Saiba tudo sobre Imposto de Renda e Poupança

Entenda quando é preciso e como declarar saldo e rendimento da Poupança ao IR.

Os contribuintes brasileiros terão a obrigação, entre os dias 7 de março e 30 de abril de 2020, de entregar preenchida a declaração do Imposto de Renda à Receita Federal. 

A tarefa anual de prestar contas ao Leão costuma gerar muitas dúvidas, mesmo entre aqueles que já a cumpriram em anos anteriores: afinal, quem deve declarar e o que deve ser informado à Receita? É importante ressaltar que, como o Governo Federal ainda não esclareceu se haverá novas regras em 2020. Portanto, por enquanto estão valendo as normas da declaração utilizadas em 2019.

Faça o download do programa atualizado Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) da Receita Federal!

Entre os investidores (experientes ou não), as incertezas sobre o que declarar podem ser ainda maiores. Opção de aplicação mais utilizada pelos brasileiros, a Caderneta de Poupança não foge à regra. 

Um dos fatores que mais gera confusão é o fato da Poupança precisar ser declarada no Imposto de Renda mesmo sendo isenta de cobrança. Nesse texto, vamos abordar essa e outras questões acerca da Poupança no IR.

Saiba tudo sobre Imposto de Renda e Poupança

Tire as principais dúvidas sobre IR e Caderneta de Poupança.

É preciso declarar a Poupança no Imposto de Renda?
Sim: se você possui qualquer aplicação financeira com saldo acima de R$ 140, independe de serem isentas ou não, precisa informá-las ao Leão. Isso inclui a Caderneta de Poupança e a Conta Corrente.


Rendimento de poupança é tributado?
Não: a Caderneta de Poupança é uma aplicação isenta de cobrança no IR  — não importa o valor que você tenha nela. Porém, qualquer saldo acima de R$ 140 precisa ser declarado.


Como declarar Poupança no Imposto de Renda?
O investidor precisa informar o saldo e o rendimento da Poupança  em abas distintas. Confira o passo a passo:

  1. após fazer o download do programa DIRPF, abra a aba Bens e Direitos e utilize o código 41 para identificar a aplicação Poupança; 
  2. informe o saldo que tinha na caderneta no último dia do ano anterior e complete os demais espaços com as devidas informações;
  3. depois, abra a aba Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, selecione o código 12 e informe os rendimentos da Caderneta de Poupança ao longo do ano anterior. 

Você não precisa fazer cálculos: a instituição financeira na qual  está inscrita sua Caderneta de Poupança tem a obrigação de lhe enviar, anualmente, um documento que traz todos os seus informes financeiros.

Leia também: Investimento: saiba como investir seu dinheiro de acordo com o seu perfil.

Poupança em Conta Conjunta: alguma diferença na hora de declarar?
Nesse caso, ainda na aba Bens e Direitos, o investidor deve informar no campo “Discriminação” que a conta é conjunta e registrar o CPF do outro titular.

Não preciso declarar Imposto de Renda. Mesmo assim preciso declarar os rendimentos com a Poupança?
Sim: caso tenha um saldo acima de R$ 140, você precisa declarar a Poupança ao Imposto de Renda.

Quer conhecer outros investimentos que rendem mais que a Poupança?

A Capital Research é uma casa independente que recomenda apenas o que acreditamos ser o melhor para o investidor. Nosso objetivo é ajudar você a escolher os melhores investimentos de forma rápida e direta, sem economês. Para isso, possuímos um time de analistas com anos de experiência que acompanha diariamente o mercado financeiro e traz as melhores análises e recomendações de investimento.

Abra sua conta e tenha acesso a conteúdo exclusivo e gratuito sobre investimentos e o mercado financeiro! Aproveite e assine nossa Newsletter para ter acesso a análises diárias do cenário financeiro nacional e internacional!  

Recomendados

Investimentos

Tesouro Direto: passo a passo de como investir

O Tesouro Direto é uma opção mais rentável e tão segura quanto a poupança. ...

3 anos atrás

Investimentos

Melhores aplicações financeiras para quem quer sair da poupança

...

3 anos atrás

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás