Como funciona o OTC e quais as vantagens nas operações?

O Mercado de Balcão ou OTC é uma opção utilizada para comprar e vender ativos. E essa opção apresenta muitas vantagens. Confira no texto!

Para entender o significado de OTC basta recorrer ao que significa sua sigla, em inglês: over-the-counter, ou seja, remete à época em que as negociações de papéis ainda ocorriam na forma física, literalmente sobre o balcão. 

O conceito de Mercado de Balcão é de uma era pré-computadores, mas ainda persiste e conecta a compra e venda de títulos sem a organização e o rigor da Bolsa de Valores, por exemplo. 

Apesar de estar fora desse ambiente frequentemente auditado e cheio de regras, as operações no OTC também estão sujeitas à regulamentação para segurança e transparência nas movimentações. 

Mais recentemente, foi no ambiente do OTC que os early adopters de Bitcoin passaram a negociar as criptomoedas.

Quais as características do OTC

Para entender as características centrais do OTC ou Mercado de Balcão, é importante saber o que ele tem de diferente das transações na Bolsa de Valores.

Se levarmos em conta que, na Bolsa, há um ambiente altamente rigoroso, com informações auditadas e atualizadas a cada 15 minutos, no caso das transações em OTC não haverá essa mesma dinâmica. E, como já dito, isso não significa que não exista uma regulamentação. 

No Mercado de Balcão, operações que não estejam registradas na Bolsa de Valores podem ser realizadas — e, para muitos, esse pode ser um ambiente de transição e adaptação para essa etapa. 

No OTC não há um espaço físico para que as transações sejam realizadas, e a flexibilidade dos registros (que, como foi dito, não precisam ser atualizados e passar por auditorias a cada 15 minutos) também é evidente. 

Assim, as negociações na OTC são divididas em duas naturezas, o Mercado de Balcão Não-Organizado e o Organizado. No caso do não-organizado, como o próprio nome diz, não há exigência de registros na compra ou venda.

Já no organizado, vale ressaltar que, no Brasil, as operações de balcão são regulamentadas por um órgão chamado Sociedade Operadora de Mercado de Ativos, sigla para SOMA. Esse órgão, desde 2002, pertence à B3, a antiga Bovespa, e atende pelo nome de SOMA FIX.

Como comprar e vender no OTC?

De maneira geral, o que se opera no OTC são ativos diversos, sendo os principais deles as ações, debêntures e títulos e valores mobiliários de companhias abertas. Há também a possibilidade de negociar cotas em fundos de investimento e carteiras referenciadas em ativos. 

Por fim, o balcão ainda permite transações de títulos e valores mobiliários autorizados pelo CVM e pela B3. E para que o investidor faça a opção por alguma transação no OTC, é importante ressaltar que não há intermediários como na B3 — a negociação se desenvolve entre o interessado, corretora e bancos de investimentos. 

 

Qual a relação entre OTC e o mercado de Bitcoins?

Desde o advento das criptomoedas, é comum relacionar o OTC a esse tipo de investimento. Mas, qual seria o motivo? 

Essa relação acontece pelo fato de ser no mercado de balcão onde os Bitcoins são negociados em grande quantidade, tanto por empresas quanto por pessoas. 

E os Bitcoins estão sendo negociados nesse volume fora das corretoras por um motivo: grandes movimentações podem causar alterações busca de preços, pois esse mercado no Brasil registra falta de liquidez. Sendo assim, os investidores preferem passar direto ao OTC, onde duas pessoas ou uma empresa especializada podem conduzir essa operação. 

Para se ter uma ideia desse volume, análises de especialistas ao redor do mundo apontam que a negociação em OTC chega a ser três vezes maior que nas corretoras da criptomoeda. No Brasil, essas operações são desenvolvidas nas chamadas Mesas OTC.  

Por fim, como vantagens desse tipo de operação no mercado de balcão, estão a boa cotação, sem taxas de intermediação, já que a negociação é direta — e isso depõe a favor da agilidade nesse processo. 

Em especial para quem negocia grandes valores, o OTC possibilita um desfecho ágil e repleto de comunicação, com verificação rápida e exclusividade no atendimento.

Quer receber mais conteúdos como esse? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo sobre investimentos e mercado financeiro.

Recomendados

Investimentos

Saiba o que são títulos públicos e porquê você deveria investir neles

Ajudar a financiar os projetos do governo e ainda rentabilizar com isso é possível ...

3 anos atrás

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

Back office: importância na empresa e em investimentos

Back office é um importante departamento em empresas e também um cargo atualmente ...

2 anos atrás