Planilha de investimentos: o que é e qual a importância

Saiba como montar sua planilha de investimentos, quais dados usar e por que é importante mantê-la sempre atualizada.

Investir é um ato que contempla inúmeras estratégias de atuação adequadas para diferentes perfis de investidor. 

Algo em comum, no entanto, une investidores Conservadores, Moderados e Arrojados, que aplicam em Renda Fixa, Renda Variável ou em ambos: a necessidade de possuir um sistema para acompanhar e controlar a evolução dos seus investimentos. 

Uma tarefa aparentemente complicada, mas que é facilmente cumprida (se realizada com uma boa dose de disciplina) por meio de uma planilha de investimentos

O que é planilha de investimentos

A planilha de investimentos é uma tabela, geralmente criada no programa Excel, no Google Drive ou em aplicativos específicos para tal, onde cada investidor pode registrar os investimentos que possui e a evolução dos mesmos.

É uma forma eficiente de se controlar as próprias aplicações financeiras e ter total consciência de para onde seu dinheiro está indo – além de facilitar a obrigatória declaração do Imposto de Renda à Receita Federal.

Se trabalhada de forma organizada, a planilha de investimentos torna-se uma boa forma de a pessoa guiar-se no mercado de capitais.

Apesar de existirem alguns modelos de planilha de investimentos, em geral elas são montadas com abas de modo a acompanhar o rendimento mensal e anual das diferentes aplicações.

Uma planilha de investimentos pode trazer, por exemplo, abas para preencher os dados do Ativo (nome, data da aplicação, data do resgate, índice de rentabilidade), saldo da aplicação, novos depósitos, vencimento, juros e a evolução mensal do Ativo.

As planilhas oferecidas na Internet costumam calcular e preencher automaticamente algumas abas. 

Para que serve uma planilha de investimentos

A planilha de investimentos é uma das melhores formas de administrar a própria carteira de investimentos.

Independentemente da estratégia de investimentos que o investidor optou por seguir, a planilha funciona ao se estabelecer um dia fixo para atualizá-la a cada mês – pode ser no começo, no meio ou no fim do mês, contanto que se cumpra fielmente a atualização na mesma data mensal.

Isso possibilita ao investidor ter uma base sólida para comparar a performance de suas aplicações, selecionar as que de fato estão gerando bom lucro e tomar as melhores decisões acerca delas no futuro.

Imagine que uma pessoa adquiriu, por exemplo, Ações de duas empresas diferentes na Bolsa de Valores.

Ainda que as Ações da empresa A tenham rendido melhor durante os seis primeiros meses, os Ativos da empresa B apresentaram performance muito melhor nos seis meses restantes.

Ao final do ano, o investidor que registrou e acompanhou esses Ativos na planilha de investimentos terá uma noção muito mais clara se vale a pena seguir com ambas as empresas ou vender as Ações de uma delas. 

Dicas para montar e manter atualizada sua planilha de investimento

A planilha de investimentos mais eficiente é aquela que é montada de forma simples e objetiva, efetivamente auxiliando o investidor a tomar decisões claras agilmente.

Um investidor que aplica em Títulos do Tesouro Direto, por exemplo, não precisa necessariamente colocar todas as datas de vencimento de uma só vez na planilha – pode, ao invés disso, inserir somente a data de vencimento mais próxima e ir atualizando com o tempo.

Como mencionamos, a rotina de atualização da planilha de investimentos deve ser fiel e constante – ou ela perde o sentido.

Determine o dia em que fará a atualização mensal de acordo com o que for mais adequado para você. Pode ser um dia após o recebimento do salário, por exemplo.

Não deixe de registrar (de forma curta e objetiva) todas as informações importantes sobre o investimento em questão: cotação e quantidade para Dólar, cotas e preços para Ações, rentabilidade e vencimento para CDB, e por aí em diante.

Você pode montar sua própria planilha de investimentos no Google Drive, no Excel ou em programas específicos para tal que estão disponíveis gratuitamente na Internet – como o TradeMap ou o Kinvo

Dúvidas sobre investimento? Consulte a Capital Research e receba nossas recomendações! 

Recomendados

Investimentos

Análise de custos: o que é, para que serve e como fazer

Entenda a importância, quais os métodos mais utilizados e de que forma a análise ...

3 anos atrás

Investimentos

Como comprar ações: confira o passo a passo e 4 formas diferentes para voce começar a investir agora!

Devido à queda da taxa SELIC e a baixa rentabilidade da renda fixa, demanda-se ...

3 anos atrás

Investimentos

Descubra 4 Aplicações financeiras em renda fixa para começar agora

Procurando as melhores aplicações financeiras em renda fixa? Confira nosso guia ...

2 anos atrás