Robô de investimento: descubra o que é e como funciona

O robô de investimento é uma alternativa para quem deseja diversificar seus investimentos a um custo baixo. Entenda.

O robô de investimento é uma alternativa para quem deseja investir e diversificar sua carteira a um custo relativamente baixo.

Ao automatizar e digitalizar o trabalho que, nas corretoras, é realizado pelo assessor de investimentos, o robô de investimento consegue oferecer produtos atraentes para quem tem pouco dinheiro para investir.

Mas você sabe exatamente como funciona essa ferramenta?

Neste artigo, você vai entender a lógica por trás das empresas que utilizam robôs de investimento no mercado financeiro, para descobrir se vale a pena para a sua necessidade. 

O que é um robô de investimento 

O robô de investimento é um sistema utilizado por empresas do mercado financeiro para aplicar o dinheiro dos clientes, considerando os seus objetivos e perfil de risco.

O papel do robô de investimento é proporcionar ao cliente uma experiência semelhante àquela que ele teria em uma corretora ou banco de investimentos, em que os assessores fazem a análise do perfil de risco e dos objetivos, para direcionar as aplicações de melhor custo-benefício e relação entre risco e retorno.

A diferença está no fato de que, para fazer essa análise e indicação, o robô utiliza um algoritmo desenvolvido pelas empresas.

Quem atua nesse mercado costuma apontar pelo menos três vantagens dos robôs de investimento.

A primeira é a experiência totalmente digital, em que você faz todos os processos pela internet, sem contato com outras pessoas.

A segunda é a oferta de produtos, como fundos de investimento, sem conflito de interesses, como pode ocorrer nas corretoras. Em alguns casos, a remuneração dos assessores varia conforme os produtos que o cliente contrata.

A terceira vantagem são os custos. Ao automatizar e digitalizar todo o processo, os robôs de investimento conseguem diminuir as taxas para o investidor. 

No Brasil, há quatro empresas trabalhando com robôs de investimento, como veremos na sequência do artigo.

Como funciona um robô de investimento 

Apesar do nome pouco intuitivo, o funcionamento de um robô de investimento é simples.

Confira a lógica por trás das empresas que oferecem esse serviço:

 

Digitalização e automatização do assessor de investimentos

Na prática, os robôs de investimento funcionam como uma digitalização do assessor de investimentos, uma comodidade que bancos de investimento e corretoras de valores costumam dispensar apenas para os clientes mais ricos.

Esses assessores são responsáveis por analisar os objetivos e o perfil de risco de cada cliente, para então sugerir os melhores produtos de investimento, fazendo a diversificação da carteira.

Os robôs de investimento fazem a mesma coisa, mas de maneira automatizada, por meio de algoritmos inteligentes e de um processo completamente digitalizado, em que não há necessariamente contato com outras pessoas.

 

Análise do perfil de risco

O primeiro passo é fazer a análise do perfil de risco de cada investidor.

Ao acessar o site de uma empresa que possui um robô de investimento, você precisará responder um questionário completo, para que o algoritmo consiga descobrir o seu grau de aversão ao risco.

Na prática, o objetivo é saber se você está familiarizado com o conceito de renda variável, e aceita ver parte dos investimentos oscilarem negativamente por algum período.

A partir dessas respostas, o robô vai considerar alocações condizentes ao seu perfil de risco, calculando o percentual ideal de renda fixa e de renda variável.

 

Análise dos objetivos

Para definir os investimentos, o robô de investimento também leva em conta os seus objetivos pessoais.

Para isso, ele precisa saber seus dados pessoais e também as suas metas para aquele dinheiro.

Você pretende fazer uma viagem nos próximos dois anos? Vai casar? Quer comprar uma casa? Ou simplesmente quer acumular patrimônio com foco na aposentadoria?

Essas informações são relevantes porque indicam qual o prazo de investimento que o robô pode sugerir.

Como você já sabe, quanto maior o horizonte de investimento, maior tende a ser a rentabilidade.

 

Indicação da carteira mais adequada 

Reunindo os dados sobre o seu perfil de risco e os objetivos de curto, médio e longo prazo, o robô de investimento monta a sua carteira e diversifica os investimentos.

Quem é jovem e possui alto grau de aceitação ao risco receberá uma indicação com percentual maior em renda variável do que quem possui um perfil mais conservador, por exemplo. 

Os robôs costumam ter diversas carteiras prontas, uma para cada perfil de risco, com os produtos indicados pelos seus analistas como os de melhor custo-benefício.

Nesse caso, uma das carteiras é sugerida ao cliente, que toma a decisão final. Entre os diferenciais dos robôs, está a promessa de que os produtos não possuem conflito de interesse, como pode ocorrer em corretoras.

O investimento ocorre na própria plataforma, e também é lá que você vai monitorar a rentabilidade.

 

Cobrança de taxas pelo serviço

Para fazer todo o trabalho de assessoria de investimentos, sugerir a alocação ideal do seu dinheiro e administrar o montante que você vai transferir para a plataforma, os robôs de investimento cobram uma taxa de administração, que inclui corretagens e taxas de custódia.

Em geral, esse valor fica entre 0,30% e 0,95% do valor investido, mas os números podem variar entre os robôs. 

É possível operar no Brasil com robô de investimento?

Sim, é possível operar no Brasil com robô de investimento.

quatro empresas disputando esse mercado com seus robôs de investimento:

  • Magnetis
  • Monetus
  • Vérios
  • Warren.

A lógica de funcionamento é a mesma para todos os quatro robôs de investimentos: criar carteiras recomendadas com base em diferentes perfis de risco, e sugerir essa carteira para cada cliente, depois de analisar seus objetivos.

Juntas, essas empresas já possuem mais de 160 mil contas abertas e mais de R$ 1,1 bilhão em custódia, em dados do final de 2019.

Para decidir qual o melhor robô de investimento para você, vale a pena acessar o site de todas as empresas, comparar as taxas e os produtos oferecidos.

Também é recomendado consultar as avaliações sobre essas empresas em sites de proteção ao consumidor, como o Reclame Aqui.

Assim, você consegue descobrir não apenas o melhor robô de investimento, mas também a empresa que passa mais confiança para lidar com o seu dinheiro.

E aí, gostou do artigo? Inscreva-se na newsletter da Capital Research para receber conteúdo diário na sua caixa de entrada.

Recomendados

Investimentos

10 livros para o investidor sobre mercado financeiro

Opções de leitura não faltam para quem quer investir. Veja lista com 10 livros ...

2 anos atrás

Investimentos

Aporte mensal: o que é e qual a importância nos investimentos

Aporte mensal é uma estratégia de investimento que mira maiores rentabilidades ao ...

2 anos atrás

Investimentos

Assessor de investimentos: saiba por que a profissão está em alta

Um assessor de investimentos é alguém que aconselha clientes sobre onde aplicar seu ...

2 anos atrás