Entenda como utilizar o Excel para calcular juros compostos

Veja o passo a passo que nós preparamos para esclarecer todas as suas dúvidas de como utilizar o Excel no cálculo de juros compostos

Cálculo de Juros Compostos no Excel

Atualmente, o sistema financeiro brasileiro faz uso do regime de juros compostos – também chamados de ‘juro sobre juro” -, que são mais rentáveis do que o regime de juros simples. Mas você sabe exatamente o que são juros compostos?

Por isso, neste conteúdo mostraremos como fazer um bom planejamento financeiro pessoal e de que formas ele pode te ajudar a manter as suas contas em ordem. Acompanhe a leitura para saber mais sobre o assunto!

Continue a leitura e fique por dentro deste assunto que faz parte da rotina financeira de boa parte da população, já que além de usado pelos bancos, os juros compostos também são bastante utilizados pelo comércio.

O que são juros compostos?

Os juros compostos são uma modalidade que têm como base a soma dos juros de um determinado período com o capital, formando um novo capital para que seja realizado o cálculo dos juros do período seguinte e assim sucessivamente. É por isso que os juros compostos são mais conhecidos como “juro sobre juro”.

Em quais situações cotidianas são aplicados?

Os juros compostos estão presentes, mais do que imaginamos, no nosso dia a dia – quando fazemos um empréstimo consignado, aplicamos dinheiro na poupança ou financiamos um veículo ou imóvel, por exemplo, e até mesmo nas mais simples operações de compras a crédito.

Por que usar o Excel para esse tipo de cálculo?

A funcionalidade do Excel faz com que ele seja, atualmente, um dos softwares (programa de computador) mais utilizados na maioria dos segmentos do mercado. Com capacidade para guardar dados em uma planilha com milhares de colunas e até um milhão de linhas, além de ferramentas exclusivas para montagem de gráficos, o programa possibilita a importação de grandes quantidades de informação para realizar cálculos exatos.

O Excel realiza as mais variadas funções e pode ser usado como uma simples calculadora ou como um conversor de dados complexos. A sua versatilidade permite a solução para as mais variadas demandas, facilitando significativamente a gestão dos serviços.

Quais são os dados necessários para calcular juros compostos?

Para calcular os juros compostos no Excel é necessário utilizar a fórmula F = P*(1+J)N , onde F equivale ao valor final, obtido após um período X; P é o capital principal, J é a taxa de juros e N o número de períodos em que os juros serão aplicados.

Exemplo:

Na célula B4, utilize o valor final (F). Na B1, insira o capital principal (P), em B2 adicione a taxa de juros em questão (J) e na célula B3 o tempo (N) com o qual você irá calcular o resultado final dos juros compostos.

A fórmula será B1*(1+B2)^B3

Com este cálculo, você tem o valor total dos juros compostos que incidirão no empréstimo. Para saber o valor total a ser pago no final pelo empréstimo de R$1 mil, é preciso somar o total de juros com o valor inicial do empréstimo.

Exemplo:

Para realizar o cálculo utilize a fórmula VF:

– Taxa: corresponde aos juros de 10% (neste exemplo).

– Nper: corresponde ao período de 12 meses (neste exemplo).

– VP: o valor atual de R$1 mil (neste exemplo).

– Tipo: digite 1 para informar que os pagamentos ocorrerão ao final de cada período.

Veja a seguir como ficará o cálculo utilizando fórmulas:

Observe que, no uso das fórmulas, o Excel deixou a informação em vermelho e negativa para destacar que é um débito. Para retirar, basta colocar o sinal de “-“ antes da fórmula.

Esse conteúdo foi útil para você? Quer se manter por dentro das novidades mais importantes sobre o mercado financeiro, então acompanhe as próximas postagens da Capital Research!

Recomendados

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

Como comprar ações: confira o passo a passo e 4 formas diferentes para voce começar a investir agora!

Devido à queda da taxa SELIC e a baixa rentabilidade da renda fixa, demanda-se ...

3 anos atrás

Investimentos

Entenda porque a Matemática Financeira pode ser útil para você

Saiba um pouco mais sobre Juros, Amortização, entre outros, em nosso conteúdo ...

3 anos atrás