GOVE11: entenda como funciona esse fundo de índice

ETF gerido pelo Itaú reflete o desempenho na Bolsa de Valores de empresas com governança diferenciada e alta liquidez

O mercado de capitais apresenta uma variada gama de opções de investimentos, cada um com características próprias de rendimento, liquidez, encargos e riscos.

Escolher as aplicações que melhor se encaixam na sua carteira de investimentos é uma tarefa que, antes, passa pela identificação do seu perfil de investidor: seria ele Conservador, Moderado ou Arrojado?

Não são, é bem verdade, classificações estáticas e imutáveis.

Uma pessoa pode, por exemplo, iniciar sua empreitada no mundo dos investimentos de forma conservadora e passar, com o tempo, para um perfil mais moderado.

Conheça os perfis de investidor e descubra em qual você se encaixa!

Dentre as opções que são recomendadas para o investidor de perfil Moderado – aquele que está disposto a diversificar os investimentos em sua carteira e até a tomar alguns riscos, mas não muitos –, os Exchange Traded Funds (ETFs) representam uma interessante possibilidade.

Negociados na Bolsa de Valores da mesma forma que uma Ação, os ETFs são fundos de investimentos cujos rendimentos estão atrelados à performance de diferentes índices de desempenho. A B3, a bolsa de valores brasileira, dispõe atualmente de 17 opções de ETFs –, e uma delas é o GOVE11.

Exchange Traded Funds (ETF) – São fundos de investimento cujos rendimentos refletem o desempenho de determinados índices da Bolsa de Valores: existe um ETF que replica o desempenho do Índice Financeiro (que, por sua vez, mede a performance das instituições financeiras), outro ETF que replica o Índice de Sustentabilidade Empresarial (que avalia o desempenho das empresas com selo de sustentabilidade), outros ETFs que replicam o desempenho do Índice Bovespa (que avalia o desempenho das empresas mais negociadas na bolsa brasileira), e assim por diante.      

A maioria dos ETFs é de Renda Variável, mas também existem opções de Renda Fixa. Para o investidor, os ETFs representam uma boa oportunidade de investir de forma diversificada em uma espécie de conjunto de Ações, sem necessariamente precisar escolher uma Ação em particular.

O que é GOVE11?

O GOVE11 é um ETF que reflete o Índice de Governança Corporativa Trade (IGCT) da bolsa de valores brasileira. Esse índice agrupa as Ações de empresas que adotam padrões de governança corporativa diferenciados: Eletrobrás, Gerdau, Gol e Vale são algumas das empresas cujas Ações compõem o IGCT.

São mais de 100 Ações diferentes reunidas sob o GOVE11 – ao adquirir um ativo desse ou de outro ETF, o investidor está, portanto, investindo em um conjunto de Ações. Assim, se as Ações listadas no IGCT valorizarem 8%, o GOVE11 terá valorização igual ou semelhante.

Como funciona o GOVE11

Assim como em um fundo de investimento, o Exchange Traded Funds é formado por investidores que aplicam seus recursos conjuntamente, para potencializar os lucros e repartir as perdas.

Cada ETF possui um gestor, que é apontado pela B3 – no caso do GOVE11, o gestor é o Itaú Unibanco que, assim como os demais, cobra uma Taxa Administrativa para cumprir tal função: 0,50% ao ano, o que é considerado baixo.

O valor das taxas varia de ETF para ETF, de gestor para gestor. Ao contrário dos fundos de investimento convencionais, porém, nos ETFs, a gestão é passiva – o que significa que o gestor (no caso do GOVE11, o Itaú) é quem toma todas as decisões sobre a gestão do fundo.

Outra característica do GOVE11 é que, além das normas de governança do IGCT, as Ações das empresas listadas precisam atender a critérios mínimos de liquidez – a facilidade e agilidade com que essas Ações podem ser convertidas em dinheiro.

Como investir em GOVE11

OS ETFs são negociados na Bolsa de Valores da mesma forma que uma Ação, e podem ser adquiridos pela Internet, via plataforma de acesso à Bolsa de Valores – o Home Broker.

Antes, para poder atuar na compra e venda de ativos na B3, o investidor precisa abrir uma conta em uma instituição financeira cadastrada na bolsa: feito isso, receberá da instituição escolhida uma plataforma digital para acessar a bolsa.

Caso o investidor já possua um cadastro na B3, basta acessar seu Home Broker e escolher a opção GOVE11 dentre os ETFs – é preciso adquirir um mínimo de 10 cotas a um preço médio de cerca de R$ 50 cada para investir no GOVE11.

Prós e Contras de investir em GOVE11

Qualquer investimento possui suas vantagens e suas desvantagens – encontrar o investimento ideal para você depende do seu perfil de investidor e de uma série de outros fatores a serem levados em consideração. Confira os prós e os contras do fundo de índice GOVE11:

Prós:
    
Segurança: investimento em empresas que precisam atender a pré-requisitos de governança e liquidez sólidas;
Custo: a taxa de administração que o Itaú cobra para gerir o GOVE11 é de 0,50% ao ano, considerada baixa em relação a outros ETFs;
Diversificação: aplicar no GOVE11 representa investir em mais de 100 ações com a compra de um só ativo;
Prático: investir no GOVE11 e nos demais ETFs é rápido de fazer e fácil de entender.

Contras:

–  Economia: o desempenho dos ETFs costuma acompanhar o ciclo econômico nacional: se a economia está em baixa, a tendência é que o GOVE11 a acompanhe;
Tributos: mesmo com taxa de administração considerada baixa, ainda há tributos (Imposto de Renda, IOF) que podem abocanhar boa parte dos rendimentos do fundo;
Empresas: se uma ou duas das empresas que compõem o GOVE11 tiverem desempenho fraco, elas podem puxar para baixo a rentabilidade de todo o fundo.

Encontre as melhores recomendações de investimentos no site da Capital Reasearch!

Recomendados

Investimentos

IVVB11: o que é, como funciona e como investir

Os fundos de índice, ou ETFs, são uma opção às ações individuais. Conheça o ...

2 anos atrás

Investimentos

BOVA11: Entenda tudo e saiba como investir neste fundo de índice

Saiba o que é, como funciona e como investir em BOVA11. Veja também os prós e ...

2 anos atrás

Investimentos

BBSD11: Entenda tudo e saiba como investir neste fundo de índice

Saiba o que são fundos de índice e conheça um pouco mais sobre um deles: o ...

2 anos atrás