Saiba como o NDF pode te proteger da variação cambial

Entenda como funciona o NDF, um contrato para operações no mercado a termo que provê proteção contra variações cambiais.

O NDF (Non Deliverable Forward) é um contrato de balcão que visa única e exclusivamente as transações cambiais. 

Muitas empresas que operam com moeda estrangeira optam por este tipo de contrato como uma forma de se proteger das constantes variações de moedas estrangeiras.

Por mais que essa pareça ser uma boa ideia para a sua empresa, é fundamental conhecer exatamente como funciona o NDF. 

Isso porque, ao mesmo tempo em que a empresa pode se beneficiar, ela também pode acabar tendo que pagar algo para o banco.

Pensando nisso, preparamos este artigo explicando o que é o NDF, como ele funciona, quando deve ser utilizado e quais as vantagens para o investidor de utilizar o contrato balcão. 

O que é NDF? 

O contrato NDF pode ser feito entre uma pessoa física ou jurídica e uma instituição bancária, fazendo com que ele seja classificado como um contrato de balcão.

Com isso, a negociação do NDF não pode ser feita por meio da bolsa de valores. 

Além disso, o NDF é dito como um contrato a termo de moeda em que não há a entrega física da quantia, mas sim, um valor cambial estipulado para uma data futura. Ou seja, ele “trava” um valor cambial para a moeda acordada.

 

O que é contrato a termo?

Para facilitar a compreensão do NDF, primeiramente é importante entender o que é o contrato a termo.

A variação cambial é algo que confere grande risco para quem trabalha com o mercado financeiro ou mesmo para quem precisa realizar transações em moedas estrangeiras. Prever o futuro de uma moeda é praticamente impossível.

Entretanto, existe uma forma de se proteger contra as variações diárias do mercado. Essas operações de proteção são chamadas de hedge.

O funcionamento do NDF é muito semelhante ao que ocorre com as operações de mercado futuro que são negociadas na bolsa de valores.

Nesse tipo de contrato, a empresa acorda com um banco o valor cambial que determinada moeda terá em uma determinada data.

Além disso, esses contratos estão sujeitos a um valor máximo de US$ 50.000.

Como funciona o NDF?

Ao se propor um NDF,  é fundamental ter conhecimento de três informações básicas que precisam constar no contrato:

  • O valor total do contrato, ou seja, qual a quantia de dinheiro que será feito o contrato;
  • Ter uma data de vencimento específica;
  • Qual o valor do câmbio na data de vencimento estipulada.

Somente com essas informações é possível deixar a taxa de câmbio congelada. Além disso, é com base nelas  que o cálculo do valor real da moeda será feito e o investidor saberá exatamente se precisará pagar algum dinheiro para o banco ou se irá receber algum montante.

 

Como calcular o NDF?

Para ficar mais fácil de entender como funciona o NDF vamos dar um exemplo prático.

Imagine uma determinada empresa que precise trabalhar com um montante de US$ 30 mil e que, para se proteger da variação cambial da moeda, decidiu utilizar um NDF. 

No momento em que essa decisão foi tomada, o valor do dólar era de R$ 3,90 e ela usou esse mesmo valor no acordo.

Na data de vencimento, duas situações podem acontecer: o valor do dólar pode tanto ter aumentado como diminuído. ,

Para calcular a diferença entre o valor que consta no NDF e o valor da cotação atual, é utilizada a seguinte fórmula:

  • NDF = montante do contrato x (cotação da moeda no vencimento – cotação estipulada no NDF)

Vamos supor que a cotação do dólar tenha caído para R$ 3,60:

  • NDF = 30.000 x (3,90 – 3,60) = 30.000 x 0,30 = R$ 9.000,00

Isso significa que o banco deverá pagar R$ 9 mil para o investidor. Por outro lado, caso o valor da moeda tenha aumentado e passado para R$ 4,20 o cálculo será:

  • NDF = 30.000 x (3,90 – 4,20) = 30.000 x -0,30 = – R$ 9.000,00

Neste caso, a empresa terá de pagar $ 9 mil para o banco com o qual fez o NDF.

Quando usar o NDF?

O NDF é uma ferramenta amplamente utilizada entre as empresas que trabalham com importação e com exportação de bens e mercadorias e os bancos.

Isso porque a sua principal função é justamente dar mais proteção às transações comerciais que são baseadas em moeda estrangeira. 

Portanto, ao utilizar o NDF, é possível minimizar os riscos das constantes oscilações cambiais e, em consequência, reduzir as perdas financeiras. 

O uso do NDF para as empresas importadoras é importante pois permite que elas se protejam das oscilações constantes das moedas estrangeiras. 

Por outro lado, para quem realiza vendas para o exterior, o NDF é essencial porque garante mais segurança financeira em suas operações.

No entanto, também é preciso ficar atento porque esse tipo de contrato não funciona em um mercado organizado para cotações de NDF, como observamos na Bolsa de Valores. 

O principal motivo é porque os prazos e valores são negociados caso a caso. Além disso, existe a necessidade de realizar um contrato para cada prazo de vencimento.

Quais são as vantagens do NDF

Claramente, o NDF possui diversas vantagens para quem opta por trabalhar com esse tipo de contrato balcão. Veja a seguir quais são os principais benefícios para os investidores:

  • O câmbio não é ajustado diariamente, mas apenas na data do vencimento do contrato;
  • A negociação de valor, preços futuros e data de vencimento são feitos no momento do fechamento do NDF;
  • Travam a taxa de câmbio;
  • São mais flexíveis em relação aos prazos;
  • Não há entrega física de dinheiro;
  • Não requer depósito de margem de garantia;
  • Liquidação ocorre no vencimento, sem a necessidade de desembolsar nenhuma quantia de dinheiro;
  • Associação de garantias, que pode ser feita pelas duas partes, caso uma das partes não cumpra o contrato;
  • É possível negociar 21 moedas diferentes;
  • A liquidação do contrato pode ocorrer de forma antecipada, tanto parcial como totalmente.

Se a sua empresa faz transações com moeda estrangeira, é fundamental saber como funciona o NDF. Desta forma, você consegue se proteger das variações cambiais e diminuir os riscos envolvidos no seu negócio.

Continue acompanhando mais conteúdos exclusivos e ainda tenha acesso a uma assessoria de investimento assinando um dos planos da Capital Research.

Recomendados

Investimentos

Tipos de Inflação: conheça todos e entenda como impactam a economia de um país.

A inflação é uma variação de preços que acontece em todos os países, o tempo ...

3 anos atrás

Investimentos

Swap Cambial: Entenda o que é

Sabe o que é Swap Cambial? Explicaremos para você como funciona a transação na ...

3 anos atrás

Investimentos

Política Cambial: o que é e qual a sua importância para os investimentos

Saiba como funciona a política cambial e por que pode ser muito importante para os ...

2 anos atrás