro.

Para iniciantes, uma abordagem com menos operações como essa, mais focada no longo prazo, costuma trazer resultados melhores.

 

Day trade

O day trade, por sua vez, consiste em investimentos de curtíssimo prazo.

São operações de compra e venda de ações e ativos, efetuadas no mesmo dia.

Isso significa a compra e a venda de um ativo no mesmo dia, dentro do horário de funcionamento do pregão.

Por isso, quem utiliza day trade normalmente verifica diferentes gráficos para acompanhar o andamento das ações e tentar prever seu comportamento nessa janela curtíssima de tempo.

O day trade costuma oferecer mais riscos para o investidor iniciante, já que envolve mais tomadas de decisão e uma maior demanda emocional.

Swing trade: como dar seus primeiros passos

Agora que você já sabe como funciona o swing trade, vamos à prática.

Confira, nas próximas linhas, as recomendações mais importantes para começar.

 

Inicie investindo valores menores

Se você está começando a investir, o ideal é aplicar valores menores até que entenda, na prática, como funciona a bolsa de valores e as dinâmicas da renda variável.

É uma forma de aumentar a sua segurança na hora de tomar decisões, evitando prejuízos altos.

Como você vai ver em breve, as oscilações dos papéis trazem desconforto para os novatos e acabam provocando perdas, quando não há preparação adequada.

 

Acompanhe os resultados das suas ações

Se você vai fazer swing trade, é bom começar a acompanhar os resultados das empresas das quais está se tornando sócio.

Você sabe quando será divulgado o próximo balanço?

Você sabe como estão os fundamentos do papel?

Você sabe como os dados econômicos recentes impactam os seus negócios?

Diversifique os investimentos

É importante diversificar a sua carteira de investimentos como: renda variável, renda fixa, proteções e um colchão de emergência com alta liquidez.

Além disso, dentro da fatia de renda variável, é interessante não se concentrar apenas em um ou poucos ativos.

Se você comprar apenas um papel, correrá mais riscos do que se distribuir esse valor em mais ações.

 

Conte com o apoio de especialistas

A melhor estratégia inicial é investir com o apoio de especialistas como a Capital Research.

Na plataforma, você assina planos de carteiras de investimentos com as melhores oportunidades do mercado e ainda ganha orientação de um time de profissionais com grande experiência no mercado.

Assim, fica mais fácil dar seus primeiros passos no swing trade.

E aí, gostou da ideia e das dicas deste artigo? 

Deixe um comentário contando suas operações iniciais com o swing trade.

Recomendados

Investimentos

Swing trader: como ter sucesso ao operar na bolsa

O swing trader é aquele que compra e vende ações na bolsa a partir do swing trade, ...

3 anos atrás

Investimentos

Mini-índice: O que é e como operar?

É possível operar com as melhores ações do Mini-índice tendo pouco dinheiro para ...

3 anos atrás

Investimentos

Operar vendido: o que significa e como adotar essa estratégia

Saiba o que é operar vendido na Bolsa de Valores e o que fazer para adotar essa ...

2 anos atrás