NTN-H: saiba o que são Notas do Tesouro Nacional série H

Tesouro direto com taxa de referência inflacionária, já ouviu falar? A Capital Research te explica como funciona

O Tesouro Direto é uma forma de investimento segura e rentável que apresenta várias opções para perfis distintos de investidores. Essa modalidade é muito comum ao redor do mundo e cada vez mais brasileiros e brasileiras têm optado por esse tipo de investimento para depositar suas economias, já que é um meio possível e com entrada acessível para pessoas físicas.

Mas, afinal, o que é o tesouro direto? Esse tipo de investimento funciona como se você fosse o banco que emprestasse dinheiro para que o Governo Federal consiga investir em seus projetos, quite a dívida pública, enfim, execute seu plano de governo. Isso acontece quando você compra títulos públicos do tesouro. E o Governo é um bom pagador? Historicamente, sim! É muito difícil e quase improvável de você tenha prejuízos nesse tipo de investimento, mesmo que a economia brasileira oscile.

O Governo Federal oferece garantias e os juros que você recebe são bem mais vantajosos do que os oferecidos pela caderneta de poupança, por exemplo. Na prática, é como se ao invés de você investir nos bancos você investisse no Governo Federal, com melhores condições.

Existem 3 tipos principais de compras de títulos pelo tesouro direto: LFT – Letra Financeira do Tesouro, LTN – Letra do Tesouro Nacional e por fim as NTNs – Notas do Tesouro Nacional.

 

O que são NTNs

NTNs são títulos públicos também conhecidos por títulos de inflação, que podem gerar uma renda fixa somada à inflação do momento, ou seja: estão atrelados à inflação calculada tanto pelo IPCA quanto pelo IGP-M. Existem alguns tipos de NTN´s (como a NTN-B, NTN-C, NTN-H, etc) e cada uma é compatível com um perfil específico de investidor.

 

O que é a NTN-H

As Notas do Tesouro Nacional série H, NTN-H, são um tipo de aplicação distinta das outras NTN´s, porque o seu rendimento é corrigido por uma taxa historicamente importante para os brasileiros e brasileiras, a taxa de referência (vamos falar um pouco mais sobre ela em alguns tópicos abaixo). Essa taxa foi importante porque em um momento de inflação nas alturas ela foi a responsável por indexar valores na poupança e outros investimentos.

A NTN-H diferente de outras NTN´s não é um título público que você encontra junto com as opções de investimentos que o site do tesouro direto fornece. Por serem mais restritas (assim como a NTN-D), para que você consiga investir nessa modalidade o investidor precisa optar pelo mercado secundário, ou seja, negociando diretamente com outros investidores os títulos que já foram emitidos anteriormente.

 

Como funciona a NTN-H

Lembra que falamos que o Brasil já passou por um momento muito delicado economicamente, com índices de inflação alarmantes, desencorajando qualquer investidor a aplicar seus recursos?  Então, diante desse cenário o Governo Collor (meados da década de 90) após algumas tentativas e fracassos criou uma Taxa Referencial (TR) calculada pelo Banco Central. O objetivo dessa taxa é indexar a rentabilidade de títulos, da poupança, e auxiliar no controle da inflação.

Naquela época isso fez muito sentido e ajudou no controle inflacionário, e por mais que a TR ainda hoje corrija certos valores e proteja os investimentos da inflação, existem outros ativos hoje em dia (assim como o IPCA) que são muito mais prósperos para isso. Basta comparar os rendimentos da poupança com outros investimentos do próprio tesouro direto para se ter uma perspectiva desse retrato.

Com isso em mente fica fácil entender que esse tipo de aplicação é muito específica. Diferente de outras NTNs ela não possui pagamento de juros semestrais, o que é uma vantagem para suas concorrentes, já que esses cupons proporcionam uma renda razoavelmente fixa ao investidor até o seu vencimento. Ou seja, o pagamento da NTN-H é realizado de uma única vez, e o prazo mínimo desse vencimento é de 90 dias.

 

Para que serve a NTN-H?

As NTN-H podem ser colocadas no mesmo patamar das NTN-B ou B Principal, quando comparamos a um investimento atrelado aos índices de inflação, no entanto elas possuem o acesso mais restrito o que dificulta sua aquisição. Ou seja, se você quer um investimento com a segurança dos indicadores de inflação e facilidade de compra de títulos, a NTN-H não se enquadra no seu perfil, já que você precisa esperar pelo próximo Leilão do Tesouro Nacional para conseguir investir ou comprar diretamente com outros investidores.

Agora se seu intuito é diversificar os seus investimentos, talvez essa modalidade acrescente algo para você.

 

Saiba mais sobre a Taxa Referencial e seu impacto nos investimentos

Ainda sobre a TR e sua importância histórica: durante o Governo Collor houveram duas tentativas de controle inflacionário (Plano Collor I e Plano Collor II) a taxa referencial surgiu durante o Collor II juntamente com outras propostas mais duras como o congelamento de preços e salários, reforma financeira, etc . Para se ter uma ideia do que estamos falando, os índices inflacionários durante dezembro de 1989 e março de 1990 pulou de 50% ao mês para a faixa de 100%. Uma série de medidas polêmicas também foram aplicadas na época, como o confisco da poupança por exemplo.

A boa notícia é que esses tempos instáveis passaram. E muito embora nossa economia não seja a mais estável atualmente, a inflação não chega nem perto do que foi nesse período, e a TR foi uma das responsáveis por isso. Quando foi criada, além de auxiliar na indexação da inflação, ela ajudou ainda na correção de alguns investimentos como o FGTS e a poupança (e até hoje exerce essa função). Ela foi muito importante na época devido ao profundo impacto que gerou ao trazer certa estabilidade, em tempos de crise profunda, para que investimentos pudessem ser feitos no país.

Hoje em dia é uma taxa com um rendimento baixo, quando comparada à outras possibilidades, se mantendo próxima de 0%. É por isso que investimentos como SELIC e outras NTN´s são considerados igualmente seguros, porém bem mais rentáveis quando comparados aos investimentos aplicados à TR.

Gostou do artigo? Então asssine a newsletter da Capital Research e receba atualizações sobre investimentos todos os dias.

Recomendados

Investimentos

Aprenda como calcular prestações, de forma rápida e prática

Calcular suas prestações é essencial, não importa qual seu ramo de negócios. ...

3 anos atrás

Investimentos

Aprenda já a calcular juros de empréstimo

Entenda um pouco mais sobre Juros Simples e Juros Compostos e veja como realizar o ...

3 anos atrás

Investimentos

Anbima CEA: tudo sobre a Certificação de Especialista em Investimentos

Entenda mais sobre como essa certificação pode ser importante para você e quais ...

3 anos atrás