Índice IMA-B: o que é, para que serve e qual a rentabilidade?

Índice acompanha os Títulos Públicos com desempenhos ligados à inflação.

Índice IMA-B

Os bancos, as corretoras de valores, as gestoras de investimentos e as demais instituições que atuam no mercado financeiro nacional são representadas, certificadas e autorreguladas por uma reconhecida entidade: trata-se da Anbima – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais. Com mais de 340 instituições associadas em seu quadro e detentora da maior base de dados sobre o negócio de capitais no país, a Anbima funciona como uma grande referência no mercado financeiro. Assim, a entidade criou os índices IMA (Índice de Mercado Anbima) justamente para referenciar e acompanhar o desempenho dos Títulos Públicos que são oferecidos pelo Governo Federal aos investidores brasileiros; como cada índice segue uma categoria específica de Títulos Públicos, os Índices IMA são divididos em subcategorias: uma delas é o Índice IMA-B.

🡪 Investimento para iniciantes: qual a melhor aplicação?  

O que é o Índice IMA-B

Assim como outros indicadores existentes no mercado, o Índice IMA-B funciona como parâmetro para avaliar o desempenho de um tipo específico de investimento: neste caso, dos investimentos em Títulos do Tesouro IPCA+. O rendimento desses Títulos está atrelado ao índice que mede a própria inflação no Brasil, o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. Sendo do tipo Renda Fixa, os Títulos do Tesouro IPCA+ oferecem rendimentos que seguem as variações da inflação mais uma taxa de juros prefixada – e o Índice IMA-B reflete esses valores.

Existem, dentro do mercado financeiro, alguns fundos de investimento de Renda Fixa que têm como estratégia seguir e até superar o Índice IMA-B: eles são conhecidos como fundos de inflação. Ou seja: na prática, o investidor pode aplicar em Títulos ligados ao IPCA de forma direta – adquirindo um ou mais – ou indireta – participando de um Fundo que investe majoritariamente neste tipo de Título. Como benchmark (uma base de comparação) para os Títulos do Tesouro IPCA+ e para os fundos de inflação, o Índice IMA-B é subdividido em duas categorias:

IMA-B 5: índice que segue os Títulos Públicos ligados à inflação com prazo de até 5 anos;

IMA-B 5+: índice que segue os Títulos Públicos atrelados à inflação com prazo igual ou maior que 5 anos.

*O IMA-B Geral acompanha e representa o desempenho médio de todos os Títulos Públicos ligados à inflação.

 

O que são Títulos Públicos

 

Os Títulos Públicos são investimentos do tipo Renda Fixa que são oferecidos pelo próprio Governo Federal aos investidores brasileiros: eles podem ser adquiridos junto a instituições financeiras autorizadas, como bancos. De maneira resumida, funciona como se o investidor estivesse emprestando dinheiro ao Governo para que este capte recursos e os reinvista em saneamento, segurança, educação, etc. Em troca, o investidor ganha papéis que representam esses Títulos para receber futuramente, com juros, seu empréstimo de volta. Cada tipo de Título possui sua própria rentabilidade, que é sempre atrelada a alguma Taxa ou Índice da economia brasileira – como o IPCA (da inflação) ou a Selic (dos juros).

Para que serve o Índice IMA-B

O Índice IMA-B é um benchmark que reflete a evolução de desempenho dos Títulos Públicos atrelados ao IPCA e à inflação. Ele serve, principalmente, para que os investidores em Renda Fixa tenham uma base sólida para analisar e comparar o rendimento dos diferentes Títulos do Tesouro IPCA+ e dos Fundos que atuam negociando Títulos do Tesouro IPCA+ (os chamados fundos de inflação). A ideia é que, na hora de escolher onde aplicar ou quando se está avaliando o desempenho de seus próprios investimentos, o investidor priorize os Títulos e Fundos que estão apresentando uma performance igual ou superior ao Índice IMA-B.

Como o Índice IMA-B é calculado

A Anbima revisa e recalcula mensalmente os valores do Índice IMA-B – sempre com base nas variações do IPCA, o índice que mede a inflação. Além disso, a entidade publica diariamente todos os Índices IMA em sua página. Assim como os demais Índices IMA, o Índice IMA-B é definido pela média de desempenho dos Títulos que compõem sua categoria – aqui, os Títulos do Tesouro IPCA+. Isso é feito aplicando-se uma fórmula matemática:

Índice IMA-B

Qual a rentabilidade do Índice IMA-B

Até dezembro de 2019, a Anbima possuía em seus registros mais de 156 fundos de investimentos ligados ao IMA-B. Somados, eles representavam R$ 66 bilhões. Tanto o IMA-B 5 quanto o IMA-B 5+ apresentam leve queda de desempenho no final do ano mas, de maneira geral, apresentaram performance positiva ao longo de 2019:

IMA-B Geral: 22,95% de valorização
IMA-B 5: 13,15% de valorização
IMA-B 5+: 30,37% de valorização

Gostou do conteúdo? Então assine a newsletter da Capital Research e fique sempre atualizado sobre o mundo dos investimentos.

Dúvidas sobre investimento? Consulte a Capital Research e receba nossas recomendações!

Recomendados

Investimentos

Ações preferenciais ou PN: entenda qual a vantagem

Ações preferenciais ou PN são ações com prioridade na distribuição de ...

3 anos atrás

Investimentos

Balança comercial: o que é e qual a importância para os investimentos

A balança comercial mede as importações e exportações e ainda serve como ...

2 anos atrás

Investimentos

BBSD11: Entenda tudo e saiba como investir neste fundo de índice

Saiba o que são fundos de índice e conheça um pouco mais sobre um deles: o ...

2 anos atrás