Mercado Monetário: como funciona e como é a atuação do BC

O mercado monetário é diferente do mercado de capitais. Entenda as características e o papel do Banco Central nessa história.

Mercado-Monetário

Quer tirar suas dúvidas sobre o mercado monetário e como ele se relaciona ao mercado financeiro? Então você chegou ao lugar certo. O mercado monetário envolve a compra e venda de ativos de curto prazo com o objetivo primordial de prover liquidez ao sistema financeiro nacional.

Os principais agentes são o Banco Central e as instituições financeiras, que negociam papéis de prazo inferior a um ano, como títulos do Tesouro Nacional. Neste texto, vamos mostrar como funciona o mercado monetário e como é a atuação do Banco Central nesse cenário. Acompanhe.

O que é o mercado monetário

O mercado monetário é um segmento do mercado financeiro que serve de canal para transações de curto prazo, para oferecer maior liquidez aos agentes econômicos. Os títulos transacionados nesse mercado servem de parâmetro para a taxa de juros praticada no mercado de crédito.

Um exemplo de transação do mercado monetário é o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que é um título emitido por um banco para captar recursos em busca de ampliação de liquidez. Esse tipo de negociação é restrita a bancos.

Há também compra e venda de papéis do Tesouro Nacional, que financiam o governo, e títulos privados, como o CDB (Certificado de Depósito Bancário) e debêntures (títulos de dívida de empresa). É nesse cenário que entra em ação um nome muito famoso do mercado financeiro, a Selic. Esse nome vem da sigla de Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, a infraestrutura do Banco Central que lida com os títulos públicos transacionados no mercado monetário.

E o que é a Taxa Selic, afinal? É a taxa média ajustada dos financiamentos diários desse sistema.​ Ou seja, o Banco Central persegue a meta da taxa Selic, definida periodicamente pelo Comitê de Política Monetária, por meio de suas operações com títulos públicos no mercado monetário.

Mercado Monetário x Mercado de Capitais

Quando fazemos a comparação mercado monetário x mercado de capitais, a primeira coisa que se fala é sobre os prazos. Como vimos, o mercado monetário viabiliza operações de curtíssimo prazo e responde pela liquidez da economia.

Os principais instrumentos dele são os depósitos interbancários, títulos do Tesouro e papéis comerciais como CDB e debêntures. Já o mercado de capitais trata das transações de títulos mobiliários emitidos pelas empresas.

Os títulos mobiliários representam o capital das empresas, convertido em ações ou ainda em dívidas das empresas com o mercado. Estes ativos são as debêntures, que são bônus de subscrição e outros tipos de papéis comerciais.

O mercado de capitais realiza a intermediação entre quem capta recursos de longo prazo para projetos de expansão, por exemplo, e investidores que dispõem de recursos. Dessa forma, o mercado de capitais direciona os recursos financeiros para os diversos segmentos da atividade econômica, como indústria, comércio e serviços. Nesse mercado, não há intermediação de instituição financeira.

Os títulos fazem parte do mercado mobiliário que é regulado e fiscalizado, no Brasil, pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Na prática, quando você investe em uma LCI ou LCA está aplicando no mercado de capitais. E também quando você negocia ações na bolsa de valores.

Ficaram mais claras as diferenças entre o mercado de capitais e o mercado monetário? Há ainda dois segmentos não explorados neste texto: o de câmbio e o de crédito.

O mercado de crédito traz as operações de financiamento em curto e médio prazos, de consumo corrente e dos bens duráveis, além do capital de giro das empresas. Bancos comerciais e múltiplos são os principais agentes desse tipo de mercado. Nesse cenário, os créditos rotativos são um exemplo de produto bastante comum.

Já o mercado cambial é aquele no qual ocorrem operações de câmbio entre todos os agentes autorizados pelo Banco Central do Brasil (como bancos, agências de turismo e corretoras) e deles com os seus clientes. Nesse mercado, o dólar comercial, por exemplo, é tomado como base por grandes companhias para importações ou exportações, além do pagamento de serviços do exterior.

Atuação do Banco Central no Mercado Monetário

A atuação do Banco Central no mercado monetário ocorre de diferentes maneiras. Se o BC efetua a venda de títulos, ele está retirando moeda do mercado. Assim, o governo está fazendo uma operação que reduz a liquidez no mercado financeiro, também denominada de política restritiva.

Já quando o Banco Central compra títulos, ele está colocando moeda no mercado e aumentando a liquidez, pois está trocando moeda por papéis. Essa medida do governo é chamada de política expansionista. Dessa forma, o governo controla os recursos disponíveis de oferta de crédito através do controle da quantidade de moeda no mercado.

O controle da liquidez do mercado pelo Banco Central e, consequentemente, da taxa de juros, impacta diretamente nos seus investimentos, seja quando você paga por um empréstimo seja na taxa de retorno que você recebe pelo capital emprestado.

E então, o mercado monetário ficou mais claro para você? Nós sabemos que o assunto pode parecer complexo. Por isso, se você deseja aprender mais sobre o mercado financeiro, saiba que a Capital Research existe para que você não se sinta sozinho na hora de tomar decisões. Por aqui, você encontra o melhor caminho para proteção e multiplicação do seu capital. Conheça nossos planos para começar a investir com os melhores retornos.

Recomendados

Investimentos

AFAC: entenda tudo sobre Adiantamento Para o Futuro Aumento de Capital

AFAC, ou Adiantamento para Futuro Aumento de Capital, é uma estratégia utilizada ...

3 anos atrás

Investimentos

Custo operacional nos investimentos: o que é e como calcular?

Entenda o que é o custo operacional nos seus investimentos e quais são as taxas e ...

3 anos atrás

Investimentos

Finanças comportamentais: 5 segredos para investir melhor

As finanças comportamentais revelam erros comuns dos investidores iniciantes. ...

3 anos atrás