Black Friday da Smiles é tudo pelo dobro da metade!

Entenda por que os investidores que compraram ações da Smiles (SMLS3) não têm muitos motivos para sorrir.

Gol compra de volta ações da Smiles SMLS3 e os investidores não estão satisfeitos - Análise da Capital Research Brasil

A Gol anunciou nessa semana uma proposta para incorporar a Smiles, empresa de fidelidade que é um spin off da própria Gol. A empresa tenta vender a ideia de que está dando um grande benefício ao minoritário da Smiles, pagando um “prêmio” de 30% em relação à cotação atual dos seus papéis. Mas algo de errado não está certo. 

A Smiles virou uma empresa a parte na esteira do sucesso do IPO da Multiplus, o programa da então Tam, como uma forma de “destravar um valor escondido” dentro da Gol. O racional parecia até razoável. Cias aéreas em geral tem prejuízo, enquanto seus programas de fidelidade são grandes geradores de caixa, mas ficam escondidos embaixo dos resultados ruins das aéreas e não são precificados corretamente pelo mercado. O IPO foi um sucesso e, em determinado momento, a Smiles valia mais do que a própria Gol na B3. 

Mas aí alguem pensou: “As empresas de fidelidade tem lucros milionários e pagam muito imposto, enquanto a empresa-mãe tem prejuízos. Faz muito mais sentido ter elas dentro de casa e uma coisa compensar a outra.” E foi o início do fim para as empresas de fidelidade. 

O grande problema é a forma como a recompra dos programas de fidelidade está sendo feito. Como são empresas separadas, Smiles e Multiplus tem contratos de parceria de longo prazo com as cias aéreas. Então, antes de tentar recomprar as empresas, Latam e Gol anunciaram que não renovariam os contratos. O da Multiplus venceria em 2024 e o da Smiles em 2032. No caso da Gol, o anúncio foi a pouco mais de um ano. De lá para cá, os papéis da Smiles, que chegaram a valer mais de R$ 80 em 2017 (já descontando dividendos), vieram da casa dos R$ 50 em outubro de 2018 para perto dos R$ 30, valor que a Gol utiliza para calcular o “prêmio” que estaria pagando. Na verdade, a oferta é um penalty de cerca de 50% em relação ao valor máximo da Smiles em bolsa. 

 

Recomendados

Investimentos

Flamengo: blue chip no futebol, small cap na bolsa?

Sucesso do clube levanta a questão: e se o Flamengo entrasse na bolsa de ...

2 anos atrás

Investimentos

Small Caps: o que são e como lucrar com as melhores ações

Descubra o que são small caps, riscos e retorno desse tipo de investimento e como ...

3 anos atrás